Uma poesia de Maria Áurea

Alexandre Vaz Tavares
Maria Aurea dos Santos

Nosso destino é traçado
Por diversas marés.
Nos altos e baixos da vida
Aguerridos, sempre de pés.

Alexandre Vaz Tavares
Alcançou também seus pilares
Hoje lisonjeado,
Pioneirista considerado.

Retrata a história e a memória.
Filho de Antônio e Florianda.
De berço amapaense
Fruto Tucujulense.

De estudante a doutor
Político, professor
Como poeta se fortaleceu
Quando ”Macapá” escreveu.
Para homenagear com fervor
A terra onde nasceu.

Em 08 de agosto
Dia da poesia.
Com grande primazia
Estamos a laurear
Este poeta do Amapá.

À todos os escritores
Que em suas composições.
Sintam-se inspirados
Nesse patrono estimado.

(Em 04/08/18 às 9:00h
Autora: Maria Aurea dos Santos)

  • Euzinha Maria Aurea fico feliz a cada
    Composição Poetica que destaca um pouco desse lindo lugar que é o Amapá. Contar suas histórias em versos, exaltando as pessoas e a cultura sem par chega ser desafiador e prazeroso.E poder escrever algo sobre Alexandre Vaz Tavares, patrono estimado é um ato de gratidão por tudo o que ele significa pra cada poeta e para o legado da literatura amapaense.Poder ver uma de minhas composições poéticas nesta rede social é sinal de valorização do nosso trabalho e só tenho a agradecer à minha querida confreira Alcinéa Cavalcante, poetisa mui considerada por todos. GRATIDÃO!
    .

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.