Um poema de Raquel Braga

O moleque
Raquel Braga

No mundo girante
Gigante de sonho
O menino caminha
Pra longe de tudo.

Menino – cuidado!
O mundo é gigante
E girante derruba
Teus planos de éter.

Coloca, menino,
Teus pés no caminho
De volta pro ninho
De quem não te esquece.

(Da coletânea “Poemas, poesias e outras rimas”)

  • Texto com versos curtos…recheado de emoções perante a metafórica relação com algo imenso…
    Coisas que ha em nossa mente sente das coisas de infância…
    Ha uma voz interior neste poema que se refere-se ao nosso ponto
    De autoridade de nossos pais…
    Assim senti ao ler este poema.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *