Dicionário de Amapês

Alguém já te fez essa pergunta: “Tu peida colorido?”. Desconhecendo a expressão “peidar colorido” provavelmente você ficou com cara de aru, sem saber o que responder. Ficou assim porque não tem um dicionário de Amapês – a língua falada no Amapá desde o tempo da “mesa de renda” ou de quando Janary ainda era recruta.

Mas se você tem o dicionário, “nem com nojo” fica com cara de abestado quando ouve alguém falando em Amapês. Além de entender tudo ainda pode sair por aí contando “bafo” com o dicionário embaixo do braço.
Lançado em 2012, o  Dicionário de Amapês  é resultado de uma pesquisa que durou cerca de 20 anos e traz mais de 2.500 vocábulos.
Os autores/organizadores Cléo e Zenaide Farias de Araújo já preparam uma nova edição com mais vocábulos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *