Vereadores

Pleno do TRE-AP vota depois de amanhã, quarta-feira, recurso do Ministério Público sobre o número de vereadores de Macapá. O MPE não aceita o aumento de 16 para 23 cadeiras na Câmara. Desembargador Luiz Carlos Gomes é o relator. E tem vereador eleito fazendo promessa até para o Papai Noel para o número não cair.
Na sua opinião, Macapá precisa de 23 vereadores?

  • O ASSUNTO RELATIVO À MAJORAÇÃO DO QUANTITATIVO DE CARTEIRAS NO LEGISLATIVO MUNICIPAL, NÃO PODE ESTAR, ÚNICA E EXCLUSIVAMENTE, LIMITADA À DISCUSSÃO RELATIVA AOS ÍNDICES DE CRESCIMENTO POPULACIONAL DO MUNICÍPIO VERSUS NÚMERO DE VEREADORES. TRATA-SE, MUITO MAIS, DO CRITÉRIO DE CAPACIDADE REPRESENTATIVA DAQUELA CASA DE LEIS, SOBRE CUJO AUMENTO DO NÚMERO DE VEREADORES JUSTIFICARIA MAIOR EFICIÊNCIA DO LEGISLATIVO NOS TRABALHOS DE REPRESENTAÇÃO POPULAR.
    NESSE PASSO, TODA E QUALQUER CONVENIÊNCIA POLÍTICA DEVE SER AFASTADA, ASSIM COMO OS INTERESSES PESSOAIS DOS CANDIDATOS ELEITOS, PARTINDO À AVALIAÇÃO DA REAL NECESSIDADE DO AUMENTO DO NÚMERO DE VEREADORES. NESSE ENTENDIMENTO, NÃO SE TEM NOTÍCIA DE ACÚMULO DE TRABALHOS OU PROJETOS LEGISLATIVOS PENDENTES À ANÁLISE. O ATUAL QUANTITATIVO DA CASA MUNICIPAL DE LEIS REFLETE A NECESSIDADE REPRESENTATIVA DO MUNICÍPIO DE MACAPÁ, NÃO JUSTIFICANDO, ASSIM, QUALQUER IMPERATIVO DE AUMENTO NO NÚMERO DE VEREADORES.

  • Essa fórmula renda per capita/população para dividir o bolo me parece imcompleta, ou pouco eficiente para a população. Talvez a melhor fórmula seria renda per capita/população x índice de desenvolvimento humano(saneamento, saude, segurança pública e educação). De tal sorte que o Estado que conseguisse o maiores avanços, teria uma fatia maior do bolo. E o peso maios na composição dos cálculos,seria o de desenvolvimento humano. Talvez assim tivéssemos uma nova corrida do ouro…social.
    Agora, essa relação renda per capita/população só me induz a pensar que quanto mais dinheiro, mais para o bolso do político desonesto. Ou lugares onde tem grande população pobre (renda per capita)não tem político desonesto, de tal maneira que pode receber mais? Se sim, então basta essa fórmula simples. Se não, sou mais a minha fórmula.

  • Tem razão Eliana. Até hoje eu chamo de rua Nações Unidas. Um nome tão bonito. E ai vem esse bando de … trocar o nome da rua e chama isso de trabalho. Fiscalizar o prefeito, ligar pelo menos o rádio pra ver do que o povo está reclamando, envolver-se nos debates sobre as necessidades da cidade nada, né? Alguém tem visto algum desses que ganha 57.000,00 dar uma satisfação sobre o problema do lixo? Quem disse que é só problema do prefeito? Acaso quiseram saber dos problemas que adviriam? Na política tem muito dinheiro jogado fora, mais as camêras de vereadores são o dinheiro mais desperdiçados de todos. São 4 anos sem nenhuma notícia. E quando aparece é porque trocou nome de rua e prédio. Pode um négocio desse?
    23 vereadores? Se eu concordo? Concordo que acabe com essa anomalia constitucional.

  • Lendo os comentarios jocosos de nossos colegas a gente ve o quando a politica esta em descredito….isso é muito ruim…. Se os 16 nao fazem o seu real papel, legislar, FISCALIZAR OS ATOS DO EXECUTIVO, POR QUE 23????Ocorrem varios desmandos no executivo e a Camara…calada…se aumentar para 23 oque deve aumentar é o «jaba«!! So isso…

  • Mais de 2000 munícipes assinaram um abaixo assinado contra o aumento das cadeiras do legislativo mirim, porém a maioria dos vereadores desprezou totalmente o clamor do povo e aprovou o aumento, pior, aprovou utilizando medidas pouco republicanas, desrespeitou o regimento interno da Câmara, a Lei Orgânica Municipal e a Constituição, pois não respeitou os prazos constitucionais, tampouco seus princípios, como a razoabilidade, a conveniência e a publicidade.
    A discussão no TJAP não se limita a questão da quantidade e sim o respeito às leis, à República e ao estado democrático de direitos.

  • ,precisamos de mais escolas,educadores,postos de saude mais profissinais de saude mais saneamento e menos deputados menos vereadores

  • Pela quantidade de habitantes seria necessário, mas pela quantidade de projetos relevantes para a população em geral (entenda-se em geral, não para um grupinho de amigos), essa quantidade é grande…

  • Não precisa mesmo….os que estão lá já fazem muito pouco pela cidade e olha que é so pra fiscalizar o executivo e legislar…

  • Concordo que são muitos vereadores, mas é estranho mexer no resultado depois do pleito… não faz sentido cancelar algo depois das eleições. Se o MP é tão atuante porque nao fez antes?!

  • Acredito que o aumento de vereadores para Macapá é algo deve acontecer, mas não no atual momento de crise financeira que Macapá passa por débitos deixados pelo Prefeito Roberto Goés. O Prefeito Clécio precisará de um bom orçamento para arruma o rombo da prefeira municipal de Macapá.

  • CREIO QUE NAO CAI PORQUE MACAPA JA ALCANÇOU MAIS DE 200 MIL HABITANTES E MESMO SE ISSO ACONTECER VAI SER TRAUMATICO DEMAIS PARA OS ELEITORES DE MACAPA QUE LUTARAM TANTO PARA ELEGER SEUS REPRESENTANTES….

    • Traumático é ter tantos representantes que nada fazem.Mas como disse uma blogueira aqui,ainda tem muitas ruas p/colocar nome.

    • Acho que meia dúzia seria o ideal, porém, têm muitas ruas e prédios públicos para trocarem de nomes e isto requer uma quantidade maior de vereadores.

      • É verdade! Imagino que os que os assessores trabalhem mais do que os edis. Primeiro, pra garantir a reeleição dos seus patrões, e segundo, pra pesquisar formas de criar novas leis, como mudar nomes de logadouros e prédios públicos, por exemplo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *