Clube dos Poetas cancela programação

O Clube dos Poetas cancelou a programação que faria nesta sexta-feira, no Centro de Convenções, em comemoração ao Dia da Poesia.
O presidente do Clube, Ricardo Pontes, disse que não conseguiu patrocínio para a realização do evento.

Boca da Noite – Convidado pela Diocese de Macapá, o Movimento Poesia na Boca da Noite participa da festa do padroeiro São José sábado, 19, com exposição e venda de livros, varal de poesias e declamação. Será às 20h no Largo dos Inocentes, atrás da Igreja de São José. Todos os poetas e amantes da poesia estão convidados.

O movimento “poesia na boca da noite” ocupou a calçada da CEA, em frente ao Conselho de Cultura na segunda-feira, 14, com declamação e varal de poesia e bate-papo com o professor Antônio Munhoz sobre a poesia brasileira

  • Puxa… Que bom saber que ainda existem pessoas com essa sensibilidade de encontrar um tempinho durante o dia para algo tão maravilhoso: ler com os amigo!!!! É realmente um momento poético… E que surpresa em ver na foto uma pessoa que me é muito especial: SIMONE CRISTINA!! Pense numa pessoa sensível, tranquila, amiga, forte… Tive que ligar pra ela e parabenizá-la!!! E ela me falou o quanto esse momento é único! Uma verdadeira terapia!!! Hummm… Preciso participar disso!!! E, claro, esperar uma visita desse grupo maravilhoso aki em Santana!!! Parabéns!!! Idéia linda!!!

  • ESCOLA DE SAMBA;CLUBE DE FUTEBOL; MUSICO; TEATRO, E AGORA ATÉ OS POETAS QUEREM UMA BEIRINHA NO DIM-DIM PUBLICO, OU ESSE PATROCINIO VIRIA DA DOMESTILAR? HAHAHAHA. O TEMPO PASSA E VOA E A POPANÇA BAMERINDOS CONTINUA NUMA BOA…..REUNE POR AMOR COMO FOI FEITA DAS OUTRAS VEZES. QUEM TENTOU ORGANIZAR ESSA AI?ACHO MAIS BONITO QUANDO É NA FRENTE DA CASA DE ALGUEM , OU NO MEIO DA RUA , OU MEMSO NUM ESPAÇO DE ALGUEM QUE CONVIDOU…EENCHAM O BUCHO D EPOESIAS

    • Não confunda. O Movimento Poesia na Boca da Noite é independente e não precisa de patrocínio. Nunca pedimos e nem pediremos patrocínio a ninguém.
      Toda semana nos reunimos em alguma calçada ou praça para falar, dizer e declamar poesia. E onde nos convidam nós vamos.

  • Nesse dia o entardecer estava como um presente sagrado. A Máe Poesia descia do céu e saudava seus filhos e filhas, ali presentes! Linda celebração!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *