Incompetência dos governantes atravanca o desenvolvimento do Amapá, diz o senador Davi Alcolumbre

Juntos de novo: Clécio, Davi e Randolfe

“O que atravanca o desenvolvimento do Amapá é a incompetência dos governantes”, diz o senador Davi Alcolumbre (DEM), cujo nome é o indicado para disputar o governo por um arco de alianças formado por mais de dez partidos, entre os quais REDE, PSOL, PSDB, PP, Avante e PPL.

E essa incompetência, assegura o senador, não é apenas do atual governo, mas vem se arrastando há décadas capitaneada  pelo PSB e PDT, que desde 1995 se revezam no governo do Amapá.

“É um disco que precisa ser mudado. Já conhecemos toda a cantilena, melodia e arranjos tanto do lado A como do lado B desse disco. Um disco que, apesar de todo esse tempo, não consegue entrar no hit parade do desenvolvimento”, compara Davi. E enfatiza: “Este ano temos a oportunidade de uma nova alternativa para mudar esse disco.” E essa alternativa é ele, que a dez meses da eleição já conta com o apoio de mais de dez partidos, expressivas lideranças políticas em todos os municípios, além, claro, do colega Randolfe Rodrigues, tido como um dos melhores senadores do Brasil, e do prefeito de Macapá Clécio Luís.

“O PMDB não cabe no nosso arco de aliança. O PMDB é Waldez Góes”

Davi faz questão de dizer que neste arco de aliança não cabe o PMDB de Temer, Gilvan Borges e Sarney.
Como assim se ele é vice-líder do governo Temer no Senado? Ah, mas aí a história é outra. O apoio a Temer em Brasília é em troca de recursos para o Amapá. “É a possibilidade que temos de viabilizar recursos federais para o nosso estado”, justifica e assegura que o Amapá nunca recebeu tanta grana do governo federal como nos dois últimos anos. Como exemplo ele cita R$ 100 milhões para o hospital universitário (emenda impositiva de bancada), o desbloqueio de recursos que garantiram a construção do residencial Jardim Açucena, que será inaugurado em fevereiro pelo Ministro das Cidades, R$ 70 milhões para finalmente desempacar a obra do aeroporto internacional de Macapá, dentre outros valores menores. “Apoio Temer porque tem compensação para o Amapá. É bom que fique bem claro que não sou PMDB e no Amapá o PMDB é Waldez Góes, faz parte do governo do PDT”. Ele conta que tão logo Temer assumiu a presidência ele avisou: “Não contem comigo se não olharem para o Amapá”.

No Senado minha pauta é o Amapá”

Insistindo na incompetência dos governantes, Davi diz que nos últimos 10 anos o estado perdeu cerca de R$ 1,5 bilhão “por pura incompetência”. Há seis anos, por exemplo, ele destinou uma emenda de R$ 5 milhões para construir e equipar o quartel da Polícia Militar em Santana. O dinheiro ficou dois anos na conta do governo e foi devolvido porque o governo não se deu ao trabalho de regularizar junto ao cartório o terreno onde o quartel seria construído. Um absurdo.  Recentemente o estado perdeu R$ 114 milhões para obras de saneamento.

“Não dá mais para continuar assim. É preciso mudar”. Ele se julga preparado para governar. Diz que essa candidatura vem sendo construída há tempos e que não lhe falta maturidade. Ingressou na política aos 22 anos de idade sendo eleito o vereador mais votado de Macapá, exerceu três mandatos de deputado federal e está na metade do mandato de senador, assim considera que conhece todos os caminhos onde buscar recursos para o Amapá, tem trânsito livre nos ministérios e tem experiência em gestão, uma vez que foi secretário municipal além de executivo de empresa privada.

SENADO
Este arco de alianças terá dois candidatos ao Senado. Um deles é Randolfe Rodrigues, claro, que tentará a reeleição. A segunda vaga ainda não está definida. Em princípio seria de Lucas Barreto que, segundo Davi, deu sinais que não queria aliando-se a Waldez Góes, assim foram intensificadas as conversas com o senador João Capiberibe (PSB), procuradora Ivana Cei, ex-deputado Bala Rocha e com o empresário Jaime Nunes. Um deles ocupará a segunda vaga.
Davi acredita que esta coligação fará dois senadores.

Publicado em: Política Amapá Ir para o Post
  • Faz-me rir!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    Essa faz até “boi dormir” e sonhar sonhos sonhados.
    Porém, não sou boi!!!
    A sua digital está impressa nessa “bandalheira” em que transformaram o Brasil

  • A incompetência de todos começando pelos nossos governantes q só prometem e não fazem
    Dos senadores e deputados federais q só gastam nosso dinheiro e só aparecem e tempo de eleição dizendo q fez algo pelo nosso estado

  • Primeiro parabenizar os três o prefeito Clécio Luiz, Os Senadores Randolfe Rodrigues e Senador Davi, Que continue com estes relevante trabalho para a população amapaense, O povo precisa de políticos assim como eles que luta briga no bom sentindo.

  • Muito bem colocado,senador Davi!Evidencie seu envolvimento com o Amapá será bem maior se for eleito Governador do Estado,já que estará no local e poderá ser cobrado de perto pelos amapaense. Sua Família está toda no Estado.Seria bem mais fácil se continuasse Senador Federal ,acomodado,sem o stress de disputar uma eleição para Governador do Estado do Amapá,não?
    Parabéns 🎈🎊🎉!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

GEA convoca mais 200 classificados no concurso da Polícia Militar

O Governo do Estado do Amapá (GEA) publicou na tarde desta quinta-feira, 11, um novo edital de convocação para a fase documental do concurso público para soldado da Polícia Militar.

A secretária de Estado da Administração em exercício, Regina Duarte, explicou que a convocação foi necessária devido às muitas baixas no número de candidatos nas fases eliminatórias e diante da necessidade de compor uma turma com no mínimo 300 candidatos, considerados aptos para o curso de formação.

“Não quer dizer que aumentou o número de vagas para o concurso. O número de vagas ainda é o mesmo que foi publicado no edital”, explicou a gestora.

O concurso oferta 1.200 vagas, sendo 300 para contratação imediata e 900 para formação do cadastro reserva. Os candidatos convocados devem comparecer ao Comando Geral da Polícia Militar, no bairro Beirol, em Macapá, nos dias 17 e 18, das 8h às 12 e das 14h às 18h, obedecendo o edital, com os documentos exigidos no certame.

Agroextrativistas participarão de oficina sobre políticas públicas

Representantes de diversas comunidades agroextrativistas da Ilha do Meio, situada no município de Afuá, na Ilha do Marajó (PA), participarão nos dias 13 e 19 de janeiro deste ano, de uma oficina técnica com o objetivo de realizar o diagnóstico socioeconômico das políticas públicas destinadas a esta região localizada no Território da Cidadania do Marajó. Por meio da “Oficina Radar – 1ª Análise da Conjuntura e Estrutura das Políticas Públicas para as Famílias Agroextativistas da Ilha do Meio”, os agroextrativistas também contribuirão para se obter um panorama atual sobre o acesso às políticas públicas na comunidade Ilha do Meio. A oficina será Continue lendo

Cursos gratuitos de aprendizagem industrial

No período de 15 a 17 de janeiro, o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) Amapá vai receber inscrições para o processo seletivo da Aprendizagem Industrial. São 264 vagas gratuitas ofertadas para a comunidade de Macapá e Santana, nos turnos da manhã e tarde. Com carga horária que varia de 400 a 500 horas, os cursos são voltados para quem busca a formação e o desenvolvimento de competências profissionais para ingresso no mercado de trabalho.

Os cursos Assistente Administrativo, Administrador de Redes de Computadores, Operador de Computador, Continue lendo

Laguinho do samba e do amor

Laguinho do samba e do amor*
Por João Silva

No tempo em que não havia Câmara Municipal, políticos vaidosos e assessores ruins,daqueles que não assessoram coisa alguma, o macapaense mesmo ia usando a imaginação para dizer onde morava, onde trabalhava, onde se divertia, onde ficava isso, onde ficava aquilo.
Ruas, becos, animal de estimação, praças, bairros, morros, salão de festa, mangueira, baixada, esquina, bar e até baiúca, nada escapava da língua do povo que ia dando nome a cada pedacinho de Macapá, quase sempre homenageando moradores antigos ou figuras populares…Baixada da Maria Mucura, Burro do Pitaíca, Beco do Abieiro, Mangueira do João Assis, Igarapé das Mulheres, Bar do Barrigudo, Bairro Alto, Morro do Sapo, só para lembrar.
Alcy Araújo falava muito no Laguinho do samba e do amor. Uma noite de boemia tinha que começar no Berro d´Água, bar que ficava no canto do antigo INPS, em uma das portas de entrada do bairro, digamos. O Poeta do Cais tinha uma queda pelo Laguinho, achava o nome original, o povo alegre e amigo – ainda bem que Laguinho permaneceu Laguinho, mas depois Continue lendo

Nova diretoria do Conselho dos direitos da criança

Tomou posse hoje a nova diretoria do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) para o biênio 2018/2019.
No cargo de presidente foi empossada Marinei Giusti, que é diretora do Abrigo Marluza e representa a gestão municipal. Na vice-presidência foi empossado o padre Valdeni Costa de Jesus, da Escola Agrícola Padre Piamarta. Ele é o representante da sociedade civil.

Sistema inteligente no trânsito

A CTMac vai fazer  várias mudanças no sistema semafórico de Macapá. Uma delas é a implantação do chamado “sistema inteligente”  que controla o sincronismo dos semáforos  permitindo que os veículos façam grande parte do trecho com “onda verde”, sem ter que parar, considerando-se uma velocidade razoável.

Macapá tem 126 semáforos

A previsão é que o sistema comece a funcionar no dia 30 de janeiro.

Governo do Amapá lança Refis 2018 do ICMS

O Governo do Estado Amapá (GEA) lançou oficialmente nesta quarta-feira, 10, a edição 2018 do Programa de Recuperação Fiscal (Refis) voltado para a regularização dos débitos relativos ao Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). O decreto que valida as regras do Refis do ICMS para este ano, foi assinado pelo governador Waldez Góes, durante solenidade no Palácio do Setentrião.

Entre os benefícios aos empresários com a regularização fiscal está a participação nas licitações do GEA. O Refis 2018 do ICMS permitirá que empreendedores de pequeno, médio e grande porte, parcelem débitos fiscais com redução de juros e multas, estimulando a geração de emprego e renda.

Esta será a última oportunidade por um longo período de parcelamento da dívida, uma vez que, pelos próximos quatro anos, as facilidades estarão suspensas por decisão do Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz), órgão que regula as normas fiscais em todas as unidades da Federação. (Leia mais)

 

Duas pessoas morreram na explosão do barco Rio Jordão IV

Duas pessoas – Josidete Porfírio de Oliveira e Ronaldo Nunes Teles –  morreram na explosão do barco Rio Jordão IV e sete ficaram feridas. O barco explodiu ontem à tarde na área portuária de Santana.
O corpo de Josidete foi encontrado ontem por volta das 21h e o de Ronaldo na manhã de hoje.
O barco estava abarrotado de combustível. “Nas buscas pelos desaparecidos, foram identificados cerca de 15 botijões de gás, além de carotes com combustível”, disse o comandante do 5º Grupamento do Corpo de Bombeiros (GBM), capitão Manoel Nunes.

De acordo com a Capitania dos Portos a embarcação era de Gurupá (PA) e estava com toda a documentação em dia.

Noturno

Noturno
De noite eu vigio estrelas.
Embriago-me de amor e luar.
Passeio com Hemingway em Paris.
Visito os becos de Goiás com Cora Coralina.
E com Quintana eu tento descobrir
o que é que os grilos
passam a noite inteirinha fritando.

Dormir é bom de manhãzinha
quando o sol
– ainda sonolento e tímido –
pula minha janela para me ninar.
(Alcinéa Cavalcante)