CPI da Amprev

O presidente da Assembléia Legislativa baixou portaria hoje designando os deputados que integrarão a CPI da Amprev. São eles: Roseli Matos (DEM), Charles Marques (PSDC), Júnior Favacho (PMDB), Sandra Ohana (PP), Cristina Almeida (PSB), Keka Cantuária (PDT), Bruno  (PTdoB) e Valdeco Vieira (PPS).
Nos próximos dias, os membros da comissão farão eleição para escolher o presidente e o relator. A CPI foi criada para  apurar se há irregularidades nos resgates para novas aplicações; aplicações de novas contribuições, verificar  relatórios dos recursos e investimentos dos planos financeiros e previdenciários geridos pelo Comitê da Amapá Previdência,  critérios de escolha das instituições financeiras e produtos de investimentos financeiros utilizados nas aplicações dos recursos e a motivação da não comprovação das contas e atas pelo Conselho Gestor da Amprev.

  • O grande serviço que a assembléia deveria prestar a comunidade Amapaense é renunciar a verba idenizatória para que se possa investir m outros setors…há que essa situação começasse as apurações des o inicio do Governo waldez ao qual fizeram parte ou pensam que nós cidadãos esquecemos o que eles fizerão nos verôes passados…

  • Acorda! caro Dacildo. É que o Presidente da AL é o Moisés Sousa, que ao que parece não tem rabo preso com ninguém. Pois foi ele quem denunciou os demandos na Secretaria de Educação, que originaram a Operação Mãos Limpas. E pelo visto não resfrescar nesse governo.

    • Ronaldo meu caro nao seja ingenuo, o Moises somente denuciou o waldez porque ele tinha interesse na jogada que todos sabem quais sao, e agora ele esta jogando de novo,ou seja ele so tem aquela cara de Kiko e nome de personagem da biblia, de bobo ela nao tem nada.

  • Investigar tudo referente ao ano de 2011 será moleza. Difícil será eles investigarem o “pratrasmente”, os oito anos de Waldez, por exemplo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *