O que diz Waldez Góes

NOTA A IMPRENSA
Sobre a Ação Judicial de Investigação Eleitoral (Aije) ajuizada pelo Ministério Público Eleitoral (PM Eleitoral) alegando práticas abusivas nas Eleições Gerais de 2018, a Assessoria Jurídica do governador Waldez Góes, esclarece que sua eleição foi totalmente baseada nos princípios legais do processo eleitoral. E que não se utilizou das prerrogativas institucionais do cargo de governador do Estado para fazer campanha política. Inclusive, expediu decreto e uma cartilha sobre condutas vedadas a instituições e servidores públicos, durante o período eleitoral.
A Assessoria Jurídica informa que o governador respeita o trabalho do MP Eleitoral. Porém, considera as acusações infundadas e provará, dentro do processo legal do direito ao contraditório e ampla defesa, sua inocência. E continuará o seu trabalho por um Amapá melhor para todos, sempre com a finalidade de corresponder à confiança que mais uma vez o povo amapaense nele depositou.
Assessoria Jurídica Waldez Góes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *