Governo anuncia que fará parceria com a Prefeitura

“Enquanto o Randolfe não disser claramente, aqui, que não vai concorrer ao governo em 2014, vou deixar o Clécio a pão e água. Ele não vai aguentar”. A frase foi atribuída ao governador Camilo Capiberibe (PSB) e foi um dos assuntos mais comentados no fim de semana nas redes sociais, sites, jornais, feiras, mercearias, praças… Enfim em todas as rodas, a política do “pão e água” era pauta.
O primeiro a publicar sobre o assunto foi o veterano jornalista Correa Neto, que dirige um dos sites mais lidos do Amapá.
Em resposta ao Correa Neto, o  governador postou em sua página no Facebook que não precisa mandar recados ao prefeito Clécio Luís “pela simples razão de ter um diálogo franco e aberto com ele sobre a política de parcerias” e que “uma candidatura do senador Randolfe Rodrigues ao governo do Amapá é uma decisão legítima e soberana do seu partido, PSOL, e não passa nem por mim e nem pelo trabalho que podemos e deveremos fazer conjuntamente pelo povo de Macapá.
A resposta de Camilo parece até que colocou mais lenha na fogueira.  De um lado defensores do governo se mostraram contra qualquer parceria Estado/Município pregando que o prefeito que se vire para resolver os problemas da cidade; do outro lado, aliados do prefeito e os cidadãos que sentem na pele os problemas causados pela buraqueira que toma conta de Macapá defendiam a parceria em favor do povo, defendiam que se coloque os interesses do povo acima das questões partidárias -questões muitas das vezes medíocres .

Os mais exaltados passaram a divulgar maciçamente nas redes sociais a frase “Camilo odeia Macapá”, depois que o prefeito Clécio informou que esteve três vezes com o governador Camilo Capiberibe para tratar de parcerias e “até agora” não tinha recebido resposta. Enquanto esperava resposta tratou de se “virar sozinho” e conseguiu sensibilizar uma empresa para emprestar asfalto para a Prefeitura que será usado em operação emergencial de tapa-buracos que começa quinta-feira. Conseguiu também, com o apoio do senador Randolfe Rodrigues e do deputado federal Evandro Milhomem que uma equipe de técnicos da Petrobrás venha  a Macapá ajudar na busca soluções para o problema dos buracos nas vias da cidade. A equipe chega hoje.

E depois de tanto disse-me-disse nos bastidores do poder,  hoje pela manhã, ao inaugurar uma escola, o governador Camilo Capiberibe anunciou que fará parceria com a Prefeitura para asfaltar a cidade, a exemplo do que já vem fazendo com outros municípios. E mais: decidiu ceder cinco prédios para abrigar escolas municipais. Os prédios estão ociosos, a prefeitura solicitou-os há cerca de 15 dias. Hoje, Camilo informou que os prédios serão liberados para o município e que só não o fez antes porque não tinha conhecimento da solicitação. “Foi feita de secretaria para secretaria”, argumentou. E arrematou: “eu só fiquei sabendo através da imprensa”.
Deveria ter aproveitado para dar um ralho em seu secretariado. Né não?

Se Camilo disse ou não disse que ia deixar o prefeito Clécio Luís a pão e água, o certo é que o povo que não tem nada ou quase nada a ver com as picuinhas políticas  é quem estava ficando a pão e água – pão amargo e água empoçada e lamacenta. E não se acomodou. Gritou através das redes sociais, jornais, emissoras de rádio e televisão. Cobrou atitude tanto do prefeito como do governador e acabou por derrotar aqueles que, de olho em 2014, trazem pregado na testa o slogan “quanto pior, melhor” .

  • Na minha opinião a responsabilidade pelo bem esta de nossa cidade é todos nos, vou cita um exemplo o prefeito clecio fez a limpeza do canais que estavam entulhados de lixo e sujeira logo apos os proprios moradores que moram proximo do canais voltaram a jogar lixo, então penso que o problema não é do governo estadual ou municipal e sim de uma reeducação para esses moradores atraves de palestras , nesses locais mostrando a importancia de se manter esses locais limpos para saude deles mesmo, enquanto esse papo de eleição em 2014, o povo que vai julgar quem merece ser governador ou não, pois a biblia nos falar que não devemos nos preocupar com o amanhã pois só pertence a Deus.

  • Excelente matéria , que esclareçe de vez a posição correta do Governador Camilo e contribui decisivamente para jogar uma pá de cal na falsa pendenga entre o GEA (PSB) e a PMM (PSOL), que todos sabemos de onde parte e com quais interesses.
    Abs
    Alcione

    Abs
    Alcione

  • To esperando é o Clécio pagar nosso PISO. Uma pena que o SINSEPEAP nao vai fazer nada por nós da PMM. Mas a categoria municipal tá pronta pra ir as ruas se o Prefeito nao respeitar os professores que, aliás, ele é um deles. Vamos aguardar. O PISO É LEI. Na SEMED tem uma sindicalista de peso e contamos com o apoio dela. Estamos nos aprontando junto com os colegas do Estado para mais uma GREVE.

  • Sobre o ralho para o secretário estadual, acho muito primário também este secretário municipal, péssimo negociador. Muito provável que os prédios não sejam de competência da referida secretária estadual. Quanto o resto…muita frescura para o meu gosto.

  • Votei no Prefeito Clesio ate porque não tinha como votar no continuismo de Roberto Goes, mas acho que ta hora d prefeito para de reclamar e começar a trabalhar, alias ele era vereador e sabia das condições da cidade. Ou não sabia?

    • Tb acho, a PMM é responsabilidade dele(prefeito) e se Camilo prometeu ajuda o prefeito não deve ficar esperando por isto,pois Clécio foi eleito p/fazer oque prometeu durante sua campanha,que se vire,ele sabia da situação da PMM,fato.Votei nele e confio que ele fará a coisa certa.Macapá continua um horrorrrr…..,lixo e buracos(crateras) por toda parte.Outro dia achei que estava em outro planeta,melhor dizendo,na lua.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *