A emoção toma conta dos poetas

A Bienal desde o início está sendo uma experiência  muito especial.
O lançamento do nosso livro foi um sonho realizado e o símbolo do crescimento do Boca da Noite.
E os poetas merecem esta conquista.
 Andreza Gil…….
…..
Um dia especial, as crianças estavam lindas.
O stand a nossa cara, fiquei muito feliz com a chegada do César Bernardo e sua esposa.  Alguns poetas declamaram poesias para as pessoas que por ali passavam.
Foi lindo!
 Fernanda Gomes
  Foi um dia corrido. O lançamento do livro foi bem legal. Estou feliz e amando a Bienal.
Julinha
…………….

 

 

Mais uma vez a cultura do Amapá se faz presente e bem representada nesta 22ª Bienal Internacional do Livro.
Sinto-me deveras emocionada por estar aqui prestigiando os poetas amapaenses e ao mesmo tempo cantando e dançando o nosso Marabaixo.
Oneide Bastos

…………

Diferentes vozes, passos largos, leves, pesados. Rostos risonhos, cansados, profundos.
Euforia de crianças, fantasia, imaginação, alegrias, sonhos…Foi assim que o Poesia na Boca da Noite vôo para o mundo, derramou letras ao vento, teceu palavras, emoções, poemas e agora é mais uma estrela que brilha no horizonte.
Deusa e Alice Sofia – avó e neta

………….

Emocionante!!! Não há palavra melhor para descrever o lançamento do livro Poesia na Boca da Noite.
A alegria e a poesia se juntaram para proporcionar a todos nós e aos que participaram do evento, maravilhosos momentos de beleza e ternura que nunca serão esquecidos.
Minha felicidade é imensa!
Astrid Cavalcante

…………
Hoje me senti como uma adolescente debutando.
Sim, foi o meu debut aos 72 anos, pois pela primeira vez fui à Bienal para autografar um livro nosso do Poesia na Boca da Noite.
Estou feliz.

Gloria Araújo

………….

….
Quando eu entrei no Movimento Poesia na Boca da Noite eu era só um rapaz tímido com poesias guardadas na gaveta e só  então comecei a libertar as minhas poesias e hoje me sinto muito feliz em fazer parte desse grande grupo de poetas que orgulha o Amapá, que vem crescendo todo dia, e em tão pouco tempo já tenho meus poemas lançados numa coletânea e  a oportunidade de participar do lançamento na Bienal do Livro de São Paulo.

Isso pra mim é muito gratificante. É a emoção é demais.
Pedro Henrique

………….
…..

Mágico e emocionante.
Maravilhoso e contagiante. Assim foi o lançamento do livro Poesia na Boca da Noite onde  dançamos, nos alegramos e com a alma repleta de sentimentos recitamos poesias que é o que gostamos de fazer.
E encantamos a multidão que por ali passava.

 Uma experiência única e linda. Um sonho.  Para nossos poetinhas uma aventura
Raule, Cris, Aquila e Azaf Assunção

………..

 

Compartilho com todos os meus amigos o sentimento de felicidade que estou vivendo neste período. O lançamento do livro Poesia na Boca da Noite na Bienal, juntamente com os meus filhos Paulo Rostan e  João Vitor, está sendo um momento único em nossas vidas.  Muitas emoções, poesias, passeios e amigos…
Obrigado Deus.
Obrigado meus amigos.
Rostan Martins

………..

Feliz. Muito feliz. Imensamente gratificada e com a certeza de que com a poesia podemos sim ajudar a construir um mundo melhor, mais fraterno, mais bonito, onde prevaleçam o amor, o lirismo, a verdade, o bem e o belo.
Obrigada, Senhor Deus!
Obrigada aos amigos, poetas, família e amantes da poesia

Alcinéa Cavalcante

  • Me sinto honrada e incomensuravelmente feliz com em saber que nossos escritores não estão no anonimato e que são referencias positivas aos estudantes deste amapá e demais pessoas. Abraços a todos voces.

  • Que maravilha saber que a poesia do Amapá agrada também aos paulistanos na Bienal . Parabéns a todos os poetinhas e poetas do Amapá envolvidos no evento. Alcinea, parabens, também, pelo lançamento de teu Livro ocorrido hoje aí na Bienal; quero saber quando e onde será o lançamento aqui em Macapá? Bjs a todos vocês aí.

  • Que maravilha saber que a poesia do Amapá agrada também aos paulistanos na Bienal . Parabéns a todos os poetinhas e poetas envolvidos do Amapá envolvidos no evento. Alcinea, parabens, também, pelo lançamento de teu Livro ocorrido hoje aí na Bienal; quero saber quando e onde será o lançamento aqui em Macapá? Bjs a todos vocês aí.

  • Alcinea, estou no Laboratório de Informática da Escola Castelo Branco com meus alunos do 3o. Ano do Ensino Médio passeando pela Bienal. Quão admirável a participação do Amapá, de nossas crianças que já são verdadeiras poesias, e de toda a turma do Amapá. Meus alunos estão admirados com o potencial da Literatura do Amapá.
    Parabéns a todos e todas.

  • Fico extremamente feliz por vocês e sinto um orgulho enorme por saber que a poesia amapaense está sendo bem divulgada, por saber que o Boca está fazendo bonito em São Paulo!

  • Estou muito feliz pelo sucesso de vocês na Bienal e eventos paralelos. Esse modelo de edição ficou bacana, bjs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *