Cronistas do blog

Banana recebe  o Lamarão no céu
Guilherme Cavalcante Lima

No dia 06/03/2012 por volta das 19:30 horas nosso amigo Lamarão resolveu nos deixar partindo sem pelo menos ter dado tempo de dizer ADEUS.

Antes do 7º dia de sua partida “definitiva”, decidiu fazer as últimas visitas aos amigos, como no Bar do Abreu, nas rodadas animadas com os amigos e claro no Suvaco de Cobra do meu amigo Roberly para ver pela última vez seu querido flamengo ganhar do meu tricolor juntamente com figuras especiais como o Gaspar, Luiz Carlos (Caipó), Roberto, Tonga, Osmar, Velton, Joaquim, Jupiram, Laércio (promotor), João Banha, meu Primo Expedito e claro Bruno (filho do Lamarão) que foi participar da homenagem que os amigos fizeram a ele, e muitos outros amigos.

Quando chegou ao CÉU, nosso NOBRE Lamarão foi recebido por nada mais, nada menos pelo BANANA. Foi a maior festa, leia o diálogo entre os dois:

BANANA: E aí, Lamarão, já?
LAMARÃO: Já, chegou minha hora. Como é por aqui?

BANANA: Legal. Melhor do que pensei. Tem o XODÓ do Albino, por isso que fechou lá em baixo, se mudou pra cá. Tem seresta com o Paulão do atabaque numa animada batucada com o Waldir Carrera, o Luiz Serrano (pai do Bivá, Robson e Romero) e outros. Já montei até minha lojinha da BACOL com “BAGULHO” do Paraguai. É gostoso, sentimos uma tremenda paz de espírito.
LAMARÃO: Mesmo? Quem mais eu vou encontrar por aqui?

BANANA: Muita gente boa. O Paulão, irmão da Tica, o Michel meu irmão, o Beto filho do Janjão e primo do Tondo, meus avós, tios primos e amigos. Um dia eu vi o Airton Sena.
LAMARÃO: Não diga! E onde ele está?

BANANA: Não sei, passou muito rápido. Só deu pra ver o capacete do Brasil.
LAMARÃO: Pai’dégua! Então vou me sentir bem por aqui.

BANANA: Com certeza! Ah, já ia esquecendo, a política melhorou por aqui. No ano passado subiu um político da pesada, já fez um monte de obras.
LAMARÃO: É mesmo, quem é?

BANANA: O Comandante Barcellos, o famoso “BACHELINHO”.
LAMARÃO: Cara, esse é poderoso mesmo!!!

BANANA: Encontrei com o teu pai também, todo mundo gosta dele, é gente fina.
LAMARÃO: Legal, me leva lá com ele que eu estou com saudades.

BANANA: Vamos lá. entra para a ETERNIDADE. Seja bem vindo, segura na mão de Deus, pois ela, ela te sustentará….TAMBÉM. Não temas, segue adiante e não olhes para trás.

(Guilherme Cavalcante Lima, Pedagogo e Psicopedagogo, Irmão do BANANA)

  • Muito legal essa homenagem, pois lembra pessoas que nos deixaram muitas saudades aqui,e foram referencias na nossa sociedade
    amapaense
    Eu sou sobrinho do Paulão

  • Muito legal Guilherme. Sabe,acho que deve ser desse jeitinho a chegada lá em cima, já subiu muita gente querida, entre eles o Banana, teu irmão e meu primo, meu mano Paulão e meu sobrinho Michel, que estão nesse texto cheio de saudades, alegrias e certezas. Boas lembranças. Um beijo querido!
    Ei Lene, lembra dessa : “Hi olha, lá vem o Banana” rsrsrsrs

    • É verdade Tica. Essas lembranças nos dá a certeza de que todas essas pessoas e muitas outras deixaram marcas por estas bandas. Bjs do primo.

  • agora já sei de onde herdei o dom! uahauahua linda mensagem, pai. queria ter conhecido metade dessas pessoas, aposto que deixaram muita saudade. bjos

  • Essa história me lembrou uma outra que eu li quando era criança… A Festa no Céu, que contava a história de uma tartaruga que queria entrar em uma festa no céu mas não foi convidada porque não tinha asas para chegar até lá. Acredito que esse reencontro que – crendo em Deus e na vida eterna – sabemos que é certo, é que pode ser considerado a verdadeira “Festa no Céu”… E enquanto Ele não nos dá asas para chegar até lá, vamos ficando por aqui, curiosos pra saber como é “do outro lado” e com as lembranças maravilhosas de quem já se foi e deixou saudades… Confortemo-nos em Deus!

  • Belíssima e saudosa homenagem!Bate um consolo diante da leitura deste texto.Parabéns ao autor que se utilizou cuidadosamente do humor,para lembrar com carinho dos que já se foram,sem esquecer a sua fé na palavra de Deus!

  • INTERESSANTE A PROSA ENTRE OS AMIGOS, JA IMAGINOU SE NA CONVERSA ENTRASSEM O SAUDOSO “BONFÁ”(Bonfim Salgado)? FICARIA UM DIALOGO PARA DIAS, QUEM SABE ATÉ MESES..HEHEHE
    GUILHERME, QUE TEU IRMAO “BANANA” E TDS OS NOSSOS AMIGOS DESCANSEM EM PAZ…
    QUE NOSSO PADROEIRO SAO JOSÉ NOS PROTEJA E ORIENTE NESTA ANO DE ELEIÇOES.
    QUEM NAO MORRER, VERA

  • Bacana o dialogo, dizendo que é bom do lado de lá porém ninguém voltou para comprovar, por enquanto preferimos ficar pelo lada daqui. Que Deus acompanhe aqueles que partiram para o lado de lá.

  • Para a familia, recebam as minhas Condolencias, sou uma amiga do Banana. Nao sei se vcs se lembram do Professor Wanderley, pois sou filha dele embora ele ter falecido ja fez um ano. Essas dores conhecemos e o dificil é aceitar. Quero deixar muita força para todos vcs. Quem me falou do Banana ainda foi meu Pai, por ele estar sempre em casa e eramos como irmaos pois foi uma pessoa q sempre quiz ajudar o proximo. Saudades e muitas, pois até hoje ainda tenho o ultimo poema q ele me fez. E da ultima vez ele me deu um abada para o carnaval fora de epoca. Q ele até brigou um pouquinho com meus pais, porque eu nao deveria ir, e ele falou ela passa pouco tempo aqui entao deixa ela se divertir um pouco. Rsrsrsrs. Pois eu moro na França e a primeira pessoa q encontrava quabdo chegava em MCp era o Banana. E sempre foi uma pessoa bem vinda em minha casa, quer dizer, na casa de meus pais. Afinal, meu pai se foi tambem, e sei que ele esta rodeado de pessoas maravilhosas e que foram pessoas maravilhosas e agora mais alguem que se vai, e sao reencontros e temos q deixar eles irem em paz. Força para toda a familia. Bjs

    • Leila, aminha esposa te conhece, manda fotos tua e mensagens para “[email protected]”. Conhecia o teu pai, professor wanderley. Era uma ótima pessoa e deixou uma bela marca na educação física da sociedade amapaense, bem como saudades. Bjs.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *