Chá das cinco

Beijo Divino
Graça Penafort

Manhã chuvosa
Lágrimas do céu caem sobre nós.
O coração desconhece a dor e a alegria.
Só os sentidos falam.
Entre o verde repousante,
bela, glamurosa, delicada,
abre-se à Luz a perfeição do Universo.
Limito-me a contemplá-la.
O impulso é devastador: arrasta-me!
Meus lábios tímidos procuram as pétalas molhadas.
Isso basta.
Um quase imperceptível perfume desperta-me à poesia.
É o beijo divino na minha boca profana.

  • Selma, Edelzinha e Cleo: três pessoas queridas!
    Obrigada por suas palavras.
    Obrigada Nea (outra queridíssima) por colocar esta tentativa de poema no seu Chá das cinco.
    Abrações e beijocas
    Graça

  • QUERIDA, tudo bem? Amei mesmo!Que vc tenha sempre inspiração linda como essa! Beijo Divino pra vc e sua familia

  • E por falar em saudade, onde anda você, Graça? Saudade das nossas participações na Igreja Jesus de Nazaré. Parabéns pelo texto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *