Colheita de feijão-caupi em Porto Grande

A cultivar de feijão-caupi BRS-Tumucumaque, recomendada pela EmpresaBrasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) para o Amapá e mais 11 outros estados, possui grão branco, porte semiereto, floração média de 37 e está pronta para a colheita de 65 a 70 dias após o plantio em solo adubado. Estas características serão apresentadas na manhã desta sexta-feira, 14/8, durante o Dia de Campo “Cultivo de Feijão-Caupi no estado do Amapá”, na área do produtor Pedro Silva Costa, localizada à margem da BR-210 (Perimetral Norte), município de Porto Grande (AP).

O Dia de Campo, realizado com recursos do PAC Embrapa, é resultado de parceria da Embrapa Amapá, Secretaria Estadual de Desenvolvimento Rural (SDR) e Instituto de Desenvolvimento Rural do Amapá (Rurap). Esta atividade de transferência de tecnologia será composta de três estações, incluindo uma demonstração de colheita manual do feijão. A expectativa é de receber em torno de 100 pessoas, entre técnicos e produtores agrícolas de Porto Grande, Serra do Navio, Pedra Branca do Amapari e Ferreira Gomes.

Na primeira estação o produtor Pedro Silva Costa e um técnico do Rurap fazem a apresentação da área onde foram plantados um hectare de sementes da variedade de feijão-caupi BRS-Tumucumaque. Na segunda estação o agrônomo da Embrapa Amapá, Walter Paixão de Sousa, explica as características da cultivar, seu potencial de mercado, as vantagens, a reação as doenças e as recomendações para cultivo no estado do Amapá. Em seguida, na terceira e última estação, os técnicos da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Rural (SDR) e do Rurap explicam aos produtores a estratégia de utilização das sementes de feijão-caupi para a formação do Banco de Sementes visando o plantio para a próxima safra (2010).

A propriedade de Pedro Silva Costa foi preparada para o plantio com orientação técnica do Rurap/SDR. Este procedimento foi feito em sete hectares de produtores selecionados na Perimetral Norte (Porto Grande) e São Joaquim do Pacuí (Macapá) para receberem os benefícios do Programa de Produção Integrada (PPI), coordenado pelo Governo do Estado.

Uma das metas do PPI é consolidar o Banco de Sementes, por meio da cooperação técnica entre a SDR, Rurap e Embrapa Amapá, e com isso atender a demanda dos agricultores do estado por sementes de alta qualidade genética, apoio logístico e assistência técnica.

A BRS-Tumucumaque é mais nova cultivar de feijão-caupi registrada pela Embrapa para o Amapá. O lançamento oficial acontecerá no próximo dia 19/8, no Campo do Cerrado da Embrapa, km 45 da BR-156, que liga Macapá a Oiapoque, no extremo norte do Amapá. A cultivar recebeu este nome em homenagem ao Parque Nacional Montanhas do Tumucumaque, a maior área de conservação de floresta tropical do mundo, com quase 4 milhões de hectares divididos nos estados do Amapá e Pará.

(Dulcivânia Freitas, da assessoria de comunicação da Embrapa)

  • me esculhambe, me mate, mas não me chama coitada ok..eheeheh..até porque aqui (onde trabalho) jorra bastante. Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa, e eu sei que vc entendeu bem. Bjs!!

  • Coitada da Dulcivânia, tendo que tirar leite de pedra pois o Amapá Produtivo nem feira agropécuária tem mais. Por falar nisso cade o arroz TIA NICE, simbolo maior das propostas de mega produção do Governo?
    Muleke, que não é maranhense mas é chegado a um arrozinho de cuxá, como o puxa-sacos de Sarney

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *