Eraldo Trindade na Defenap

Ex-deputado federal Eraldo Trindade aceitou convite do governador Camilo Capiberibe e já assumiu cargo de defensor público no governo PSB.
Advogado,  engenheiro florestal e radialista, Eraldo foi secretário de Meio Ambiente da Prefeitura de Macapá na gestão Roberto Góes e é dono da Rádio Cidade.
Fez um bom trabalho na PMM.

  • P.Q.P. Só me faltava essa! Ei, CAPI, dá um PETELECO no COCURUTO desse teu filho aí, senão ele vai afundar o BARCO DO PSB!!!

  • O que me surpreende é que esses elogios ao trabalho do Eraldo só vieram agora.Quando ele ocupava as Secretarias nunca vi nehum comentário favorável a sua gestão.Pelo contrário só via críticas a PMM como um todo.E agora que está na fileira do governador recebe elogios.Pelo pouco que o conheço percebo que é estudioso e dedicado e pode desempenhar um bom trabalho em qualquer cargo que ocupe,independente do gestor que o nomeie.Povo,vamos guardar o mínimo de coerência.

  • Complementando, o Eraldo não foi um bom gestor, muito menos um bom servidor público, pois tinha o dever de denunciar o que estava acontecendo na gestão do RG, portanto não sabe se comportar com tal responsabilidade.
    Errou o Governador Camilo e errou muito.

  • POLÍTICA e NEGÓCIO, simplesmente.
    O que acontece é o interesse do governo em eliminar um forte obstáculo, pois o Lobato é inteligente e sabe como atingir a atual gestão estadual.
    O Eraldo agiu como empresário, eliminou um entrave para arrecadação financeira da sua rádio, mas soube negociar politicamente.

  • Então alguém fez um bom trabalho na gestão municipal que passou? hum..Levei o mesmo susto quando sintonizei a rádio.

  • Um dos pontos positivos dessa indicaçao foi a troca do programa da radio cidade pela manha….os que estavam la ja foram tarde..
    Quem ganhou foi a imprensa.

  • Pirapaznunkeromais!!!!! O cenario e a novela:os mesmos, só mudam os atores. Não se espantem se, nos proximos dois anos, o Bob goes seja secretario de finanças do ESTADO.

  • Hoje pela manhã, liguei o rádio na 101.9 de propriedade do Sr. Eraldo Trindade, pois neste horário é o um programa apresentado pelo Adv Carlos Lobato. E prá minha surpresa tava lá, o Paulo Silva e o Domiciano.
    Então fui cauteloso em saber se não estava na sintonia errada.
    Parece que agora que estou entendendo: (…Paulo Silva e Domiciano na rádio 101.9 e o Sr. Eraldo Trindade assume um cargo na DEFENAP).
    Uma coisa é certa, Eraldo Trindade tem competência para qualquer cargo na esfera administrativo. Boa sorte e bom trabalho.
    Aliás, era o único secretário do ex-prefeito RG que dava a cara pra “bater” !
    Bom dia ai!

    • Olha so…..aconteceu a mesma coisa comigo….a parte boa foi que aquele trio sumiu desse horario radiofonico pelo menos por enquanto….

  • O MPF INSTAROU INQUÉRITO CIVIL PÚBLICO PARA APURAR SUPOSTAS IRREGULARIDADES NA DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DO AMAPÁ, TENDO EM VISTA A OMISSÃO DO GOVERNO LOCAL NO QUE TANGE À PROMOÇÃO DE CONCURSOS PÚBLICOS PARA O CARGO DE DEFENSOR PÚBLICO ESTADUAL. Será que isso resultará em alguma coisa.?!
    >>> http://www.correaneto.com.br/site/noticias/36125

  • Se alguém souber, responda-me. Por que não nomear funcionário do quadro de Advogado do Estado, já concursados há mais de 10 anos, e que desempenham a função de Defensor Público desde então? Conheço defensores que carregam coordenadorias nas costas e nunca foram prestigiados. Será que esses cargos sempre serão ocupados por apaninguados políticos?

  • Parabéns Governador Camilo Caspiberibe por ter escolhido o grande profissional Eraldo Trindade para assumir esse cargo público na Defensoria Pública do Estado do Amapá. Eu tive a oportunidade de conhecer o Eraldo Trindade quando era Secretário Municipal na gestão do ex-prefeito Roberto Goés, torna-se importante salientar que o Eraldo Trindade fez excelentes trabalhos a frente das secretarias municipais que esteve como gestor na gestão passada da Prefeitura Municipal de Macapá.

  • Na verdade o cara não é defensor público. Ele aceitou um cargo de chefia dentro da DEFENAP. Um cargo de confiança. Portanto não exige concurso. Como o nome diz, é para alguém em quem o gestor confia.

  • O interesse individual ainda se sobrepõe ao interesse coletivo. Continuam as velhas práticas de colocarem pessoas por interesse políticos em cargos que deveriam ser providos por concurso público, como é o cargo de Defensor Público, conforme toda a legislação e Constituição Brasileiras. Criem vergonha! Façam concurso!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *