Clima tenso no Laranjal do Jari

Sofrendo com racionamento de energia elétrica há mais de um ano, o povo de Laranjal do Jari – terceiro maior município do Amapá – se revoltou ontem à noite e invadiu e quebrou os prédios da Câmara de Vereadores, Prefeitura,  Companhia de Eletricidade do Amapá, Casa do Produtor Rural e a casa da prefeita.
Informações extra-oficiais que chegam ao blog dão conta que os moradores chegaram a tocar fogo em alguns prédios e quando se dirigiam para quebrar os geradores de energia da CEA foram impedidos pela polícia.
Eles reclamam que foram esquecidos pelo Poder Público. Naquele município – que só é lembrado em época de eleição – falta água, luz, saúde, educação, segurança e tudo o mais que se possa imaginar.
A estrada está praticamente intrafegável, pontes estão quebradas e o governo não toma nenhuma providência para recuperá-las.
A ponte da chamada “Curva da Morte” está quebrada há mais de um mês. Caminhoneiros ameaçam tocar fogo nela se até amanhã o governo não iniciar os reparos.

Ponte da “Curva da Morte”

  • Moro em Laranjal, e ultimamente a falta de energia vem castigando muito a população. Já estava na hora da população fazer algo, mesmo q fosse quebrando o município inteiro…eu mesma teria ajudado a quebrar tudo se estivesse lá. Só quem mora lá é que sabe

  • A chamada “civilidade”, felizmente ou infeizmente, a depender do ponto de vista de quem sofre as consequências das injustiças sociais, é diretamente proporcional às necessidades mais básicas de todo ser humano. Vejam o exemplo dos povos europeus: dizem-se os mais avançados do planeta, mas, na hora em que a realidade apenas acentuou a dor de estômago de se imaginarem sem as suas benesses (leia-se: incentivos sociais como, educação, transporte público, planos de saúde), deixaram de lado seus pedigris e partiram imediatamente para o confronto nas ruas, como faria qualquer mortal do terceiro mundo, quando está esvaído de fome. Portanto, não causa estranheza alguma e nem pode ser chamada de falta de cidadania a ação desesperada de alguns moradores do Vale do Jari, pois de fato, em alguns momentos, a história tem mostrado que a “revolta” popular é o único canal que ainda está aberto ao menos favorecido, social e policamente.

  • Alcinea, feliz ANO NOVO para você, para sua família, para todos nós… saúde, paz, amor, amizades, fé, esperança… Há um poema no meu blog que se chama “pro ano nascer feliz” se quiser publicar, fique a vontade. Deus nos abençoe neste ano, que eu gostaria que fosse novo realmente, principalmente na política. Abraço

  • Triste é que o povo é manobrado. É muito estranho que poucas horas antes do Camilo tomar posse isto acontece.
    É uma pena que em Janeiro só vão coprar do Camilo.
    É bom lenbrar que o governador vai ser massacrado pela “midia”. Que só pensa em se vender.

  • Estamos agora, e muitas pessoas mais estão sabendo dos problemas que acontecem no Jarí? Sim! Então, além de legítimo, foi correto o que a população fez.
    Se no orçamento de 2011, aprovado há poucos dias, já se tivesse enfrentado os privilégios dos poderes legislativo e judiciário, para além da retórica, talvez o Jarí pudesse estar contemplado, assim como o Oiapoque e outros municípios, com uma atenção e investimentos maiores do governo do Estado.

    • Parabens marco antonio, divido com vc esse pensamento. não tem que ter apadrinhamento não.
      governadores, prefeita, vereadores. todos são culpados sim desse caos que há no amapá.Bem publico?que utilidade esse “bem publico” tinha para a população local? respondo a você: NENHUM.

      ou o povo vai as ruas e quebram tudo mostrando a sua força, ou será sempre mais do mesmo.

      • Meu caro
        A força do povo não reside na “quebradeira” mas,sim,no voto.Temos que deixar de ser hipócritas e,na próxima eleição,votar em quem pensa no povo e não em si próprio.Tudo o que o povo quebra é dele mesmo,até a casa da prefeita é do povo(ou ela tem alguma outra renda?)então,neste momento de transição e esperança,só podemos aguardar que os novos(e antigos)eleitos resolvam trabalhar honestamente.Queres protestar?Cuspa na cara daqueles que,comprovadamente,saibas que são corruptos.O maximo que gastarás é a saliva.Feliz 2011

        • papo furado, pelas vias eleitorais não dá. que cobrar do povo voto consciente? sem alimentação , boa educação e sem oportunidade alguma? é vc deve estar falando isso pq com certeza esta em melhores condições. tem energia pra mandar e-mail né?chega de hipocresia, falsda democracia. prefiro gastar meu cuspe na cara deles do que viver a uropia que o voto vai “mudar”
          feliz 2011!!!!

          • Ok,para seguir o teu conselho tens que me explicar da onde virá o dinheiro para recuperar tudo?Do bolso dos politicos? Ou do teu?

      • Poxa, francamente Marcos!!!

        Sou a favor, de reinvindicar nossos direitos, agora botar todo mundo no bolo aí já é demais. Me refiro, a luta da prefeita, sou testemunha da sua dedicação com esse municipio que ora enfrenta enchente e incêndios e tem realizado um excelente trabalho, e ñ tem culpa se o governador ñ cumpre com sua parte, que é o fornecimento de energia. Pude ouvi-la, várias vezes falando no rádio das inúmeras vezes que cobrou isso do governador.
        E prejuizo, quem vai arcar!!!

  • Bom dia, Alcineia!

    Gostaria de fazer um comentário sobre este assunto.., primeiro falar dar minha indiguinação, com tamanho vandalismo. Vivemos em um país democrático, mais ñ dar o direito de pessoas destruirem o bem público como fizeram aqui. Quebrando(Cea, Caesa, PMLJ, BIBLIOTECA AMBIENTAL E RSIDENCIA DA PREFEITA). E o que mais estranho o que a prefeitura tem haver com distribuição de energia, que eu saiba isto é competencia do Estado e ñ da prefeitura. Que álias, de nenhuma forma dar o direito de destruirem o patrimonio público. Agora quero saber quem vai cubrir os prejuizos causados…

    Abraço!!!

  • Estou em Laranjal do Jari, vi ontem a noite a população revoltada com o descaso do poder publico, quebraram a Prefeitura, Camara de Vereadores, Escritorio da CEA, residencia da Prefeita e biblioteca municipal, aqui no municipio estao de recesso a Prefeita e o Vice-Prefeito, foram passar o final de ano fora da sede do municipio, a cidade estar entregue, engraçado, depois que a população virou a mesa ontem, a energia voltou a até momento, são 11:35h da manha, a energia não faltou, espero que o novo governo que vai assumir apartir do dia 1º, dei uma atenção maior por este Municipio tão sofrido que é Laranjal do Jari, abs

  • Lamentável, mas aceitável, pois a manisfestação chega a ser justa ante tanto sofrimento.Porém a insensatez do ato está no fato que o patrimônio depredado é dinheiro do próprio contribuinte! Bom, e a Prefeita de lá ainda deseja ser presidenta da Associação dos Prefeitos. Imagine!

    • Cara, eu ñ te conheço, mais pelo visto tu ñ conheces a história de Laranjal do jari, tu num achás q tá confundindo as coisas, pq se considerar as ações do governado da prefeita Euricelia, ela será uma excelente representante da AMEAP. Até pq, nunca se fez tanto em tão pouco tempo por Laranjal, álias se juntar todos q lhe antecedeu, ñ fez metade do que ela fez.
      O pior cego é o que ñ quer enchegar!!!

  • fico triste de saber que meus amigos do jari, estão passando por difculdades,por inrresposabilidades do governo que deixou o madato,e o atual tá pagando o pato por ter participado da sacanagem, agora quem paga é o povo sfrido, mais espero que o governo que ajudamos a eleger camilo, jovem e com bom proposito de governar o estado ,ira olhar com carinho o laranjal do jari , assim como seu pai , olhou pois su testemunho vivo, porque,fis part do governo múnicipal como secretario de meio ambiente, e pude ajudar a organizar a cidade com meu amigo PREFEITO MIRANDA, LIPEZA DA CIDADE, arborisação da praça, e outras ploticas, na area ambiental. e sei que povo maravilhoso é o do jari, espero que voces tenham um ano de paz, e queDEUS MENIO ABENÇOE os seus LARES.

    • Engraçado, eu morro aqui há 15 anos, e me recordo que o governo do prefeito Mirando foi um dos piores, por sinal, qdo a prefeita assumiu, a cidade estava simplesmente 3 meses sem recolhimento do lixo. E vc vem falar de contribuição nesta área. Me polpe!!!

  • E eu não chamo isso de vandalismo, se as informações procedem, precisamos parabenizá-los;
    É Isso que chamo de ato de repúdia, ato de quem não é adepto da violência mas que usou suas ultimas armas para se fazer ouvir.
    Enquanto os nossos representantes políticos estão andando em carrões importados e casas de valores voluptuosamente inimagináveis, sofremos na carência e no dissabor.
    Que sirva de exemplo para nós que ficamos de braços cruzados.
    Não se assustem se notícia parecida vier do Bailique, pois lá o povo sofre sem energia ha muito mais que um ano e passam por verdadeira calamidade. Me parece que na época do Cap(pai)as coisas eram diferentes. E só agora eu entendo porque aquele povo gosta tanto desse homem.
    Fica o recado para quem não aguenta mais esse abafarete de informações do que chamamos de ‘justiça’.

    • Belo exemplo de cidadã que vc é.., parabenizar um ato de vandalismo. Um erro ñ justifica o outro. É lamentavél tudo isso…

      • me desculpe, mais me deixa muito triste ver que existem pessoas como você. baixa a cabeça…..tudo que nós temos de direitos, no brasil e no mundo, foram conguistados com muita luta, e esqueça esse negocio converssar. quem esta no poder se poder esmaga o povo, e ainda existem zé povinho pacificador que vem com esse papo de vandalismo.
        espero que não seja no seu quintal, pois só assim você vai sentir a dor.

      • Obrigada pelo ‘BELO EXEMPLO’querido, até porque, creio, que saiba o que é ser cidadão.
        Depois, não parabenizo vândalos, parabenizo a repúdia….
        Vc deve achar maravilhoso assistir de camarote o governador e ex presos, prefeito e secretários presos, empresários que ganham em licitações que respondem à acessibilidade à melhor educação/saúde/segurança indo também presos, o Estado sem dinheiro e um cara (que eu como cidadã não o posso chamar de corrupto por não ter ação transitado em julgado) na sua gerência; a maior balbúrdia com o meu dinheiro – que é público; aí vem um BUNDÃO me dizer que acha lamentável. Lamentável acha EU, ter que aceitar representantes que me furtam, quando não me roubão assistindo de camarote. MEU QUERIDO, OS INSENSATOS É QUE FAZEM A HISTÓRIA. Ou vc acha que Marx foi o quê? Um Bundão?

        • Minha cara
          Marx foi de tudo um pouco,menos “bundão”.Bundões são estes que vendem os seus votos e,consequentemente,sua consciencia e,depois,saem destruindo o patrimonio publico!Os “próprios” municipais,estaduais e federais são construidos com recursos da federação e,que culpa tem o acreano se o amapaense vendeu o voto?Pense!

          • Agora a culpa é do povo?
            não tem como discutir, vc vê apenas as aguAs superficiais, porém, o poço é bem mais fundo

Deixe uma resposta para Wanderley Trindade Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *