Dizem por aí

Que sobre a briga Fátima x Gilvam, o governador Waldez Góes (PDT) deve estar pensando:
“Deixa se matarem pra lá, quando acabar a guerra eu junto o que sobrou e boto no meu balaio”.

Gilvam x Fátima – Bate rebate

A ex-deputada Fátima Pelaes não reconhece a decisão do diretório estadual do MDB de apresentar apenas um candidato ao Senado, no caso o ex-senador Gilvam Borges.
Por não aceitar tal decisão – que  classifica de autoritária – ela não descarta pedir a  intervenção do diretório nacional.

Nem aí para o que pensa Fátima, Gilvam diz que não está nenhum pouquinho preocupado. Segundo ele não há a menor possibilidade de haver intervenção porque tudo foi feito dentro da legalidade.
Então tá.

A fogueira do MDB está queimando

“A fogueira está queimando
em homenagem a São João”

Não, não.
Em tempos de festas juninas a maior fogueira que está queimando em terras tucujus não é em homenagem a São João. É a fogueira do arraial  do MDB com o imbróglio entre o presidente Gilvam Borges e a vice-presidente Fátima Pelaes, ambos querendo ser candidatos ao Senado.
Por enquanto, não apareceu nenhum bombeiro para apagar o fogo. Mas o que tem de gente jogando lenha  e gasolina na fogueira para aumentar as labaredas não está no gibi.

Candidato à reeleição, o governador Waldez Góes (PDT) – que quer e precisa do apoio do MDB – até agora não deu um pio sobre o assunto. Fica de longe olhando e acompanhando os mimimis pelo whatsApp.
Pra não se meter na briga ele não foi ao lançamento da pré-candidatura de Gilvam Borges nem de Fátima Pelaes.

Fátima reafirma candidatura ao Senado

A ex-deputada Fátima Pelaes (MDB) reafirmou agora pela manhã sua candidatura ao Senado.
Ao blog ela disse que não seria irresponsável de fazer o lançamento de sua pré-candidatura sexta-feira passada se não tivesse a garantia de que seria candidata.
Ontem o diretório estadual  decidiu que terá apenas um candidato ao Senado: Gilvam Borges, que, por sinal, é presidente do partido. Sobre essa decisão, Fátima disse apenas isso: “Deus é maior”.

Produção do filme Açaí vai selecionar atores no próximo sábado

No próximo sábado (23), a equipe de produção do curta-metragem “Açaí” fará a seleção de atores e não atores para participar do elenco do filme amapaense. A seletiva acontecerá na Escola Estadual Raimunda dos Passos Santos, no bairro Novo Horizonte, a partir das 15 horas. Poderão participar homens e mulheres com idade entre 16 e 65 anos.

O participante não precisa ter experiência de atuação, mas deve levar um pequeno texto (não é necessário ser de sua autoria) para apresentar no teste à produção do filme. Os selecionados passarão por um curso de preparação de elenco com Thomé Azevedo. Continue lendo

E agora, Fátima?

O diretório estadual do MDB decidiu hoje que o partido terá apenas um candidato ao Senado e que este candidato é o ex-senador Gilvam Borges, por sinal presidente do partido.

A ex-deputada Fátima Pelaes, presidente do MDB Mulher, lançou sexta-feira, 17, sua pré-candidatura ao Senado numa bonita festa na sede do MV-13. Ela conta com o apoio de líderes nacionais do partido.

Mas como o diretório estadual decidiu pela candidatura de Gilvam, penso que Fátima só será candidata se houver uma intervenção do nacional do diretório do Amapá.

Ela ainda não se manifestou sobre a decisão de hoje no MDB-AP.

Na semana passada, durante lançamento da pré-candidatura de Gilvam Borges na Câmara de Macapá o vereador Yuri, filho de Fátima, disse  que nem o governador Waldez Góes e nem o presidente Michel Temer apoiam Gilvam Borges.

Randolfe é indicado pela sexta vez melhor senador do Brasil

O senador Randolfe Rodrigues foi indicado, pela sexta vez, ao prêmio Congresso em Foco. Ele está entre os 41 senadores aptos a concorrer à premiação. A seleção dos parlamentares é feita baseada em um criterioso regulamento estabelecido pela organização que usa informações públicas disponíveis nos portais do Supremo Tribunal Federal, da Câmara dos Deputados e do Senado Federal.
Portanto, político ficha suja não entra na lista.

Continue lendo

Você sabia?

O gol de hoje de Philippe Coutinho é o 222º do Brasil em Copas do Mundo. De 1930 até hoje o Brasil fez 105 partidas em mundiais.
O primeiro gol do Brasil em Copa do Mundo foi marcado por Preguinho na Copa de 1930 no Uruguai. Aliás, naquela Copa Preguinho fez 3 gols.

Os maiores goleadores da Seleção Brasileira foram Ademir Menezes, na Copa de 1950, com 8 gols e Ronaldo, também com oito gols, na Copa de 2002.

Jairzinho, o Furacão, ficou na história como o único jogador a marcar gols em todas as partidas de um mundial. Foi em 1970 quando o Brasil foi tricampeão. Jairzinho marcou 7 gols.

Gostou da estreia do Brasil na Copa?

Conta aí na caixinha de comentários o que você achou da estreia do Brasil na Copa do Mundo.
O que você mudaria para o próximo jogo?