Chá das cinco

Rosa sangrando
Alcy Araújo

A rosa sangrava
como um poeta.
Uma rosa atropelada
por passos apressados
de operários na calçada.
A rosa sangrava
defronte do anúncio luminoso
amenizado pela luz da manhã
que nascia do mar.
Era uma rosa rubra
sangrando
sem jardim
sem mão mulher
sem os cabelos de Izaura.
Nunca mais esqueci
aquela rosa sangrando
como um poeta bêbado
despetalado na calçada.
(Do livro “Jardim Clonal”

  • CONVOCAÇÃO

    Convocamos os Servidores Assistentes e Auxiliares do Grupo Gestão do Governo do Estado do Amapá, para uma importante reunião, com o Senador Gilvan Borges e Representante do Governo, no dia 11 de junho de 2010 (SEXTA FEIRA), às 19 horas, local Museu Sacaca.

    PAUTA:

    – NEGOCIAÇÃO SALARIAL (EQUIPARAÇÃO).

    Vlamir Luiz de Jesus Moreira
    Presidente da ASSERVIGEST

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *