Chá da tarde

PERFEITO
Rocha Filho Poeta Ribeirinho
A beleza está nos olhos de quem a vê,
Nunca num porte físico ou na plástica.
A arte de ver e perceber a beleza,
Assim como reproduzi-la é um dom,
Que vem do berço com o indivíduo,
E que se desenvolve com o tempo,
Quem busca sempre a encontra,
Pois a beleza vive sempre a viajar
No espaço de um olhar para outro,
Não se encontra em lugar nenhum,
Pois a beleza está em todo lugar,
Em tudo que há e que se possa ver,
Das telas e pincéis, maravilhosos,
Nas mãos do meu amigo Wagner,
As letras de cada texto, delicioso,
Regado pela poeta Alcinéa Cavalcante,
Até por onde alcançam aquelas lentes
Encantadas por Camila Karina Ferreira,
Estes que desbravam a beleza incurável,
Desta terra das bacabas tucujuara,
E que ainda contaminam estes olhos,
Falo usando aquele dito popular
– “Que a terra ainda há de comer” –
Deste humilde poeta um tanto ribeirinho
Que lhes é fã… Incondicional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *