Confirmado primeiro caso de H1N1

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), através da Coordenadoria de Vigilância em Saúde (CVS) e Divisão de Epidemiologia do Estado, divulgou por nota a confirmação do primeiro caso de influenza A (H1N1) na Capital. O paciente foi uma criança de cinco anos atendida no Pronto Atendimento Infantil (PAI). Assim que foi confirmado o fato, técnicos da Divisão Epidemiológica tomaram todas as precauções, bem como, o monitoramento do paciente e de seus familiares.

O paciente queixava-se de febre, tosse, calafrio, dor de garganta, dores nas articulações, musculares, conjuntivite, coriza, dor de cabeça, dor ao redor dos olhos. Os sintomas iniciaram-se no dia 31 de março, e em 04 de abril a criança recebeu atendimento no Pronto Atendimento Infantil, depois foi transferida para o Hospital da Criança e do Adolescente (HCA), por apresentar sintomas de Influenza A (H1N1).

Assim que houve a suspeita da Influenza A, a criança foi isolada e submetida aos exames que foram encaminhados para o Instituto Evandro Chagas, sendo confirmado pelo Instituto a Influenza A/H1 Linhagem suína, no dia 12 de abril.

“Antes mesmo dos resultados, a criança passou por tratamento e já se encontra em casa e passa bem”, comenta o chefe da Divisão Epidemiológica, Patrício Almeida.

O H1N1 é como uma virose comum hoje em dia, porém sofre mutações constantes, por isso o cuidado em registrar todos os casos da doença, para que sejam submetidos a estudos nos Institutos competentes, com objetivo de aprimorar as próximas vacinas.

Patrício explica, ainda, que o Ministério da Saúde irá intensificar a campanha nacional contra a Influenza A no próximo mês.

“A campanha acontecerá no período de 05 a 25 de maio. Serão imunizadas crianças de 6 meses a menor de 2 anos, gestantes, idosos a partir de 60 anos, profissionais de saúde e população indígena. Mas algumas atitudes podem prevenir a pessoa contra a gripe como: cobrir a boca ao espirrar, lavar as mãos com água e sabão, evitar contatos com pessoas gripadas, usar lenços descartáveis e antissépticos ou mesmo o álcool, entre outros hábitos de higiene saudáveis, além de uma boa alimentação”.

Para o secretário de Estado da Saúde, Lineu Facundes, a população deve ficar tranquila, pois toda a rede de saúde está acionada para os eventuais casos de influenza A.

“A rede de serviços de saúde está preparada para identificar precocemente os casos e realizar o tratamento com as medicações devidas, pois as temos em estoque na Central de Medicamente”, concluiu.

(Alieneu Pinheiro/Sesa)

  • Universidade Federal do Ceará – Hospital das Clínicas – Serviço Social

    Para:Tratamento Fora do Domicilio -TFD – Amapá

    Solicitamos do referido orgão as devidas providências no que diz respeito aos depósitos bancários de Ajuda de Custo dos pacientes do Pré Transplante Renal: Claudomiro Sousa Carvalho,Odeni da Silva Reis,Valdenilson Jesus dos Santos.Referidos pacientes encontram-se enfrentando dificuldades financeiras devido a negligência do Estado.Foram efetuadas várias tentativas de entendimento telofônico com o órgão responsável porém sem sucesso.
    Temos a certeza que escolhemos o veículo correto para reinvidicar os devidos direitos destes cidadões amapaenses.

  • Vamos deixar tudo bem claro amiga Alcinéa.Não existe setor de isolamento no PAI e nem no Hospital da Criança e do Adolescente.No Estado não dispomos de um setor ,de uma estrutura física para tais procedimentos.Todos os servidores e outros pais de crianças que estavam doentes no PAI e no HCA não ficarão longe do garoto infectado.Portanto,essas mentiras do governo só causam mais danos do que ajudam,pois colocam a população em um estado de calma extremamente maléfico quando ai invés de divulgar a real situação se omitem desde o dia 04/04/2012.

  • Infelizmente com a falta de saúde que estamos hoje não acredito que estamos preparados para nenhuma epidemia

    • Amigos(as) NÃO EXISTE EPIDEMIA da GRIPE H1N1 no AP e nem no BRASIL, se vc recordar ja houve anteriormene varios casos onde a VACINA foi introduzida e a cobertura vacinal tem garantido a prevenção e a promoção da saude.E vc como qq cidadão deve manter e divulgar os cuidados de higiene que tambem auxiliam e evitam a transmissão de tds as doenças que são:LAVAR AS MÃOS SEMPRE,PROTEGER NARIZ E BOCA COM AS MÃOS E OU COM LENÇOS TODA VEZ QUE TOSSIR E OU ESPIRRAR, MANTER O CALENDARIO VACINAL DAS CRIANÇAS ATUALIZADO.E SE INFORMAR SEMPRE PARA EVITAR DIVULGAR BOBAGENS POR AI.Bom dia!

Deixe uma resposta para paulo rodrigues bastos Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *