Patetice ou abuso?

O cara é condenado por vários crimes, mas ganha o benefício da prisão domiciliar, portanto fica no aconchego da família, se alimentando bem com pratos feitos no capricho, dormindo numa boa cama num quarto refrigerado, assiste televisão  a hora que quer, toma banho com água morna, relê “Quem mexeu no meu queijo?”  (Sim. Ele gosta desse livro), aí acha que tá pouco, que merece mais, e se dana a usar celular, mesmo sabendo que é proibido.
Não deu outra. Perdeu o benefício da prisão domiciliar e volta pro Iapen.
Adeus, cama boa, comida gostosa, chuveiro elétrico, central de ar e família ao redor 24 horas por dia.

É muita patetice ou abuso.
Né não?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *