Racionamento continua

A Eletronorte e CEA colocaram em prática o novo cronograma de racionamento de energia elétrica no estado nessa terça-feira. Os desligamentos permanecem no intervalo de 60 a 90 minutos, mas deverão ocorrer uma vez ao dia. Nos horários das 7h às 14h e das 19h às 02h, não haverá interrupção no fornecimento.

Em reunião, realizada na tarde do dia 03, no Palácio do Setentrião, ficou definido que os órgãos públicos do governo do Estado terão o expediente reduzido, das 8h às 14h. A medida prevalece até o dia 19 deste mês e não será aplicada a setores como saúde e educação. O novo horário será adotado a partir de hoje.

O abastecimento de óleo diesel na Usina Termoelétrica de Santana já foi regularizado e o parque térmico opera dentro da normalidade. No início desta semana, o nível do reservatório de água da Usina Hidroelétrica Coaracy Nunes é 116,60 m. No último sábado (31/10), foi de 113,35 m, próximo do estado crítico de 113 m. “Isso quer dizer que é possível reduzir o racionamento. Caso a vazão no afluente do rio fique acima de 200 m³, os desligamentos serão feitos apenas na madrugada ou na parte da tarde, garantindo assim energia elétrica na maior parte do dia”, informa o gerente regional da Eletronorte, Marcos Drago.

A previsão dos horários de desligamentos de energia elétrica por bairros está disponível nos sites www.cea.ap.gov. e www.amapa.gov.br. Os intervalos também poderão ser obtidos pelo call center da CEA, 0800-96-0196.

Reforço – Nessa terça-feira, a SoEnergy (Sistemas Internacionais de Energia) entrou em funcionamento no estado. No primeiro dia, a geração de energia foi de 21 MW. Até o dia 16 de novembro, a empresa estará em pleno funcionamento, gerando 45 MW. Somados aos 114 MW produzidos na Usina Termoelétrica de Santana, a geração será de 159 MW.

Racionamento – Os municípios de Macapá, Santana, Mazagão, Porto Grande, Ferreira Gomes, Serra do Navio, Tartarugalzinho, Amapá e Calçoene foram divididos em quatro blocos de alimentadores. Inicialmente o desligamento era feito em um deles, mantendo três em funcionamento. A cada intervalo de 60 a 90 minutos um grupo era desligado. A medida gerava várias interrupções no fornecimento de energia elétrica ao dia para respeitar o rodízio. Com o novo cronograma, o desligamento será mantido por bloco, mas o número de interrupções será menor. O grupo que sofreu interrupção no fornecimento no dia, só terá uma nova interrupção no dia seguinte.
(Texto: Assessoria de Comunicação da Eletronorte)

P.S – Procurei nos sítios do Governo e da CEA o cronograma de desligamento e até agora não foi publicado em nenhum dos dois.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *