Cheirosos

Pesquisa do IBGE mostra que o amapaense gasta R$ 60,51 com perfume por mês.
Já com livros e revistas investe  apenas R$ 5,33.

A pesquisa mostra também que as famílias amapaenses gastam, em média por mês, R$ 2.544,64. É a despesa mais alta da Região Norte que apresenta uma despesa média de R$ 2.006,80 e a despesa média nacional é R$ 2.626,31.
As famílias amapaenses têm, em média por mês, uma renda de R$ 2.624,72, é a renda mais alta da Região Norte que apresenta uma renda média de R$ 2.092,32 e a renda média nacional é de R$ 2.763,47.
18% (R$ 458,23) das despesas mensais dos amapaenses  são com alimentos.
Os gastos com habitação totalizam uma média mensal de 668,83, o que representa 26,3% das despesas e os gastos com transporte totalizam, em média por mês, R$ 366,38, o que significa 14,4%.

  • Alcinea,
    Isso é culpa da CAESA. Não tem água pra tomar banho aí a gente vai, como os franceses, de perfume, no caso da TOP, pra tirar a inhaca.
    Muleke, que usa AZZARRO, até pra escovar os dentes.

  • Estamos numa fase de francesamento. Como a CAESA fornece água nem beber quanto mais pra tomar banho, corigimos o mau cheiro com perfume da TOP, que por sinal tá vendendo mais que supermercado. Com essa grana da pra comprar 3 tubos do perfume Cuba (3×17 = 51) e ainda sobra pruns sabonetinhos.
    Muleke, que só usa AZZARR0. Até pra escovar os dentes.

  • Tem cada estatística doida! Basta ir na TOP para ver turistas comprando até de 10 perfumes para presentear a parentada. E lá vem um doido fazer uma pesquisa dessas. Me admira ainda publicar o resultado.

    • É verdade. Basta andar no ônibus da linha Macapá/Santana ao meio-dia, que essa pesquisa será falha.

    • Até acredito nas pesquisa, pois a CAESA não fornece a água necessária pra turma tomar um bom banho. Assim, a turma tem que apelar pra colônia/perfume pra não fazer feio nos ambientes fechados.

    • Quanto ao comentário da Senhora Lucia Gomes, gostaria de informar que a pesquisa sobre as despesas das famílias é extremamente para diversas áreas da economia e para a sociedade em geral. serve para se definir a “cesta básica” influenciam diretamente nos cálculos da inflação. Os levantamentos ocorreram nos domicílios.
      Atenciosamente,
      Joel Lima da Silva
      Coord. de Divulgação IBGE/AP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *