Janeiro Roxo para evitar hanseníase

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) está desenvolvendo, desde sexta-feira, ações de combate à hanseníase. É o mês “Janeiro Roxo” com exames dermatoneurológicos e palestras e  rodas de conversa, para conscientizar a população da importância do diagnóstico precoce – muito importante para a cura da doença.
Ano passado foram registrados 72 casos em Macapá. Este ano nenhum.

A Semsa orienta que as pessoas procurem uma UBS assim que perceberem o aparecimento de manchas, de qualquer cor, em qualquer parte do corpo, principalmente se ela apresentar diminuição de sensibilidade ao calor e ao toque.
O tratamento é gratuito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *