Poeta em destaque

jo

Maria José Araújo Souza, adotou o nome literário de Jô Araújo, nasceu em Macapá no dia 19 de outubro de 1965 e desde garotinha destacava-se na escola declamando poemas. Aos dez anos começou a escrever pequenos textos poéticos que já eram utilizados nos eventos escolares. Não demorou muito para que esses poemas fossem publicados em jornais locais.

Jô Araújo morou algum tempo em Belém e publicou vários trabalhos, e participou com êxito de diversos  concursos literários.

Dona de um estilo muito pessoal, costuma enveredar com mestria pelos caminhos de um lirismo amoroso que tornam seus textos dignos de atenção, como pode ser observado em seu Livro de Poemas “Pedra Fundamental”  lançado na Grande Noite Lítero-Musical em julho de 1997.

Economista de formação, também atua na área da construção, pois, é técnica em edificações, porém, seu sangue pulsa mais forte quando se depara construindo um novo poema, daqueles que chegam de mansinho implorando para existir. Como este:

Polinização
Senti teu amor salivando
o céu da minha boca
Seiva quente dentro de mim
escorregando
me deixando louca…

Se os verbos ficaram aprisionados
os gestos apaixonados
romperam meus lírios
num ciclone de delírios

Mãos nas mãos…
Contra teu peito
meus seios comprimidos
e então não houve verbos
só gemidos

Foi então, que nos unimos
de fato e de direito
e nossos corações feito sinos
repicaram dentro do peito.

E como um vulcão
pleno,  borbulhante em erupção
explodimos em lavas liquefeitas…
prazer absoluto
momento impoluto
em que  polinizas minha flor
com o pólem do teu amor.

  • Gosto muito da obra da escritora Jô Araújo, são poemas que tocam o mais profundo do ser de quem lê . Justo de um enorme reconhecimento, parabéns !

  • Maravilhoso trabalho, justo de reconhecimento e prestígio. Uma grande poeta presente em nossa região e suas obras com certeza merecem o devido destaque!

  • Justo reconhecimento a esta nobre escritora que sabe expor sentimentos tão complexos em poemas, poemas esses que nos fazem refletir se não foram feito para nós mesmo.

Deixe uma resposta para Lene Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *