Como é bom encontrar vocês

Já contei que fico muito feliz quando encontro, abraço e recebo o carinho de meus ex-alunos. Dia desses encontrei o Juraldo Coelho e o Júlio César e depois dos abraços, do bate-papo sobre os bons tempos da Escola Integrada, fotografei-os.
Foram meus alunos quando cursavam o segundo grau na E.I.M, tinham 17 anos, no início dos anos 80. Até hoje moram no meu coração. E vão continuar morando.

  • Alcinea, no coração deste ex-aluno-professor-diretor há o “Cantinho do GM”, onde guardo meus colegas de magistério e meus alunos. Você e o Júlio César estão lá. Evaldy

    • Saudades, querido Evaldy, daqueles bons tempos, das reuniões no sábado, do churrasco na casa do Cristiano… tantas coisas boas e inesquecíveis.
      Você ocupa um lugar especial no meu coração.

  • Infelizmente não tive o privilégio de ser teu aluno. No GM eu não era dos mais aplicados, mas fiz amizade com a maioria dos professores: Maria de Nazaré Chaini Melém, Helena Amoras, Bárbara Smith, Jaime Barcessat, Onédia, Odete. Dei muito trabalho pro Juracy (de Matemática), Helena Bemerguy e Ozenira. Fui aluno da Laises do Amparo no Colégio Amapaense, mas não me lembro se ela foi minha professora no GM. O certo é que essas boas lembranças ficarão marcadas para sempre.

  • Parabéns, Néa, pelos alunos. Essa é a melhor recompensa: quando o mestre vê seus pupilos no bom caminho. Não conheço o outro, mas o Juraldo é boa praça. Excelente baixista. Um dos melhores com quem já toquei.

Deixe uma resposta para ROQUE Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *