Árvores sufocadas – MP aciona a Prefeitura

O blog mostrou ontem que a Prefeitura de Macapá está metendo concreto nas árvores do canteiro central da avenida Feliciano Coelho, o que impede a aeração do solo e das arvore1raízes comprometendo a saúde daquelas árvores, que poderão morrer e tombar, inclusive, em cima dos passantes.

A reação da Promotoria do Meio Ambiente do Ministério Público do Amapá foi imediata. Hoje mesmo, o promotor Haroldo Franco enviou ofício ao secretário municipal de obras Davi Alcolumbre exigindo explicações e providências.
O Ministério Público deu um prazo de 15 dias para que a Prefeitura de Macapá apresente cópias do projeto e/ou pareceres técnicos que fundamentem os serviços da forma que estão sendo feitos, ou seja, sufocando as pobres arvorezinhas, submentendo-as à morte.

O MP está exigindo também que a Prefeitura de Macapá adote medidas corretivas para garantir a sobrevivência e desenvolvimento das espécies ali plantadas.

Agora, anotem para conferir: Daqui a pouco, a Prefeitura vai dizer que meteu concreto naquelas árvores porque vai substituí-las por espécies mais bonitas, mais adequadas ao nosso clima ou que elas não combinam com um novo projeto paisagístico do município.
Se acharem mesmo que o povo é bobo e apresentarem estas desculpas fajutas, eu já antecipo uma pergunta: e pra que meteram o concreto antes de substituir as árvores?  A Prefeitura tá juntando dinheiro em paneiro? Só pode, pois paga pra concretar, depois terá que pagar pra quebrar o concreto, depois…

  • O Ministério Público,precisa passar pela avenida Santana,bairro Paraiso (municipio de Santana),para verificar as árvores sufocadas.Estou enviando fotos.

  • O debate vai muito mais além dessa árvore que a imagem mostra. Ela dá a dimensão como o atual gestor municipal trata o meio ambiente em Macapá. Vejam o crime ambiental que a atual gestão cometeu com as árvores( mais de 40 e com 20 a 30 anos de vida) no calçamento do canal da mendonça júnior). Uma assassinato. Peçam a autorizaçãoa ambiental e vejam se houve estudo do impacto ambiental para a matança das árvores. Prestem bastante atenção. As obras do canal da mendonça júnior não andam e causam imenso transtorno aos moradores e transeuntes que alí circulam. O que é pior e pasmem!!!. ESTÃO ESTREITATANDO AS MARGEM DO CANAL e isso pode dar problemas de enchentes quando da subida da maré e das chuvas de inverno. Vejam os anos de mandado do sr. Roberto como deputado e descubram algum projeto de relevância para o meio ambiente. O governo 12(PDT), não compreende questões climáticas e nem a necessidade de um planeta mais limpo e saudável. Fosse ao contrário, o sr. governador, não teria deixado empresa mineradoras e grupos transnacionasi invadir nosso estado e desmatar, poluir, e dilapidar nossas riquezas, numa afronta à nossa soberania, com um falso e mentiroso discurso de gerar emprego e renda. Um teatrinho que não tem sustentação e facilmente derrubado com pequenos argumentos. Lembram da Sólida, da MMX, MPBA etc? Cadê as compensações? cadê os empregos? cadê o apoio aos municípios? Vieram e levaram muito dinheiro e minerais nobres, calaram a boca de alguns e distribuiram pente e espelho a outros, levando consigo o lucro fácil e o sangue da floresta e de seus habitantes. Portanto, não adiante se pintar de bom mocinho e amigo do meio ambiente e da floresta quanto o exemplo e o perfil diz ao contrário.

  • Cara Alcinéia,
    Esta árvore da foto, que está sendo “sufocada” pelo concreto, merece sorte pior. Seria o tal ficus (ou jorge tadeu)? A arvore é uma “merda”, como diria nosso apedeuta-mor, racha o concreto, invade a tubulação, não produz flor e nem frutos. O poder público de Macapá deveria aproveitar a oportunidade e troca-la por essencias nativas, que por cento existem em abundancia por aí. A cidade ficaria mais bela, com certeza.

  • O MP está entrando no caso por ter dinheiro público na parada.E não chama essa porcaria de obra.Obra nem Waldez e nem Roberto nunca fizeram,o que eles fazem na verdade são pequeno serviços e reparos ainda assim,muito mal feito,esse caso qualquer ajudante de pedreiro faz melhor.

  • Ô thurma!!! O canteiro tava lá, uma imundície, o pedestre tendo que disputar espaço com os carros e ninguém falava nada. Foi só fazer alguma coisa e lá vem a tchurma do MP exigir explicações, embargar obras e o escambau.
    Porque a Dr. Ivana Cei e o Aroldo Franco não mandam o Alcione e o Mata procurarem o que fazer para melhorar a nossa cidade, isso a gente não entende, não vai entender e não vai aceitar nunca.

    • São animais como tu com essa mentalidade medíocre, que deixam o meio ambiente do jeito que tah. Ninguem aqui se posicionou contra o serviço e sim da maneira como foi feita, e tem que embargar mesmo porque o imbecil ( que concerteza é teu amigo…)que concretou o tronco da arvore não deve ter nem uma plantinha sequer na ksa dele. VOU PROCURAR SABER QUANTO CUSTOU A “OBRA DO ROBERTO GÓES” E VOLTO AKI PRA DIZER. AGUARDE!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *