Um poema de Bruno Muniz

Eu sei dizer poema o dia todo
Bruno Muniz
Eu sei dizer poema o dia todo,
feito o grilo tagarela,
sem arreios, fios ou freios.
As veias vão à frente dando num pequeno lago
(ideia natal do poeta)
onde as raízes davam nó, o sertão poça e as flores casca,
e onde os beirais desfiam e abre uma curva em que se escoa um sangue cor-de-rosa à margem, como plumas, meu instrumento mais usual do dia.

Bruno Muniz é advogado, poeta e letrista. Tem dois livros de poesias publicados (“Cem versos putos sobre mim” e “Depois vá ver o mar”) e participa de diversas coletâneas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.