Caneta Dourada

Caneta dourada
Alcinéa Cavalcante

A caneta dourada
que tu me deste
naquela tarde
feita de esperanças
guardei-a no baú
onde coleciono
tuas lembranças.

É com ela que escreverei
o poema do teu regresso.

Não sei quando
não sei onde
nem sei se

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.