Começa hoje a Mostra de Cinema e Direitos Humanos no museu Sacaca

Será aberta hoje, às 19h no Museu Sacaca,  a  7ª Mostra de Cinema Direitos Humanos na América do Sul, com a presença do curador da mostra,  Francisco César Filho, que entre tantos trabalhos, é criador e organizador da Mostra do Audiovisual Paulista (evento anual realizado desde 1987), diretor do Festival de Cinema Latino-americano de São Paulo e atual Coordenador Executivo do Cine +Cultura, programa do Governo Federal.

Cristiane Nogueira, da produção local da Mostra, diz que este é um evento importante para a divulgação e reflexão sobre questões, infelizmente, tão atuais em nossa sociedade como o racismo, a homofobia, o machismo, o preconceito com pessoas que possuam alguma necessidade especial, entre tantos outros assuntos que permeiam a discussão sobre os Direitos Humanos. Ela ressalta que é de extrema importância uma mostra de cinema com este enfoque para o Amapá, como forma de conscientização através da arte, que emociona e toca as pessoas, promovendo a transformação através da identificação com o assunto abordado nos filmes.

A mostra é uma  realização da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, fruto da parceria com o Ministério da Cultura, por meio da Cinemateca Brasileira, patrocínio da Petrobras e apoio do Ministério das Relações Exteriores, da TV Brasil, do SESC e do Governo do Estado do Amapá. Serão exibidos  37 filmes, dos quais dois estão concorrendo ao Oscar:  o curta brasileiro ‘A Fábrica’ e o longa uruguaio ‘A Demora’.

O cineasta homenageado nesta edição é o Eduardo Coutinho, com ‘Santo Forte’, ‘Cabra marcado para morrer’ e ‘Fio da memória’, que serão exibidos na mostra.

A Mostra segue até o dia 8.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *