Desembargador Dôglas Evangelista assume o governo e suspende pagamentos

O presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Dôglas Evangelista Ramos, assumiu o governo no final da tarde e uma das primeiras medidas tomadas por ele foi ordenar a suspensão de pagamentos aos fornecedores do governo até que tome pé da real situação do Estado.
Dôglas foi comunicado às 10h da manhã que poderia assumir o governo, mas só no final da tarde atravessou a rua que separa o Tribunal de Justiça do Palácio do Setentrião e passou a chefiar o Poder Executivo. O desembagador foi aconselhado a exonerar a equipe de Pedro Paulo. Mas esta decisão deve ser tomada só amanhã de manhã. Ele pode ficar cinco ou mais dias no governo. De acordo com sua assessoria ele está se preparando para ficar dez dias. É que a prisão temporária do governador Pedro Paulo Dias, que é de cinco dias pode ser renovada por mais cinco se houver necessidade.
Quem deveria assumir o governo, na linha de sucessão, seria o presidente da Assembléia Legislativa, Jorge Amanajás (PSDB). Como é candidato ao governo, se assumisse ficaria inelegível.
Jorge Amanajás é uma das 87 pessoas que prestaram depoimento ontem à Polícia Federal. Depois do depoimento ele foi liberado e agora a noite participou de um debate promovido pelo Instituto Macapaense de Ensino Superior (Immes). No debate, apenas o candidato Genival Cruz (PSTU) falou sobre a Operação da Polícia Federal deflagrada hoje e disse que “falta mais gente ainda embarcar nessa viagem”.
Camilo Capiberibe (PSB) se retirou antes do final, justificando que tinha que viajar para Laranjal do jari, onde cumpre agenda amanhã.
Lucas Barreto (PTB), Jorge Amanajás (PSDB) e Genival Cruz (PSTU) ficaram até o fim.
Quem assistiu ao debate disse que o candidato tucano estava visivelmente cansado e preocupado.

  • Realmente ficamos suspreso com essa, mais, uma coisa tenho que dizer, realmente no Governo de Waldez Goes, houve uma uniao de todos os 16 municipios, e a ecretaria de Marilia Goes, foi uma das que mais trabalhou na area social.Não se pode saber com exatidão o que acontece com as secretarias, nenhum ser humano e capaz disso.Admiro o Senador João Alberto Capiberibe e a minha segunda opção é ele.Cocordo com voce não se deve usar um blog tão importante como seu para condenar ou condenar nunguem, toda pessoa é inocente até ser condenada. Gosto de le as noticia da Luciana Capiberibe e da Alcineia Cavalcante. Vamos dar um voto de confiança a essas pessoas ate prova ao contratio. O Lula no caso do Mensalção e muitos outros tambem não sabia o que estavam fazendo nas suas costas. Obrigado

  • NÃO ADIANTA MUITA COISA SUSPENDER OS PAGAMENTOS DE FORNECEDORES, O ESTADO JÁ ESTÁ FALIDO. O DESEMBARGADOR VAI TERTAR ENTENDER EM 10 DIAS COMO É QUE SE FEZ PRA AFUNDAR O AMAPÁ EM 8 ANOS.

  • Fico tranquila em saber que o Des. governará meu Estado. Homem íntegro, nome assentado em nossa história, de um caminhar pela vida que serve de exemplo para muita gente. Tive a oportunidade de assessorá-lo e ver o quanto digno ele é. Tem um lado muito humano, preocupado com a educação de sua família, como um pai deve ser. Não é “afetado”, trata muito bem as pessoas no trabalho. Excelente oportunidade para quem vai conviver com o Des. Dôglas no executivo, e para nós, governados, a esperança de uma vida melhor.

  • O Jorge podia está cansado porque ele estava em Oiapoque e teve que vir para o Debate o mais rápido possível, mas com certeza ele não estava preocupado mesmo porque ele não tem nada a esconder, ele ja depôs a Polícia Federal e foi liberado, prova de que está tudo bem com ele.

Deixe uma resposta para Aécio de Assunção Cardoso Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *