Chá da tarde

I

“Necessário ainda
o gesto de ternura enxugando
a alma do silêncio
lídima dor de não ser trigo
quando bocas clamam pelo pão”
(Trecho do poema “Chegando”, de Alcy Araújo)

II
“Aqui está a minha mão e está o meu cântaro.

Vem comigo.
O caminho não terminou,apenas ficou mais longo.
Bebe, meu irmão.
Mata tua sede sem me agradecer
que eu não sou o bom samaritano.
Sou um simples viajor
em busca dos horizontes do Pai”
(Trecho do Poema do Viajor, de Alcy Araújo)

III
“Uma dama caridosa da sociedade
entendeu muito bem
o que dizia o santo homem.
Mas o menino órfão
que só dois anos incompletos tinha
chorava com fome sem entender nada”
(Trecho do poema Quadro, de Alcy Araújo)

IV
“Meus Deus
olha essas dores por aí.
Sensibilidade de Deus
olha o poeta sofrendo a noite de todas as noites
quando são perdidas todas as esperanças
e o poema é apenas um modo de sofrer”
(Trecho do poema Reversando, de Alcy Araújo)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *