Chá da tarde

Lavrador
Gûlval

Cada pessoa tem de mim
O que planta em mim.
Se gostas do que colhe,
é porque tens boas sementes.
O solo da minha persona
Pouco ou nada interfere
na qualidade do fruto!
O mérito é apenas…
Do Lavrador!

( Gûlval, jovem poeta amapaense, faz parte do grupo poético Pena & Pergaminho, que reúne sempre na primeira sexta-feira do mês, a partir das 19h no Centro Cultural Franco-Amapaense. Mais poemas de Gûlval você lê no blog Espírito na Carne, clicando aqui)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *