Copa 2010 – Comente o jogo no blog

Já que todo torcedor brasileiro é técnico e comentarista de futebol, comente, analise, xingue ou parabenize  aí na caixinha de comentários o jogo  Brasil x Coreia.

  • Devido o deesempenho da seleção do DUNGA, nesse jogo, cheguei até a tirar uma SONECA no primeiro tempo. Não fiquei muito FELIZ. Em alguns momentos até fiquei ZANGADO. Acho que o cacá não jogou como o MESTRE que é. Bem, tô muito gripado… ATCHIM, e não lembrei o nome do último… desculpem

  • Seleção ainda não está bem, mas as outras também estão com a mesma dificuldade. A moda agora é rentranca total. Vai melhorar com a segunda partida, agredito. Alemanha joga introsada, mas vamos vê com seleções do nível dela se joga tão bem assim. Brasil vai se classificar.

  • Se meu Sport Club do Recife jogar contra essa seleção brasileira. Aposto e dou o empate a quem quiser, pois com certeza o Sport venceria com mais de um gol de diferença.
    Modesto logo, não!!!!!!

  • O importante é a vitória que veio, mas não me convenceu o futebol jogado ontem pelo Brasil, deve melhorar muito. Kaka era menos um no campo, Robinho foi o melhor jogador do brasil, mas sózinho não dá pra fazer muita coisa. Um jogo como o de ontem era pra ser ganho folgado…tenho medo dos próximos confrontos do Brasil, mas vamos ficar na torcida…

  • Se o Brasil passar da 1º fase é muito, confesso que fiquei com medo do que vi, jogadores atrapalhados, o Kaká que não parava de cair, ganhamos.. mas não convenceu…

  • TAH BOM, confesso, fui dominado pelo “clima” da copa, que legal, tudo bom, Maravilhoso, mas vamos ao que eu penso. Primeiro, a seleção se distanciou em larga escala do povo brasileiro, perdemos aquela brasilidade que outrora existia em nossos corações, acho que nós brasileiros torcemos mais para o nosso clube de coração do que pela seleção. Falo por mim, eu como são paulino, não tenho a mesma empolgação com a seleção do que quando meu time joga, por exemplo. Quando meu são Paulo ta na final, eu não durmo, eu não como direito, eu fico nervoso, tremo, fico perdido, numa expectativa que não cabe em mim. O mesmo já não acontece com a seleção, que está recheada de jogadores que vivem longe da gente. Era tão bom antigamente, quando havia convocação da seleção que agente ia para o boteco ou para a escola de peito estufado, ostentando os nomes dos jogadores dos nossos times, com aquele orgulho patriótico, louco para encontrar o amigo ou o coleguinha do time adversário que cedeu menos jogadores do que o nosso time do coração, e começar aquele papo, legal e gostoso, “à porque meu time cedeu mais jogadores do que o teu”, ou o “artilheiro é do meu time, e não do seu”, “viu só quem foi o goleirão que foi convocado? Foi a muralha do meu time..” e assim por diante. Hoje é diferente, temos uma seleção terceirizada pelo velho continente, jogadores que não sentem a mesma vibração que nós torcedores sentimos, e que estão distante de nossa realidade, nossa freqüência não vibra na mesma vibe, e acho que se não fosse a copa para não deixar morrer a brasilidade que existe dentro de nós, não teríamos essa simbiose de sentimento, loucura e alegria com nossa seleção canarinho. Acho que isso é normal, seleção é algo atípico, nosso clube é algo freqüente, algo que acompanhamos duas vezes por semana, é parte integrante da nossa vida. Eu gostaria de que alguém resgatasse esse sentimento que não pode parar nunca, alguém deveria reaproximar a seleção do seu décimo segundo jogador, pois acho que a seleção amarelinha merece está perto daqueles que fazem o Brasil se diferenciar das outras nações, nós, os protagonistas do espetáculo, O povo Brasileiro.

  • Começamos mal. Francamente, levar um gol da Coréia dá uma preguiça… E àqueles que pensam que ganhamos, estão rotundamente enganados. Empatou: 2 X 2. Gol de time fraco vale por dois. O meu vizinho se municiou até os dentes, ele tinha mais foguetes do que a Coréia do Sul tem de mísseis, mas disse que só começaria a soltar os fogos a partir do terceiro gol do Brasil. Teve que conter-se com sua gabolice; decepcionado, recolheu a artilharia para o próximo jogo. Se alguém acertou o palpite, merece o prêmio. Vá entender de futebol assim lá na caixa-pregos…

    • Atrapalhei-me com as Coréias, do Sul e do Norte. Para distingui-las basta obedecer ao Novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. Por exemplo, a Coreia do Sul perdeu o acento em obediência ao Novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa, que segundo a regra, palavras terminadas em ditongo aberto não são mais acentuadas. Por outro lado, a Coréia do Norte permanece com acento, porque lá não há acordo nem que a vaca tussa. O Dunga não se manca: 2 X 1. Levar um gol da Coreia é o mesmo que ser ultrapassado na F1 pelo Rubens Barrichello, uma humilhação…

  • A Copa do Mundo de Futebol, na atualidade, é um desfile de craques que atuam na Europa. Todos se conhecem e sabem como jogam. Até o técnico brasileiro, quando jogador de futebol, atuava na Europa. Todos os paises que estão competindo, com raras exceções, seus jogadores atuam em clubes europeus. Gostaria ver novidades, como jogadores novos que atuam no Brasil, para podermos encher o peito de brasilidade. Esse time que aí está não sabe sequer furar bloqueio de timinho como o da Coréia do Norte, que é a última colocada dentre todos os participantes, no ranking da FIFA.

  • Alcinéa entendo que qualquer jogo é de acordo com o adversário. Acho que o Brasil deu um show no primeiro tempo, com pedaladas, bola de trivela, bem postado na defesa e só o Brasil jogou, futebol bonito de se vê. No segundo tempo logo no início fez o primeiro gol e tudo foi feste e show. O gol deles foi apenas um detelhe do jogo. Num jogo com uma seleção mais forte isso não aconteceria. Que venha uma seleção mais forte que o Brasil joga com ela tb de igual para igual. Hoje o Brasil foi Brasil no futebol. E o Dunga mostrou o que todo brasileiro queria vê a selesção pra frente. Agora se a seleção não foi é outra história.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *