Incompetência dos governantes atravanca o desenvolvimento do Amapá, diz o senador Davi Alcolumbre

Juntos de novo: Clécio, Davi e Randolfe

“O que atravanca o desenvolvimento do Amapá é a incompetência dos governantes”, diz o senador Davi Alcolumbre (DEM), cujo nome é o indicado para disputar o governo por um arco de alianças formado por mais de dez partidos, entre os quais REDE, PSOL, PSDB, PP, Avante e PPL.

E essa incompetência, assegura o senador, não é apenas do atual governo, mas vem se arrastando há décadas capitaneada  pelo PSB e PDT, que desde 1995 se revezam no governo do Amapá.

“É um disco que precisa ser mudado. Já conhecemos toda a cantilena, melodia e arranjos tanto do lado A como do lado B desse disco. Um disco que, apesar de todo esse tempo, não consegue entrar no hit parade do desenvolvimento”, compara Davi. E enfatiza: “Este ano temos a oportunidade de uma nova alternativa para mudar esse disco.” E essa alternativa é ele, que a dez meses da eleição já conta com o apoio de mais de dez partidos, expressivas lideranças políticas em todos os municípios, além, claro, do colega Randolfe Rodrigues, tido como um dos melhores senadores do Brasil, e do prefeito de Macapá Clécio Luís.

“O PMDB não cabe no nosso arco de aliança. O PMDB é Waldez Góes”

Davi faz questão de dizer que neste arco de aliança não cabe o PMDB de Temer, Gilvan Borges e Sarney.
Como assim se ele é vice-líder do governo Temer no Senado? Ah, mas aí a história é outra. O apoio a Temer em Brasília é em troca de recursos para o Amapá. “É a possibilidade que temos de viabilizar recursos federais para o nosso estado”, justifica e assegura que o Amapá nunca recebeu tanta grana do governo federal como nos dois últimos anos. Como exemplo ele cita R$ 100 milhões para o hospital universitário (emenda impositiva de bancada), o desbloqueio de recursos que garantiram a construção do residencial Jardim Açucena, que será inaugurado em fevereiro pelo Ministro das Cidades, R$ 70 milhões para finalmente desempacar a obra do aeroporto internacional de Macapá, dentre outros valores menores. “Apoio Temer porque tem compensação para o Amapá. É bom que fique bem claro que não sou PMDB e no Amapá o PMDB é Waldez Góes, faz parte do governo do PDT”. Ele conta que tão logo Temer assumiu a presidência ele avisou: “Não contem comigo se não olharem para o Amapá”.

No Senado minha pauta é o Amapá”

Insistindo na incompetência dos governantes, Davi diz que nos últimos 10 anos o estado perdeu cerca de R$ 1,5 bilhão “por pura incompetência”. Há seis anos, por exemplo, ele destinou uma emenda de R$ 5 milhões para construir e equipar o quartel da Polícia Militar em Santana. O dinheiro ficou dois anos na conta do governo e foi devolvido porque o governo não se deu ao trabalho de regularizar junto ao cartório o terreno onde o quartel seria construído. Um absurdo.  Recentemente o estado perdeu R$ 114 milhões para obras de saneamento.

“Não dá mais para continuar assim. É preciso mudar”. Ele se julga preparado para governar. Diz que essa candidatura vem sendo construída há tempos e que não lhe falta maturidade. Ingressou na política aos 22 anos de idade sendo eleito o vereador mais votado de Macapá, exerceu três mandatos de deputado federal e está na metade do mandato de senador, assim considera que conhece todos os caminhos onde buscar recursos para o Amapá, tem trânsito livre nos ministérios e tem experiência em gestão, uma vez que foi secretário municipal além de executivo de empresa privada.

SENADO
Este arco de alianças terá dois candidatos ao Senado. Um deles é Randolfe Rodrigues, claro, que tentará a reeleição. A segunda vaga ainda não está definida. Em princípio seria de Lucas Barreto que, segundo Davi, deu sinais que não queria aliando-se a Waldez Góes, assim foram intensificadas as conversas com o senador João Capiberibe (PSB), procuradora Ivana Cei, ex-deputado Bala Rocha e com o empresário Jaime Nunes. Um deles ocupará a segunda vaga.
Davi acredita que esta coligação fará dois senadores.

  • Acredito que qualquer pessoal alfabetizada lendo o texto conclui que e mais do mesmo, a incoerência e latente, como pode ser vice líder do governo em Brasilia e diz que não apoia o Presidente. Claro que se no fim so tiver ele e os dois antigos, ele pode ser a melhor opção, mas querer vender como coisa nova nao existe, mas como coerência nao e o forte aqui, DEM com REDE e PSOL, tudo pode esperar, agora so nao vai da para ouvir depois dizer que nao sabia que o DEM so tem bandido, como o PT hoje fala do PMDB

    • Robson,
      Não vejo incoerência em ser em Brasília líder da base do governo federal e aqui não querer o PMDB de Gilvan no seu palanque e renegar o Temer.
      Se o preço para ter recursos destinados para o desenvolvimento do Estado, for ter que apoiar em Brasilia o Governo Federal, que seja.
      Tem remédios que são amargos, mas que deve-se tomar para ficar curado.
      Há um ditado antigo que diz: “Farinha pouca, meu pirão primeiro”. Neste caso se a forma de agilizar e canalizar o envio de recursos para o desenvolvimento do Estado for apoiar em Brasilia do Governo, que seja, quero ver o desenvolvimento do Amapá, assim como muitas pessoas deste estado.
      Não vejo incoerência em ver DEM, REDE e PSOL juntos, em alguns momentos pra se interromper o revezamento dos grupos dos PDT’s e PSB’s no poder, alianças pouco prováveis para alguns são possíveis e dessa leitura só os radicais ou os componentes dos grupos que se revezam se negam aceitar ou entender.
      Do DEM não se pode dizer que só tem bandido, mas do PT e PMDB já não se pode dizer que não sabe, que o diga a Lava-Jato.

  • É Bom falar quando a pessoa está longe e não pode se Defender. Quero só refrescar sua memória Senador Davi,quando o Senhor estava no porto grande na época da sua eleição, falaste que assim que o senhor chegasse em Brasília lutaria para fazer o Estado Crescer e o Senhor Dizia que independente do Governo que saísse vitorioso .Pois bem eu pergunto, o que o senhor fez para o Estado Crescer como Senador. Porque não lutasse pelo Perdão da Dívida da CEA que o Estado está pagando os 4 Bilhões de Reais que estão fazendo falta para o Estado.Porque o Senhor não lutou para o Estado Receber as Medidas Compensatória pela Criação do Parque das Montanhas do Tumucumaque que inviabilizou o nosso Estado de Explorar as Riquezas Minerais que lá se encontram no Subsolo. Quero novamente refrescar sua memória e perguntar ao Senhor porque não lutasse pela Liberação da RENCA onde 4 grandes empresas estavam prontas para serem emplantadas no Estado e que gerariam mas de 80.000 empregos diretos e indiretos, sem falar na Soja que o senhor foi falar no exterior que era melhor deixar o Serrado intacto. Não quero acreditar que o senhor sendo Amapaense esteja torcendo quando pior Melhor para aparecer amanhã dizendo que vai fazer isso é aquilo. Porque que o senhor não lutou para que a Anglo American recostruisse o porto de Santana, e também a revitalização da ferrovia. Eu pergunto porque os Senadores do Estado do Pará estão sempre lutando pelo crescimento do Pará. Senador Davi primeiro construa sua casa começando pela Fundação , não pelo telhado,,,Eu sei que um dia Sua Vez Vai Chegar, pois então faça por onde, começe a fazer sua Casa pelos alicerces. Tantas riqueza que o Estado do Amapá tem em seu Subsolo e ao mesmo tempo somos pobres. Lute pela liberação das Nossas Áreas para a exploração das nossas Riquezas Minerais e Florestais. Já que o senhor não sabe , quero informar que o Estado do Amapá é o Estado mas privilégiado do Brasil, é só atravessarmos o oceano Atlântico que estamos de cara para os comércios Europeus e Asiático, Volto á Repetir sua Vez vai Chegar mas para isso reflita o que o senhor Fala do Gestor Amapaenses o Governador Waldez Góes chamando-o de Incompetente. Pelo que sei os Maiores Estados da federação como São Paulo, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Mato Grosso e Santa Catarina, parcelaram os Salários dos servidores em 5 Vezes, sem contar que até o Décimo Terceiro do ano de 2016 não foram pagos até agora. Não seria melhor o senhor lutar primeiro pelo Crescimento do Estado.E olha eu tenho certeza absoluta que Quando chegar a sua
    vez você receberá um Estado De Céu de Brigadeiro, porque a gente só conhece um Bom agestor é nos momentos de Crise e o Governador Waldez tem feito muito com poucos recursos que são repassados pelo governo Federal, eu pergunto porque que o Deputado Vinícius foi quem mas direcionou Recursos para o Desenvolvimento do nosso Estado, não seria o inverso ou será que o Senhor está lutando para quanto pior Melhor.

    • Gilvan seu nome, só falta ser também do PMDB do outro.
      Realmente após ser eleito o Davi trabalhou pelos interesses do Amapá e não de grupos como PDT e PSB que se refezam no poder. Tanto que inúmeras emendas foram destinadas para o estado, tanto para as prefeituras dos 16 municípios, como também para o próprio governo do estado.
      O que não pode acontecer é se conseguir emendas e os recursos serem devolvidos por falta de compromisso com o desenvolvimento ou até mesmo por incompetência do executivo, como no exemplo da devolução de recursos para a ampliação e reforma do batalhão da polícia militar do estado em Santana.
      Quando você pergunta o que o senador fez, mostra que você está companhando qualquer mídia, menos as mídias do estado ou você se emprenha só pela rede sociais que tornaram-se a “meca” dos fake news?
      Só para refrescar sua memória, quem foi mesmo que articulou junto com o Senador Randolfe verbas para a construção do Hospital Universitário?
      A dívida da CEA foi criada pelos governadores Capi’s e Waldez e de uma hora pra outras vocês acha que o senador iria conseguir o perdão, acredito que ele não é Deus. Espere que ele vai conseguir coisas palpáveis e prometer para conseguir.
      Sobre a criação do Parque do Tumucumaque, o mesmo foi criado em 22 de agosto de 2002, (https://pt.wikipedia.org/wiki/Parque_Nacional_Montanhas_do_Tumucumaque) neste ano o Davi era vereador mais votado de Macapá em final de mandato e queria que ele exigisse compensações ao estado pela criação do parque, você só pode ser desinformado ou estar de brincadeira.
      Sobre a RENCA, porque ele não lutou pela criação, o estado é o mais preservado do país e desenvolver sem sustentabilidade, não é gerar desenvolvimento e sem enganar a população, cobre do Sen. Capi que é o maior defensor do desenvolvimento sustentável.
      Sobre a Soja, deve-se sim criar condições para produção, porém os benefícios deve atender toda cadeia produtora e principalmente a população com a geração de empregos e não atender apenas aos produtores, sem contar no desmatamento.
      Quanto ao porto de Santana, e também a revitalização da ferrovia, cabe a iniciativa privada assumir os investimentos, cabendo ao senador criar alternativas para viabilizar a instalação de grupos empresariais investidores no estado.
      Comparar a atuação do senador com a atuação do Senadores do Pará você só deve novamente tá de brincadeira, como Senador Paulo Rocha do PT??? Ou o Senador Jáder Barbalho? ou o Senador Fecha Ribeiro??? todos já presos por operações da Polícia Federal em diferentes épocas? O que esses senadores fizeram bem foram enriquecer a custa do dinheiro público e contribuírem para a concentração de renda no Pará.
      Você diz que o seu governador Waldez com poucos recursos teve de parcelar os salários dos servidores do estado, assim como outros estados maiores em desenvolvimento fizeram, o interessante que a Prefeitura de Macapá com menos recursos que os do estados conseguiu pagar os servidores sem ter que parcelar os salários.
      Mai uma brincadeira sua dizer que uma se eleito irá receber o estado em céu de brigadeiro, que céu é este que as contas do estado estão descobertas em mais de R$ 350 milhões????
      E por último dizer que o Deputado Vinícius foi quem mas direcionou Recursos para o Desenvolvimento do nosso Estado, não passa de mais uma demonstração de desinformação sua e mesmo que fosse verdade não justifica este deputado ter tido presença em 2017 em 68 das 118 sessões, como pode-se ver uma presença pífia (http://www.politicos.org.br).

  • EXISTE MUITA SACANAGEM E POUCA SACANAGEM, O QUE ESSE SENADOR FAZ PELO MEU QUERIDO AMAPÁ É MUITA SACANAGEM . NÃO SEI SE MEU POVO TÃO ORDEIRO MERECE ESSE SENADOR SER POSTULANTE AO CARGO DE GOVERNADOR. É MUITA SACANAGEM VOTAR NESSE CARA.

    • Jorge,
      13 milhões de desempregados, pra você é pouca ou muita sacanagem?
      Postos de trabalhos fechados no Amapá, pra você é pouca ou muita sacanagem?
      Falta de remédios para doente terminais e pacientes alojados nos corredores dos hospitais no Amapá, pra você é pouca ou muita sacanagem?
      Recursos destinados de emendas parlamentares destinados aos estado que são devolvidos por mera Incompetência ou falta de compromisso com a população do estado, pra você é pouca ou muita sacanagem?
      A violência que assola o Amapá, com a existência de Grupo de Extermínio e a cúpula da Segurança Pública não vem à publico esclarecer a sociedade e nem tão pouco dá a devida resposta no combate ao crime organizado já instalado no estado, pra você é pouca ou muita sacanagem?
      O parcelamento de salários dos servidores estaduais, com desculpa de que é devido à crise econômica, que pasme não é a mesma crise econômica que passa a Prefeitura de Macapá, que não precisou parcelar salários, pra você é pouca ou muita sacanagem?
      Uma Assembléia Legislativa Estadual que legisla em benefício próprio, pra você é pouca ou muita sacanagem?
      Ter uma bancada parlamentar de deputados federais, tão pequena e tão indiferente aos anseios da população, onde o interesse particular sobrepõe aos interesse coletivos, pra você é pouca ou muita sacanagem?
      Lutar para reformar e coibir a manutenção de privilégios em salários e aposentadorias com valores exorbitantes em detrimento das pessoas mais humildes que tem que viver com salário minimo, pra você é pouca ou muita sacanagem?

      • olá boca do INFERNO:sr Gregório de Matos
        o que o o sr GILVAN MIRA PANTOJA ESCREVEU NO DIA 17 DE JANEIRO DE 2018 , COM RELAÇÃO AO TEU SENADOR DAVI , VC ACHA QUE É POUCA OU MUITA SACANAGEM ? NÃO ESQUEÇA QUE A VIDA É UM SONHO E SE SONHA ATÉ DEPOIS DA MORTE OU NÃO ?

        • Que bom saber saber que você reconhece um autor do período barroco, me dera, mas sou apenas um homônimo…
          E quanto ao “meu sanador” ele é senador de todos que já entenderam que ficar nesse jogo de ping-pong (PDT X PSB), não chegaremos ao desenvolvimento.
          Sobre o teu colega Gilvan o escreveu em 17/01/18, não acho que seja nem pouco e nem muita sacanagem, acho muita desinformação com citações sem o devido conhecimento e despreparo nas afirmações, coisa que uma reles pesquisa na rede de computadores esclareceria e possibilitaria maior conhecimento ao Gilvan.
          Quanto ao sonho, sonha-se apenas em vida, não tenho conhecimento que after death
          sonhamos.
          Me responda ai:
          13 milhões de desempregados, pra você é pouca ou muita sacanagem?
          Postos de trabalhos fechados no Amapá, pra você é pouca ou muita sacanagem?
          Falta de remédios para doente terminais e pacientes alojados nos corredores dos hospitais no Amapá, pra você é pouca ou muita sacanagem?
          Recursos destinados de emendas parlamentares destinados aos estado que são devolvidos por mera Incompetência ou falta de compromisso com a população do estado, pra você é pouca ou muita sacanagem?
          A violência que assola o Amapá, com a existência de Grupo de Extermínio e a cúpula da Segurança Pública não vem à publico esclarecer a sociedade e nem tão pouco dá a devida resposta no combate ao crime organizado já instalado no estado, pra você é pouca ou muita sacanagem?
          O parcelamento de salários dos servidores estaduais, com desculpa de que é devido à crise econômica, que pasme não é a mesma crise econômica que passa a Prefeitura de Macapá, que não precisou parcelar salários, pra você é pouca ou muita sacanagem?
          Uma Assembléia Legislativa Estadual que legisla em benefício próprio, pra você é pouca ou muita sacanagem?
          Ter uma bancada parlamentar de deputados federais, tão pequena e tão indiferente aos anseios da população, onde o interesse particular sobrepõe aos interesse coletivos, pra você é pouca ou muita sacanagem?
          Lutar para reformar e coibir a manutenção de privilégios em salários e aposentadorias com valores exorbitantes em detrimento das pessoas mais humildes que tem que viver com salário minimo, pra você é pouca ou muita sacanagem?

          Abraço.

  • Esse fala de incompetência, e eu falo de traidor do povo, vendeu o povo em troca de dinheiro. Tu vai ver senador corrupto o tamanho da derrota nas urnas, não só nesta eleição, mais muito na tua reeleição ao senado. Duas taças consecutivas.

    • Releia Joelson a matéria algumas vezes, acho que não compreendeu o leu. Eu sei que é difícil para alguns, mas se é assíduo leitor deste blog com certeza é inteligente e irá compreender ao final das leituras.

  • Parabéns, Senador Davi. Creio que com sua Eleição ao Setentrião, haveremos de testemunhar uma Gestão voltada ao crescimento e bem estar da população, nos moldes (penso) do que ocorre no município de Mcp – que, apesar de todas as adversidades, tem o reconhecimento da população. Parabéns ao Prefeito Clécio Luis e seus colaboradores & também aos Senadores Davi e Randolfe – que muito fazem para facilitar a vida dos gestores públicos do Estado.

  • Faz-me rir!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    Essa faz até “boi dormir” e sonhar sonhos sonhados.
    Porém, não sou boi!!!
    A sua digital está impressa nessa “bandalheira” em que transformaram o Brasil

  • A incompetência de todos começando pelos nossos governantes q só prometem e não fazem
    Dos senadores e deputados federais q só gastam nosso dinheiro e só aparecem e tempo de eleição dizendo q fez algo pelo nosso estado

    • Edson,
      Até concordo que 70% dos parlamentares só gastam e não trabalham o deviam em prol da população.
      Porém sem paixões partidárias, faça uma releitura de quem realmente trabalha pelo Amapá.

  • Primeiro parabenizar os três o prefeito Clécio Luiz, Os Senadores Randolfe Rodrigues e Senador Davi, Que continue com estes relevante trabalho para a população amapaense, O povo precisa de políticos assim como eles que luta briga no bom sentindo.

  • Muito bem colocado,senador Davi!Evidencie seu envolvimento com o Amapá será bem maior se for eleito Governador do Estado,já que estará no local e poderá ser cobrado de perto pelos amapaense. Sua Família está toda no Estado.Seria bem mais fácil se continuasse Senador Federal ,acomodado,sem o stress de disputar uma eleição para Governador do Estado do Amapá,não?
    Parabéns 🎈🎊🎉!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *