Atentado à saúde pública

Essa lixeira a céu aberto é numa calçada da avenida Cora de Carvalho, entre Leopoldo Machado e Manoel Eudóxio. Neste quarteirão estão a Companhia de Eletricidade, o Conselho Estadual de Cultura, o Conselho Estadual de Educação, lanchonetes, lavagem de carro, residências e um pequeno ginásio esportivo

  • Na verdade, isto não deveria existir em nenhum lugar da cidade, porém por que do espanto? É só por que é no centro? Calma! isso é a democracia da Prefeitura, agora é lixeira para todos, nós suburbanos já estamos acostumados, mas não conformados. Eleições logo aí, quem quiser pode mudar.

    • É a pura verdade. A periferia sabe muito bem como funciona, o lixo aqui não é novidade, isso acontece frequentemente. Semana passada apareceu uns políticos(e “aceçores”) aki na minha rua prometendo asfalto e limpeza geral, pela quarta eleição seguida. Infelizmente, muitos se deixam levar por alguns $$$$$ e falsas promessas.

  • Acredito que esta situação ocorre em todos os cantos da cidade, pois resido no Bairro Jardim Felicidade I e aqui as lanchonetes além de sujarem em frente ao seu estabelecimento ainda jogam parte do lixo na minha lixeira.Gostaria que a PMM, Anvisa e outros orgãos tomassem as devidas providências quanto a esses microempresários.

  • sinceramente é lamentavél q iss aconteça portanto, nao acho q seja reponsabilidade do estado, pois nos mesmo sujamos n acondicionamos o lixo correto, o governo tem obrigação sim mas, os moradores tbem em conservar limpo o local onde vevem,mtos deixam o lixo de qualquer maneira n procuram fazer sua parte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *