A pedra no caminho do Capi

O desembargador Edinardo Souza, presidente do TRE-AP, indeferiu o pedido de diplomação de João Alberto Capiberibe (PSB) no cargo de Senador da República.
Capiberibe foi o segundo mais votado na eleição para o Senado ano passado (131.411 votos), mas enquadrado na Lei da Ficha da Limpa perdeu a vaga para Gilvam Borges (PMDB) – que ficou em terceiro lugar.
Com a decisão do STF  que a Lei da Ficha Limpa só começará a vigorar na próxima eleição, Gilvam Borges deveria desocupar a cadeira de senador e Capiberibe assumir.
No dia 18 de setembro postei aqui que Gilvam Borges me disse que dentro de poucos dias perderia o mandato e  Capi assumiria. Mas ressaltou: “Isso se ele (Capi) não tropeçar em nenhuma pedra no meio do caminho”.

Eis a decisão do desembargador:

  • O intelecto de alguns aqui me assusta, quero esclarecer que a Lei da Ficha Limpa foi devidamente aprovada pelo STF. O que ocorre é que ela não valeu para as eleições de 2010, para evitar entre outras coisas, aberrações jurídicas como o não cumprimento do principio da anualidade da lei, “entendeu ou quer que eu desenhe?” como diria um imbecil que fala numa rádio todas as manhãs.

  • Então me calo. Como diria Caetano: “Cada um sabe a dor e a delícia de ser o que é…” E se querem saber, votei no Capi e Randolfe para o Senado. Portanto, minhas preferências políticas não afetam minhas convicções, ao contrário de muitos aqui…

  • Alcinea,
    Estou me despedindo aqui, em seu Blog de todos. Depois de vinte anos de Amapá, estou voltando pra minha terra natal. Há muito tempo, cheguei aqui na esperança de crescer e desenvolver, semear para colher no futuro. Sem me alongar muito, aos poucos percebi que muitas coisas aqui não funcionam. Há uma necessidade urgente das pessoas daqui em ACORDAR e tirar o Amapá da dormencia. É com dor no coração que aqui me despeço. Deixo aqui um recado para todos: Não deixem que o Amapá seja mal visto. Lutem pelo melhor e para todos!!! Esse lindo Estado não merece ser tratado como uma aldeia, fim de mundo e outras baboseiras. Minhas montanhas me esperam… fiquem com Deus.

    • Depois que falam MAL dos amapaenses, estes ainda reclamam…
      SOU DO TIME QUE SABE QUE PRO BOM ENTENDEDOR MEIA PALAVRA BAS…

      SERÁ QUE O MAGRITRADO DAQUI DO AMAPÁ NÃO TEM A MINIMA IDÉIA OU NÃO SABE QUE TEM QUE DIPLOMAR O CAPIROTO?

      SERÁ QUE NÃO VAI FICAR FEIO PRA ELE QUANDO O MINISTRO FUX SABER O QUE ELE FEZ?

      SERÁ QUE EM DECISÕES COMO ESTA APENAS NÃO SE SEGUE O PROTOCOLO?

      PRECISA ELE MANDAR TAL ORDEM?

      E PRA JANETE E GATINHO HOUVE ALGUMA DIFERENÇA?

      PRA MIM BAS !

  • Algumas pessoas falam que tem que respeitar a vontade popular e bla bla bla. Pois bem, por acaso a Lei da Ficha Limpa tambem não nasceu da vontade popular? Afinal foram mais de um milhao de assinaturas pedindo que a lei fosse aprovada e que quem tivesse ficha suja nao pudesse se candidatar. Portanto, uma vez ficha suja, será sempre ficha suja. Pelo menos essa é a vontade do povo.

  • É engraçado quando alguma coisa é decidida a favor do trio capiberibe os seguidores dizem que se faz justiça. Mas o que destoa da vontade capiberiana torna-se crime a “vontade do povo” . Vamos canoniza-los! Beatifica-los! E trasladá-los aos céus pois são tão “puros” e “irrepreensíveis” que não merecemos sequer ter o direito de discordar deles! Cuidado! as tais listas de inimigos pelo andar da carroça vai crescer mais e mais.

    • Concordo com você.
      Seu comentário carece apenas de uma pequeníssima e decisiva correção.
      Eles não formam apenas um trio, trindade divina ou coisa parecida.
      Eles formam o que de mais asqueroso pode em termos políticos existir no Brasil.
      Eles formam a concentração do poder e de tudo aquilo que dela decorre: mandonismo, coronelismo, paternalismo, clientelismo e outros. Assepções antidemocráticas e antirepublicanas.
      É isso o que atualmente eles representam.
      Fico bestificada com o excessivo número de pessoa incautas que atuam como abnegados advogados dessa situação.
      Por estas e por outras Renato Russo já perguntava em sua famosa composição: “que país é essë”.
      Penso que seja a pátria da cegueira política, não há dúvidas.
      E nessa pátria de profunda deficiência visual quem tem um olho, quem tem a astucia do discurso compenetrante, convincente, reconfortante, mas, tenhamos cuidado, pouco verdadeiro é rei.

    • Não se esqueça do princípio da impessoalidade em que todos são iguais perante a lei e que e que a justiça há que ser feita para qualquer um, independente de quem quer que seja. Hei Gilvan vai caminhar mais, só que dessa vez filma todo o trajeto!

  • ficha suja não tem que ter vez vamos dar exemplo ja basta o filho desse ficha suja que esta acabando com o nosso estado,,, hoje ouvi no radio que o governador so ta dez meses ora dez mese pra quem receber 25 mil…são 250 mil para os cofre publico. o trabalhado for contradado por alguma empresa pra ser salatriado e não produzir nada em uns 20 dias vai pra rua. E esse bando de otario dizem que ele so ta dez meses.

  • A vontade popular esta sacramentada e garantida pelo STF, para fins de protocolo, lembro que o acompanhamento processual do RE 636359, no STF, do senador João Capiberibe esta na Procuradoria Geral da República para fins de intimação e em fase de petição desde (05/10); após ser transitado em julgado, ocorre a baixa definitiva dos autos ao TSE. Quando do acompanhamento processual do RE 632391, da Deputada Federal Janete Capiberibe, no STF, do recebimento dos autos (fase de petição em 03/05) a baixa definitiva dos autos por meio de guia ao TSE (17/05), o RE 632391 demorou aproximadamente duas semanas. Se o RE 636359 do senador João Capiberibe obedecer a mesma “celeridade” do RE 632391, provavelmente teremos a decisão lá pelo dia 20/10 por parte do TSE; lembrando que a diplomação da deputada ocorreu no TRE somente no inicio de junho. Portando, mesmo após a baixa da guia do RE 636359 pelo TSE, ainda teremos que esperar mais alguns dias para a diplomação do senador. Digo isso, por acreditar que o desembargador Edinardo Souza, ao contrario de alguns comentários postados aqui, não esta sendo tendencioso ou influenciado por cores partidárias ou mesmo influencias políticas; tão somente aguarda a “determinação expressa” e protocolar do acompanhamento processual, para diplomar o senador João Capiberibe. Aos incautos e aos maliciosos, não tenham duvida, a vontade popular esta sacramentada e garantida pelo STF, mais alguns dias poderemos ver a materialidade dos nossos votos transformados na diplomação do senador eleito João Capiberibe, juntamente com o senador Randolfe Rodrigues, como os autênticos representantes da soberania popular no Senado brasileiro.
    Alexandre Souza Amaral
    [email protected]

  • Para José Oliveira.
    “Brilhante explanação” só que o senhor não esta na Dinamarca e muito menos na França ou na Holanda, isso aqui é Brasil, e no Brasil quem manda em tudo SÃO OS POLÍTICOS! A justiça é apenas pra manter a tripartição dos poderes da república. Se fosse um senador do PMDB, já teria assumido há tempos, e todo mudo sabe quem mandaria fazer isso.

    • PARABÉNS AO PRMOTOR EDNARDO, E PARA VIUVAS DO CAPI PODEM CHORAR, MAS HOMEM HONESTO E TRABALHADOR É O NOSSO SENADOR O HOMEM DO POVÃO CHAMADO DE GILVAN BORGES!

    • Sendo assim, nesse quesito, caso queiras estar no poder filie-se ao PMDB.
      Não tem poblema, o país é democrático.
      Agora, ruim é achar que tudo o que acontece em desfavor da Oligarquia Capiberibe é obra da quinta coluna ou coisa parecida.
      O sistema é de pesos e contra pesos queridos, é assim mesmo.
      A luta é deles também é pelo poder e o usufruto dele decorrente, alguém quer largar o osso?
      Parem com estes comentários tolos.
      Creio piamente que amanhã serão os, digamos, injustiçados de hoje quem estarão praticando as injustiças futuras.
      Tudo em justificado em nome do PODER.
      E ainda tem gente que acredita em altruismo na política. O lugar dos altruistas é outro.
      Gostaria de citar, com a devida vênia dos nobres leitores deste digno blog esta pérola:

      “Aquele que deseja a salvação da própria alma ou de almas alheias deve, portanto, evitar os caminhos da política que, por vocação, procura realizar tarefas muito diferentes …”

      Max Weber

  • Não adianta, isso é a pior coisa para a quem faz oposição ao Capi e ao PSB, cada vez mais os seus eleitores, que não são poucos, vão ficar com mais raiva ainda, fora boa parte da opinião pública, que não aguenta mais essa situação. EI GILVAN TE MANCA E VAZA!EU HEIN.

  • Caros,
    Interessante. O Gilvan já havia cantado essa pedra neste Blog, quando disse que ainda poderia haver alguma pedra no caminho do Capi. Coincidência??
    Muleke, que acha que no Ampá pode tudo tudo inclusive desrespeitar o DTF

  • Ao que parecem, maioria dos leitores não se deram o trabalho de sequer ler atentamente a decisão, preferindo o julgamento precipitado que o título da matéria sugestiona. Qualquer rábula do direito sabe que uma decisão judicial, para ter validade, carece de publicação. A decisão é correta, pois o TRE-AP não pode colocar o carro na frente dos bois, antecipando uma decisão que está na esfera do TSE. Assim como aconteceu com os demais diplomados, inclusive a Dep. Janete, é necessário que o TSE autorize a diplomação, pois não foi o TRE, e sim o TSE que indeferiu os registros de candidatura. Essa “antecipação” da diplomação é figura inexistente no direito. E vale lembrar que vivemos em um estado democrático de direito, em que até mesmo a vontade popular tem que estar de acordo com as leis, evitando assim a anarquia e a tirania.

  • Eis pois, novamente e, de ocorrências reiteiradas a aplicação do Princípio do “Ganhou e não Levou”. Perguntas-se e o Princípio Constitucional do “Periculum in mora”??? Onde cabe??? É o fim do mundo!!!

  • ISSO É UMA VERGONHA, IR DE ENCONTRO Á VONTADE DO POVO!!!!!!!!!! TA FALTANDO A CORREGEDORA ELANE NO PÉ DELE!!!!!!!

    • Vontade do povo? Eu diria melhor manobra pra enganar o cidadão. Nem sempre o eleito decorre da vontade popular, mas da enganação. Política é isso.

  • Não seria surpresa em um Estado onde a Oligarquia Sarney predomina. Surpresa seria se o Senador Capiberibe, eleito pelo povo, fosse diplomado em seu mandato sem nenhum obstaculo(“pedra”). Vergonha?! desgosto?! Como disse a Ministra “tem muito bandido de terno e gravata”.

    • O NOME DESSA PEDRA QUERIDO É…..
      TENHO CERTEZA QUE O NOSSO SENADOR CAPI VAI PULAR ESSA FOGUEIRA. E MUITO EM BREVE ASSUMIRA O CARGO QUE O POVO DO LHE CONCEDEU.
      A VOZ E VOTO DO POVO DO AMAPÁ É A VOZ DE DEUUUUUUUUS!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *