Descaso com a saúde

Quem precisa de um exame na rede pública de saúde acaba morrendo sem fazê-lo, tamanho o descaso com que o governo estadual trata a saúde do cidadão amapaense.
Com dores no estômago uma mulher procurou atendimento na rede pública. A ela foi pedida uma endoscopia. No dia 3 de fevereiro ele foi ao hospital com a requisição do exame. O exame foi marcado para o dia 8 de março (Vejam bem: mais de um mês após feito o pedido). Pobre, a mulher se conformou com a demora. No dia 7, se preparou para o exame. Ficou sem jantar e acordou 5h da manhã e rumou para o Hospital de Especialidades em jejum. Lá deu de com a cara na porta. Era ponto facultativo, Dia da Mulher, portanto nada de trabalho, nada de exame. No dia seguinte, ontem, a mulher – mais uma vez acordou cedinho, ficou em jejum – foi ao hospital, acreditando que faria o bendito exame. Nada disso! Sua endoscopia foi remarcada para o dia 5 de abril. Tá vendo como é? A mulher tem que esperar dois meses para fazer uma simples endoscopia.
É muito descaso, negligência, falta de compromisso com a saúde. Né não?

  • É Alcinéia,acho que você esqueceu da SEED, só lembra da SESA,ou seja é o “independente” querendo esculhambar com outro da harmonia,e o povo vai para PQP.

  • Não sei porque tanto espanto. Na Unimed é pior. 45 dias para uma consulta. Isso quando o médico não viaja. 20 dias para um simples exame de imagem.
    Isso sim é um absurdo.

  • Não só o atual secretário, nao solucionou os problemas da rede pública de Saúde, como o Bala Rocha que na época também secretário, dizia que num futuro próximo o pessoal não precisaria ir as madrugadas para as filas. TUDO SERIA MARCADO ON LAINE.Esse futuro ainda não Chegou

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *