• O Cirio na visão do poeta sílvio leopoldo:
    APELO
    Santa de Nazaré
    Protege os meninos de rua,
    Entre migalhas e sarjetas
    Os olhinhos vidrados no teu manto.
    Protege os homens no cadafalso das ruas
    Marcados pelo ócio, vício, loucura,
    Ou aqueles que ungidos
    De esperança ou teimosia
    Aos seus lares
    Retornam todo dia
    Sem emprego, sem comida, sem sapato.
    Protege a mulher da rua
    Discriminada por hipocrisia,
    Mas que é mãe, ó santa, igual a qualquer uma…
    E não protege somente os que te acompanham
    Carregando artefatos de graças alcançadas,
    Os que a tua volta
    Suplicam infinitas dádivas,
    Se arrebentam na corda,
    Ou aplaudem entre lágrimas
    A ensurdecedora ternura dos fogos
    E as entonações do hino em teu louvor,
    Mas protege sobretudo ó Divina Santa
    Os que não participam desta romaria
    Porque perderam as saúde
    Porque perderam a liberdade,
    O dinheiro da passagem…
    Ou mesmo a própria fé.
    Protege de tua berlinda
    Por tudo que valerá…
    O destino dos desvalidos
    Nas esquinas desta cidade…
    Também chamada de Santa
    Também chamada Maria
    Cidade de Santa Maria
    De Belém do Grão Pará.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *