Marven Franklin, o poeta da fronteira, é homenageado no Pará

O poeta Marven Junius Franklin, conhecido como  “Poeta da Fronteira” (ele mora em Oiapoque, município que faz fronteira com a Guiana Francesa) será homenageado no próximo dia 28 em Belém. Ele receberá o prêmio   Destaque da Literatura do Extremo Norte, durante o XXXV Baile dos Artistas.

Ele já tem no currículo premiações importantes do cenário literário como o III Prêmio Henrique José de Souza de Literatura, Concurso Literário de Presidente Prudente, Concurso Nacional Novos Poetas e Concurso de Poesias da Academia de Letras, Artes e Ciências Brasil de Mariana (MG), entre outros.

Autor do livro “Oiapoque in Blues”, o poeta retrata em seu trabalho a materialização de uma fronteira imaginária, que se concretiza aos olhos do leitor graças à sua poética ficcional. Grato por ser reconhecido mais uma vez fora do Amapá (ele é paraense mas há anos mora no Amapá), ele ressalta que a homenagem é uma realização pessoal e uma contribuição para a literatura produzida no norte do país. “Estou grato por fazer parte de um evento que já é consagrado no cenário paraense. Essa é uma das muitas alegrias que a poesia me proporciona”, declarou Marven Franklin.

(Texto: Ana Anspach – Fotos: página pessoal de Marven no Facebook)

(Nota – Eu fico muito feliz com essa homenagem ao Marven. Ele merece e engrandece a literatura produzida no Amapá. Já li, reli e recomendo seu livro “Oiapoque in blues”. Se você ainda não leu pode adquirir direto com o autor acessando sua página no Facebook https://www.facebook.com/pg/Marvenpoeta/photos/?ref=page_internal )

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *