Cai o secretário de Educação

Enquanto o povo acompanhava a apuração do desfile das escolas de samba ou curtia a ressaca da terça-feira gorda,  o governador Camilo Capiberibe (PSB), na Quarta-Feira de Cinzas, deu uma vassourada na Secretaria da Educação exonerando todo o primeiro escalão daquela secretaria.
Caiu  José Maria Lobato – que estava há oito meses no cargo de secretário – e foi nomeado para o cargo  Adalberto  Carvalho Ribeiro, que ocupava a  pró-reitoria da Universidade Federal do Amapá (Unifap). Adalberto é doutor em Desenvolvimento Sustentável do Trópico Úmido pela Universidade Federal do Pará (UFPA). Para os cargos de secretário-adjunto de apoio a gestão e secretário-adjunto de  políticas de Educação foram nomeados Lúcia Aparecida Furlan e Elda Gomes Araújo, respectivamente.

Em um ano e dois meses de governo este é o terceiro secretário de Estado da Educação.  A primeira foi Miriam Corrêa, exonerada em junho após denúncia – não confirmada até agora – de que seu marido recebia propina de empresas que prestavam serviços para aquela secretaria. O segundo, José Maria Lobato, fez uma administração estilo feijão-com-arroz. Não houve nenhum escândalo, mas também não foram registrados avanços significativos.

  • Alista vai aumentando dos que apoiaram camilo e ele virou a costa; Zezé Nunes na SEMA, Valdeco no IMAP, Jaci no Hemoap, Sandra com a retirada da irmão em outra secretaria, Balieiro Detram. Eta governo sério e cumpridor de acordos…………..

  • Espero que o Prof. Adalberto tenha autonomia para administrar a maior secretaria de estado. Espero que ele possa exonerar a coordenadora de ensino EUNICE DE PAULO, se isso não acontecer sua nomeação não terá sentido.

  • A VERDADE CAMILO DEVERIA PEDIR PARA SAIR. NÃO PEGA MAIS O SLOGANS QUE FALTAVA GESTÃO QUE RECURSOS TINHA. FALTA O QUE AGORA PINOQUIO………………

  • Um ano de governo: – Três gestores na Seed e uma triste constatação: – O Amapá continua sem uma política educacional definida. Tá “corretíssimo” o governador Camilo Capiberibe quando matricula seus filhos na Rede Particular de Ensino, afinal ele mais do que ninguém sabe como está a Rede Pública de Ensino em nosso Estado. É governador o sr. está certo nós é que somos manés… ah lembram da frase “Dinheiro tem falta administrar?” Sério como é, eu duvido que o Prof. Dr. Adalberto dure muito tempo, não vai aguentar tantos “assessores” incompetentes, arrogantes em uma pasta onde a interferência política, o tráfico de influência e a exploração de prestígio correm soltos.

  • Espero que o governador Camilo substitua também a profª Eunice de Paula. Oh, Senhora arrogante! dentro da Seed e no cargo que ocupa. “Educação” e relacionamrnto “interpessoal” ela só mostra mesmo quando está nas telas da televisão ou no rádio, nos demais momento é só humilhação para com a clase. Que o diga os educadores que já foram atendidos por ela.

  • BELA TROCA. ESPERO QUE DEIXE O DR. ADALBERTO TRABALHAR SEM INTERFERÊNCIA NAS INDICAÇÕES E NAS LICITAÇÕES. VAMOS VER SE AGORA SAI A ELEIÇÃO DOS DIRETORES QUE FICOU SÓ NO PAPEL A PROMESSA DO GOVERNADOR.

  • Mudaram as peças, mas a repressão nas escolas continuam. Diretores autoritários e sem noção de administração escolar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *