Poesia na praça

O Movimento Poesia na Boca da Noite espalhou lirismo, alegria e ternura ontem na bela praça Floriano Peixoto.


 

O Movimento vem despertando nas crianças o gosto pela poesia. É tão bonito e gratificante ver e ouvir Júlia, Aiury e Alice declamando poemas infantis
Julierme declama um poema de seu pai, Lindoval Souza, feito em homenagem ao professor Munhoz. Lindoval Souza é historiador e professor aposentado. Mora em Fortaleza e de lá acompanha pelo blog o Movimento Poesia na Boca da Noite

 

Essas meninas chegaram assim, logo arrasando, e deram um show declamando “Bailarina”, de Cecília Meireles

Na próxima sexta-feira, 27, estaremos na Praça da Conceição, no bairro do Trem. Vá logo separando suas poesias ou dos seus poetas preferidos e participe com a gente do Movimento Poesia na Boca da Noite.

  • Olá, sou acadêmica do curso de letras francês no Iesap, assisti uma palestra contando um pouquinho sobre o projeto e fiquei realmente apaixonada pela ideia. Infelizmente não componho poemas, porém amo ler e recitar. Adoraria participar algum dia do projeto Boca da Noite. Parabéns pela iniciativa, esta é uma forma de aproximar as pessoas do mundo fascinante da poesia. Abraços.

  • QUERIDA ALCINÉIA,ADOREI SUAS DECLAMAÇÕS E O PROJETO POESIA NA BOCA DA NOITE, VC’S SÃO ÓTIMOS,GOSTEI MUITO PARABÉNS!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  • Querida Alcinéa: Amei estar na companhia de pessoas maravilhosas e encantadoras como você,esse dia foi muito especial e ficará guardado em meu singelo S2 coração. Você é show de poesias e pode acreditar sou sua nova fã:)!Bjinhs…. pra vc e pra minha amiga Fernanda que me convidou!

    • Muito obrigada, Márcia.
      A Fernanda é uma pessoa muito, mas muito mesmo, importante no Movimento.

  • Alcinéa,à guisa de sugestão, peço-lhe respeitosamente, que na próxima sexta-feira (27/05/2011), antes de o início do Movimento Poesia na Boca da Noite, que todos rezemos a Oração do Pai Nosso, pelo franco restabelecimento da saúde de nosso amigo e irmão César Bernardo de Souza. César se encontra em São Paulo para se submeter à uma Séria Cirurgia nesta quarta-feira(25/05/2011) e, a gente espera que tudo dê certo se Deus quiser e, Ele vai querer. TUDO POSSO NAQUELE QUE ME FORTALECE.

  • Parabens, meu compadre Julierme! Há tempo vínhamos perseguindo junto à Néa e à Lene, uma oportunidade em seus visitadíssimos blogs, de mostrar o talento de seu pai, que muito contribuiu para a Educação de Jovens de nossa Terra e que continua a enriquecer nossa cultura. A querida e talentosa Júlinha, ao despertar da vida, já demonstra que o talento está na veia. Parabens!

    • Você precisa ver e ouvir a Julinha declamando.
      Ah, e ela já está escrevendo, viu? A menina tem talento mesmo.

  • Eu confesso que espero ansioso pela sexta-feira. E toda semana eu levo alguém comigo para conhecer a “Poesia na boca da noite”. Eu já me sinto parte do Poesia, assim como a poesia é parte da minha vida.:D

    • Você tem ajudado bastante a libertar a poesia que os jovens estavam prendendo nas gavetas.
      Continue levando os amigos.

  • Que belo e valioso trabalho dessa poeta blogueira, aqui em Porto Alegre, tem algo parecido realizado no Parque da Redenção, com o nome de Poesia na Roda.
    Aí no Amapá já não é um simples encontro, trata-se de um movimento. Disse o poeta Mario Quintana:
    O bicho,
    quando quer fugir dos outros,
    faz um buraco na terra,
    O homem, para fugir de si,
    fez um buraco no céu.

    • E com este Movimento descobrimos que o Amapá gosta muito de poesia, que havia muita gente só esperando um espaço para libertar seus versos.
      Beijos, amigo.

  • Minha querida, primeiramente quero parabenizá-la por essa linda iniciativa!!! “Segundamente”… Quando teremos uma visita aqui em Santana?? Puxa, temos muitas pessoas que tbm amam poesia por aqui… Fica o convite! Fique na paz! Bjs…

    • Estamos programando para o fim de junho ou início de julho Poesia na Boca da Noite na Praça Cívica de Santana. Que achas?

  • ola, querida parabens por essa deliciosa iniciativa, faz bem pra alma e o coração, já me vi participando dessa adoravel reuniao, espero que em breve..bjs

  • Não podemos de deixar de agradecer ao Batista e a sua esposa e companheira Ana Maria por acreditar na beleza da vida e no amor acima de tudo…
    O mundo precisa de mais pessoas como vocês dois que falam e espalham sentimentos bons por ai….que compartilham,doam, amam,enxergam a vida com mais cores,igual ao pano da vida onde sempre cabe mais um que queira compartilha emoções!!!!
    DAVIDATERRA AMO VC!!!!!
    Abraços!!!!!

  • Olá, Alcinéa!

    Parabenizo-a por tão bonita e saudável iniciativa. Fico muito feliz de ver que a cada encontro o número de poetas e simpatizantes aumenta, especialmente a criançada. Pretendo ir no próximo e levar 2 sobrinhas para que essa semente do gosto pela leitura e amor à poesia seja (re)plantada.

  • Eu e minha mãe não perdemos a Poesia na Boca da Noite, gosto dos teus poemas, “Bilhete” já decorei, gosto da Glória, do Cléo, de todos. Sexta estarei na praça da Conceição pra declamar outras poesias. Beijos pra todos.
    Jùlia- 9 anos

    • Fico tão envaidecida quando você diz que gosta dos meus poemas e acho lindo você declamar “Bilhete”.
      Nós amamos você, linda Júlia.
      Beijinhos.

    • A estrela Júlia vai longe, aciam do que podem alcançar outras estrelas. Quando faz trio com a Alice e com o Aiuri, aí então, ninguém segura!

  • ALCINEA , VERSENTIR OS COMPANHEIROS DA FORMAÇÃO CONTINUADA, DEUSA,MARA, ORIVALDO, FERNANDA E TODOS É MARAVLHOSO, SÓ ESTAVA FALTANDO O PANO DA VIDA, ESTOU COM SAUDADES DESSA GALERA. UM DIA EU APAREÇO, COM AS MINHAS GEOPOETNIAS, ABRAÇOS A TODOS/AS!

    • Já sabes: quando visitares Macapá um de teus compromissos é fazer poesia na boca da noite com a gente.

  • Esse encontro poesia na boca da noite cada vez esta melhor, no próximo encontro estarei lá. abraços

  • Alcinéa, estamos vendo daqui de Londres como foi bonito esse novo encontro de poetas! Parabéns a todos! Desejamos que o numero de integrantes do movimento continue crescendo e espalhando a poesia pela cidade. Abraços no meu colega Julierme. bjs a todos Veneide e Daniel

  • Só uma coisa me entristece: com o final do mundo previsto para este sábado (até meia-noite conta), junto com ele vai este evento de extrema importância para a cultura amapaense.

  • Essa praça é um recanto de encanto onde mora a magia, a beleza e o silêncio. Lá a poesia nasce do lodo da lagoa e vira doces poemas. “A boca da noite” ergueu sua tenda e fez a poesia nascer das pedras e virar estrelas, numa noite não menos bela!
    Já estou com saudades! Beijos a todas e todos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *