Será?

Tá na Coluna From, do jornal Diário do Amapá

Costura
Camilo confirmou estar o PSB em adiantado entendimento com os Borges — de olho num possível segundo turno.
Com o “tio” Raimundinho no pé de orelha com Reginaldo, mano de Gilvam Borges.

Visita
Camilo veio ao DA, ontem.
Confirmou candidatura e até apresentou a vice dele, a petista Dora Nascimento.
Estava ombreado com Smith (PSB) e Joel Banha (PT), ambos ratificando apoio.

  • Vejo que é possível essa aliança do PSB com o PMDB. O cupido disso é o Jorge, aliado do Camilo Capiberibe que faz vista grossa para tudo que acontece na Assembléia. Camilo e Gilvan são muito parecidos e tem ideais semelhantes em relaçao ao Amapá, pelo menos é o que dizem: os dois querem o bem da população. Se eles falam a verdade eu não sei. Não vou estranhar em ver o Camilo e o Gilvan pedindo votos juntos. Afinal de contas nunca acreditei nessa briga que eles travam na imprensa. É tudo balela ou mágoa que se vai com o primeiro sorriso. Capi e gilvan já estiveram juntos e o que mudou de lá para cá foi que ficaram mais velhos. O PMDB é um velho amigo do Capi e do Camilo. Exemplo maior é que a Fátima apoiou o camilo no segundo turno para Prefeito e tinha o Gilvan por trás também dando apoio. É tudo jogo de cena. O resto é farofa.

  • Nea, As conversas com o meu Pai (Raimundinho) não passam apenas de uma amizade que o Reginaldo e ele tem, troca de informações apenas com o Reginaldo. A amizade é APENAS com o Reginaldo, o que não significa uma aproximação com os Borges, qualquer menção a uma aliança com os Borges é única e exclusivamente factoides, não traduz o sentimento e a realidade dentro do PSB e Muito menos o meu pai esta agindo de cupido nessa estória. Volto a dizer e ratifico, o que é verdade é assumida, o que é MENTIRA é rechaÇada, e ferozmente negada. Essas picuinhas levadas por boatos ou desinformações só vem a atrapalhar o processo democrático, que tenho certeza é a intenção do melo. Mas o PSB está forte, junto com o PT e o PMN, e nada disso vai abalar a costura para ganhar o governo e levar a esse estado a mudança que sempre precisou.

  • TEXTO: Só de sacanagem.
    DE: Elisa Lucinda

    Meu coração está aos pulos! Quantas vezes minha esperança será posta a prova? Por quantas provas terá ela que passar?
    Tudo isso que está aí no ar: malas, cuecas que voam entupidas de dinheiro. Do meu dinheiro, do nosso dinheiro que reservamos duramente pra educar os meninos mais pobres que nós, pra cuidar gratuitamente da saúde deles e dos seus pais. Esse dinheiro viaja na bagagem da impunidade e eu não posso mais. Quantas vezes, meu amigo, meu rapaz, minha confiança vai ser posta a prova? Quantas vezes minha esperança vai esperar no cais? É certo que tempos difíceis existem pra aperfeiçoar o aprendiz, mas não é certo que a mentira dos maus brasileiros venha quebrar no nosso nariz. Meu coração tá no escuro. A luz é simples, regada ao conselho simples de meu pai, minha mãe, minha avó e todos os justos que os precederam. ‘Não roubarás!’, ‘Devolva o lápis do coleguinha’, ‘Esse apontador não é seu, minha filha’. Ao invés disso, tanta coisa nojenta e torpe tenho tido que escutar! Até habeas corpus preventiva, coisa da qual nunca tinha visto falar, sobre o qual minha pobre lógica ainda insiste: esse é o tipo de benefício que só ao culpado interessará! Pois bem, se mexeram comigo, com a velha e fiel fé do meu povo sofrido, então agora eu vou sacanear! Mais honesta ainda eu vou ficar! Só de sacanagem!
    Dirão: ‘Deixe de ser boba! Desde Cabral que aqui todo mundo rouba!
    E eu vou dizer: ‘Não importa! Será esse o meu carnaval! Vou confiar mais e outra vez. Eu, meu irmão, meu filho e meus amigos.’
    Vamo pagar limpo a quem a gente deve e receber limpo do nosso freguês. Com o tempo, a gente consegue ser livre, ético e o escambal.
    Dirão: ‘É inútil! Todo mundo aqui é corrupto desde o primeiro homem que veio de Portugal!’
    E eu direi: ‘Não admito! Minha esperança é imortal, ouviram? Imortal!’
    Sei que não dá pra mudar o começo, mas, se a gente quizer, vai dar pra mudar o final!

  • Esse coment´rio não tem relação com o assunto desta janela, ma sim com outra nota publica mais embaixo. Mas é bom lembrar que o deputado federal Bala Rocha deveria ter vergonha na cara. Dizer que a PEC 213/07 é de sua autoria é chega a ser mt cara de pau. A PEC 213/07 é de autoria do deputado federal Luciano Castro, do PR de Roraima.É preciso dizer isso a população. A imprensa não pode publicar mentiras. Por isso, cuidado com o que sai das assessorias. O deputado Bala ta passando por mentiroso. A PEC não é dele. Que feio Deputado. Muito feio se apropriar do que não seu.

  • Nesse momento têm se que ciscar pra dentro, e acho que se for para garimpar voto dos conservadores amapaenses, é valido. Pois de uma maneira ou de outra, a oposiçao tem que ganhar essas eleiçoes e tirar o Amapá do buraco. Têm que ter coerencia e sair daquele isolamento que foi anos atras. Randolfe não está com Lucas Barreto? Pq Camilo e PMDB não?

  • Minha preocupação é que ocorra como em 1994. Alguem se lembra? Capi e Gilvan dividiram o mesmo palanque. Capi foi eleito para governador e Gilvan para senador. Dai quando o Capi assumiu em 1995, Gilvan foi cobrar a fatura e os dois iniciaram um desentendimento que dura até hoje. Camilo precisa ficar atento pq a aliança com os Borges tem um preço (e é alto).

      • é isso mesmo, o capi vai fazer e continuar fazendo, usando o PT, e depois vai descartar, mas tem gente q adora ser usado, o nogueira e o joel vão se tornal papel higiênico, q depois de usado a gente joga no lixo,vamos ficar de olho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *