Brasil – O país da censura aos blogs

“Quando políticos recorrem à Justiça para censurar o livre fluxo de informação na sociedade, jornais e blogueiros, imprensa tradicional ou a nova imprensa, têm a mesma causa: é a da liberdade. Um povo só é realmente livre quando pode saber do que seus representantes eleitos são acusados e com base em quê”
(Pedro Dória, jornalista)

A era da censura aos blogs foi inaugurada em agosto de 2006 quando o senador José Sarney (PMDB), candidato à reeleição, processou no Amapá blogueiros que não rezavam na sua cartilha. Foram mais de cem processos contra blogueiros e jornalistas amapaenses. Cada um mais estapafúrdio que o outro. Blogueiros foram processados por causa de opiniões de internautas nas caixinhas de comentários, por causa de letras de música, por causa de reprodução de matérias que saíram na chamada grande imprensa, por causa de charges… enfim por tudo que desagradava Sarney.
Na época eu disse que um precedente perigosíssimo estava sendo aberto. E não deu outra. De lá pra cá, do Amapá ao Rio Grande do Sul, há uma enxurrada de processos contra blogueiros.

Saudosos do regime ditatorial, políticos metidos ou suspeitos de estarem metidos em maracutuais, querem calar os blogueiros a qualquer custo.

Na minha opinião, político que preza a democracia ao se sentir ofendido por uma nota ou um comentário ou por achar que uma inverdade foi publicada, poderia mandar um e-mail para o blogueiro com a sua versão sobre o fato ou usar a caixinha de comentários e debater com o internauta (que é também eleitor) o assunto. Afinal, o debate faz parte da democracia e nada mais democrático que um debate nas caixinhas de comentários dos blogs.
Os ditadores – e também os patifes –  fogem do debate, tem medo de debater com o internauta/eleitor esclarecido. Daí preferirem a mordaça. Mas isso um dia acaba. E o mandato deles também.

Já perdi a conta de quantos blogs foram censurados de 2006 para cá. Só nos últimos dias, quatro blogs estão sob censura: O Prosa e Política (Mato Grosso), Tijoladas do Mosquito (Santa Catarina), Página do E e Santa Luzia Online (Pará).

Sobre blogs censurados selecionei estes links:

No Observatório da Imprensa
Blogueiros são alvos de processos judiciais

No sítio Jornalismo e Informações Jurídicas
Blogs censurados

  • Bom dia muito bem estruturado blogue , adorei mesmo muito, penso que poderiamos fcar amigos de blog 🙂 lol!
    Tirando as piadas chamo-me John, e como tu escrevo na internet se bem que o fofo domeu blogue é muito distinto do teu….
    Eu desenvolvo blogs de poker sobre bónus grátis sem arriscares o teu dinheiro……
    Gostei muito o que li aqui!

  • Não dá pra discordar de voce, Goiano, sobre o aspecto jurídico. Mas não é exatamente isso que anda deixando todo mundo indignado. A agilidade com que um juiz julga esses pedidos de “cala a boca” é impressionante e, por outro lado, os processos contra a corja de safados da política, dormem pesados sonos nas prateleiras da justiça. O Governador Ivo Cassol tem processos que já correm a mais de 15 anos, foi cassado e recassado, e continua por lá, altivo e soberano. O ex Presidente da Assembléia de Rondonia, foi apenado em mais de 25 anos de cadeia e nunca pôs os pés numa penitenciária. Mais de 40% de todo o lesgislativo Brasileiro respondem processos na justiça por todos os tipos de bandalheiras e mumunhas, inclusos aqui até assassinatos. Então a coisa fica assim: do lado da justiça, ninguem julga ninguem por classismo em defesa do próprio poder, e do outro cala-se a boca da imprensa. Dessa forma fica proibido chamar alguem de ladrão, por décadas e décadas, mesmo que, com provas robustas, fique mais do que provada as imoralidades e tungas. Tem processos contra essa turma aí que já se arrastam a mais de 10 anos e nada. Baseado na lei, ninguem vai poder chamar de ladrão quem quer que seja, mesmo que vivamos numa Pais de quadrilheiros e corruptos.

  • Li seu texto no Jornal da Besta Fubana:
    Não tenho nada a ver com Sarney nem com qualquer político, mas não posso deixar de vir trazer uma certa discordância a suas colocações. Seja “político que preza a democracia”, seja qualquer pessoa que se sentir ofendida “por uma nota ou um comentário ou por achar que uma inverdade foi publicada” (ou dita) em jornal, blog ou qualquer publicação, tem todo o direito democrático de processar a pessoa ou a instituição (e também, se quiser, de enviar a sua “versão dos fatos”). A pessoa que publica a matéria tem que ter o cuidado de não dizer o que não está provado ou que não pode provar, nem de imputar crime a quem não foi condenado com sentença transitada em julgado (presunção de inocência). Ditatorial é pretender impedir que o que se sinta prejudicado e ofendido não possa utilizar os recursos judiciais constitucionalmente garantidos. Quem publica o material considerado danoso vai poder, na Justiça, defender-se da imputação de injúria, calúnia, difamação. E provar o que disse. A liberdade de imprensa não acoberta a leviandade.
    Uma coisa é noticiar que alguém está sendo processado sob determinada acusação (isso as sentenças não proíbem). Outra coisa é opinar, antes da decisão judicial definitiva, que o réu praticou o crime. A janela que apresenta a frase do jornalista Pedro Dória, na sua publicação aqui, também precisa ser contextualizada, face a isso.

  • Quem faz jornalismo atacando adversários para agradar o chefe e com isso receber dinheiro fácil.No meu entender além de processos tem que ir é preso.Tem um bando de RADIALISTA dizendo-se jornalista.

  • Alcinea vc é a maior fã do Sarney de todos os tempos! Quanto mais fala mal dele, mas dinheiro ele vai xupando! Talvez, pra ele, ser taxado com “Chefe” da censura aos blogs, não fede nem cheira…

  • Esse bigode de arame tem que ser extirpado do nosso meio mais é preciso ser honesto quem começou com essa caça aos jornalista foi o Capi. Sao milhares de processos, uma vergonha pra quem quer ser o coitadinho paladino da liberdade de imprensa. Nós jornalistas não somos otários!

  • Néia, na reportagem do Fantástico foi impressionante ver a cara de pau dos caras recebendo dinheiro. Um deles, com o maior cinismo, enfiava o dinheiro na meia. Eu acho que só um dilúvio para começar do zero.

    • Cara Marial Leal: Lamentavelmente, enquanto nossas leis forem feitas por uma corja de politicos ordinário e enquanto nós tivermos juizes e autoridades tendenciosos, jamais teremos justiças e verdadeira democrácia. A justiça no brasil
      é iqual um teia de aranha, os ricos arrebentam e fojem os pobres ela emaranha.
      Ou se preferir, A JUSTIÇA LEVA 10 MESES PARA PROVAR QUE UM INOSCENTE
      POBRE É CULPADO E LEVA 10 ANOS PARA PROVAR QUE UM RICO CULPADO É
      INOSCENTE. Dá para entender?

  • É lamentável que em um País dito democrático, a democracia não funcione.Lamentável tb, que nossa justiça seja injusta e apoie esses tipos de ações contra os internautas.Maioria de nossos politicos são corruptos sim e o apoio é por serem iguais.Só quem perde nesse jogo sujo é o povão.E haja impostos p/pagarmos neste País.

  • Minha Cunhada!!!
    Verifique se essa sacanagem em BSB não foi denunciada primeiro no territorio livre para depois ser destaque no Show da Vida…
    Esse País tá perdido voce viu a quantidade de dinheiro sendo distribuido????

  • Alcinéia,

    Força em sua luta na divulgação dos fatos amapaenses e na livre expressão da informação. Os blogs sérios são cada vez mais necessários à democracia brasileira.

  • Pingback: Tweets that mention Alcinéa Cavalcante » Brasil – O país da censura aos blogs -- Topsy.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *