Contratos administrativos

O governador Camilo Capiberibe disse hoje no Twitter que os contratos administrativos dos professores serão renovados. Sem tempo para responder muitas perguntas não deu detalhes.
Mas uma fonte da Seed informou ao blog que  já está quase concluído o levantamento dos professores que estavam fora de sala de aula e que todos os aprovados no concurso de 2005 estão sendo chamados para as escolas.
Concluída esta fase, a Seed fará uma reavaliação dos currículos dos professores cujos contratos que venceram em dezembro e para as disciplinas onde há carência os contratos serão renovados.
Quanto a indenização dos contratos vencidos em dezembro, a Seed informou que já encaminhou tudo para a Sead. No total, a Seed tinha 3.500 contratos administrativos. “A soma da indenização de todos esses contratos atinge um valor altíssimo, mas caberá à Sead resolver como e quando vai pagar”, disse a mesma fonte.

  • Eu li uma nota no twitter, onde o governador diz que as indenizações do contrato administrativos estão sendo pagas , que eu saiba nem um professor já recebeu sua indenização, a pessoa vai à seed eles dizem que não há previsão. Eu acho que o governado deveria explicar melhor na empresa, porque nem todo mundo tem computador em sua casa, ai fica um desencontro de informações, ele dizia que estava dependendo da aprovação dos deputados, a assembléia já aprovou com unanimidade e agora o que esta faltando?

  • Concurso de 2005 ja expirou, por tanto ninguem deverá ser chamando. O que tem q ser feito é novo concurso e com vagas e cadastro reserva que supra a real necessidade do estado. Nada de colocar poucas vagas e depois usar a desculpa de que todos os concursados ja foram chamados e toma-lhe contrato, e toma-lhe contrato, e toma-lhe problemas, e toma-lhe irregularidades. Ganhem votos de outra forma.Faça um bom trabalho q o povo vai saber retribuir isso…

  • Cadê o Ministério Público que não faz nada que de fato force o Governo a fazer este concurso. Tal omissão senhores do MP, nos deixa intigrados e perguntando a quem devemos recorrer para a garantia de nossos direitos? Será que a CONSTITUIÇÃO nao tem valor aqui no Amapá?

  • Gostaria de saber quando sera divulgado a lista dos que continuarao no contrato administrativo para professores e onde sera divulgada essa lista?

  • Olá alcinea
    eu gostaria de saber quando o camilo vai chamar os concursados do sism,já que a maioria que passo no concurso era pra agente administrativo,porque ele não chama esse pessoal para supri a necessidade dos contratos administrativo,acho que se ele chama os 1000 classificados,ele vai conseguir normalizar um pouco essa carencia de contrato administrativo.por favor alcinea me respoda.adoooooro vc!!!

  • Carissimos, as contratações serão reduzidase em 50% pois eram mais de 50% professores a disposição fora aqueles que estavam fora de salade aula!

  • gostaria de sabe sobre as pessoas do super facil vao ser chamado de novo para o contrato me disseram que ia ser renonado dia 15/02 ate 30/06 e verdade e o caso da idenizaçao

  • Pergunto-me: Onde estavam os “profissionais da educação”, que reivindicam concurso agora, quando ocorria o repasse dos recursos do Fundo de desenvolvimento da educação para os empresarios da segurança privada de nosso Estado. Defendo a abertura de concurso, processo seletivo público. Mas me parece que enquanto alguns “profissionais” estavam sob contrato administrativo, sem passar pelo crivo do concurso e até sem frequentar a escola, parecia cômodo não reivindicar concurso. Vão estudar para que as vagas não sejam preechidas por profissionais de fora do Estado.

  • Estou á um tempo no contrato, acredito que hoje seria mais justo um concurso pra cessar todo o nosso sofrimento, pois só quem está nesta luta sabe o quanto é difícil todo começo de ano essa agonia. Confesso, que a atitude do nosso governador foi justa, de tentar organizar a casa (SEED), porém, não deveria ter nos deixado sem nossa indenização, o que de fato é direito de todos.

  • ô Capizinho, ô secretario de educação, só andando pelas escolas é que os senhores verão que ainda tem muitos e muitos professores fora de sala de aula enchendo linguiça nas bibliotecas, nas salas de informatica, nas secretarias e se duvidar até no refeitorio. Botem todos pra dentro da sala de aula que é o lugar deles e pare de onerar ainda mais os cofres publicos.

  • Neste Estado de incontáveis problemas, a questão do SERVIDOR PÚBLICO é séria, porém se devolvermos os profissionais com DESVIO DE FUNÇÕES a seu devido lugar, o que eu desafio qualquer gestor público a fazer… quem sabe possamos dar a CESAR OK É DE CÉSAR!!
    Se não COLOCAR o profissional que foi contratado como PROFESSOR, MÉDIDO, POLICIAL, enfim, NA FUNÇÃO ESPECÍFICA a qual ele foi contratato é bom começar em se pensar em abrir concurso para O FAZ TUDO, pois aqui parece que não existe especificidade.
    É uma troca de funções medonha e mecher com isso é confrontar com um vespeiro enraivecido, porém crucial para se fazer gestão no serviço público, quem vai carregar essa bandeira??!!

  • Há que se considerar também que tão importante quanto renovar o contrato dos professores é fazer o IMAP andar. O orgão ambiental perdera parte de seu oxigênio com a saída dos técnicos advindos dos Contratos temporários. Os setores de ordenamento territorial e licenciamento ambiental, além dos empreendedores, estão sendo prejudicados com o congestionamento de processos. Os técnicos – impotentes com a demanda – não podem ser responsabilizados por tais dificuldades. Acho que, pouco é visto ao muito que o IMAP representa!

    • Colega, é só fazer concurso. Simples, não? O contrato administrativo é um instituto constitucional para uma situação excepcional. Só que nossa autoridades o utilizaram de forma política, infelizmente.

  • Minha querida Alcinéa – a não ser q vc tenha dados oficiais – acredito q vc está equivocada, pois n dá afirmar q “grande parte” dos professores de 2005 estão fora de escolas. Sabe-se que tem muito professor fora de sala de aula, infelizmente são de todos os concursos.

  • Gente, é o seguinte: os aprovados no concurso de 2005 já foram contratados, mas grande parte está fora das escolas. Agora estão sendo remanejados para as escolas.

  • Desculpe-me, mas renovar novamente os contratos administrativo…sem se quer um processo seletivo? Isso é muito injusto, principalmente com os professores que estão fora de sala de aula. Cadê o concurso público? cadê a mudança? entra governo saí governo e curral eleitoral continua….

    • Refresquem a minha frágil memória, mas, vcs saberiam datar de que governo iniciou essa “gracinha” de contratos administrativos? Será que foi na época do governo do caPAI?

  • Creio que no edital do concurso de 2005 está bem claro: concurso válido por dois anos, podendo ser prorrogado por mais dois. Isso, até ontem, segundo a matemática dá 4 anos. Em 2011, faz portanto, SEIS anos. É tão difícil assim seguir a lei?

  • É uma tristeza ver todo ano, os profissionais da educação sofrerem essa humilhação de renovação de contrato, por irresponsabilidade do governo passado, que garantiu concurso para a educação, profissionais que a maioria não são partidários e sim querem a valorização da sua profissão, pois muitos são especialistas e até mesmo mestres, que se capacitaram e estão passando por essa vergonha de novo. Governador respeite esses profssionais que tenho a certeza que a maioria votou no senhor.

  • Creio que não é justo a chamada desses concurso de 2005, pois, o tempo de prorrogavel era de mais dois anos, hoje ja se passou cinco. Concordo com o Erick que o mais justo seria a realização de novos concursos. Cadê a mudança?

  • governador comece imediatamente a mudança, vamos acabar com o curral eleitoral!!!!!concurso p o magisterio já!!!!!!!!!!!!!!!

  • ei Camilão, faz concurso. em um mês é possivel lançar edital, inscrever, realizar as provas e divulgar o resultado. kd a mudança? o Heli lopes meireles disse que se uma emergência pode esperar até 72 horas, muita coisa pode ser resolvida. Vamos lá!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *