Covid – Tripulantes do navio Mandarin Dalian testam positivo para a variante Delta

Pelo menos cinco tripulantes do navio Mandarin Dalian, de bandeira liberiana,  estão infectados com a variante Delta. O navio está fundeado no rio Amazonas, em Macapá, desde o dia 6 de agosto, quando tripulantes apresentaram sintomas de covid-19. No dia seguinte  dois dos tripulantes foram atendidos na Unidade Básica de Saúde (UBS) Lélio Silva e esta semana, dia 17, mais um desceu para terra, foi atendido em UBS e está internado no Hospital Universitário – que é referência para tratamento de saúde.
O navio tem  21 tripulantes, dos quais 18 testaram positivo para Covid.
Nas redes sociais, o governador Waldez Góes disse na tarde deste sábado que recebeu hoje a
informação do Laboratório Central (Lacen)  que o sequenciamento genético feito pelo Instituto Evandro Chagas das amostras de cinco tripulantes do navio Mandarin Dalian, confirmou a contaminação desses estrangeiros com a variante Delta.

“Estamos notificando a Anvisa para que seja criteriosa no cumprimento de suas competências no controle mais rigoroso da entrada de navios e tripulantes no nosso Estado e tomando medidas para regular de forma clara os procedimentos relacionados a esses casos”, disse o governador.
Ele garantiu que, por parte do  governo do Amapá, estão sendo adotadas todas as medidas necessárias e que equipes da Superintendência de Vigilância em Saúde (SVS) estão intensificando o rastreamento de novos casos visando a proteção dos amapaenses.

Matérias relacionadas

Governo do Amapá confirma oito casos de covid no navio Seabiscuit e 18 no navio Mandarin Dalian

Covid – 21 tripulantes de dois navios estrangeiros ancorados em Macapá testam positivo

Mais um navio de bandeira estrangeira, ancorado no Rio Amazonas em Macapá, com tripulantes com Covid. Um morreu dentro do navio

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.