Eletrobras deverá intervir na CEA

O ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, disse nesta quarta-feira que, a exemplo do que ocorreu em Goiás, a Eletrobras deve ter uma “interferência intensa” na Companhia de Eletricidade do Amapá (CEA). O ministro deu a entender que a Eletrobras pode ficar até mesmo com a totalidade do controle da CEA.

“Estamos negociando uma solução no mesmo modelo da Celg, mas com uma gradação diferente. A participação da Eletrobras será mais expressiva, ou totalmente expressiva”, disse Lobão. Em Goiás, a Eletrobras adquiriu 51% da Celg no final do ano passado. A estatal enfrentava dificuldades financeiras e estava inadimplente com o pagamento de diversos encargos do setor elétrico – requerendo a intervenção da Eletrobras.

Ainda segundo Lobão, a companhia de distribuição do Amapá tem uma dívida superior a 1 bilhão de reais apenas com a Eletronorte, referente a energia não paga.

(Fonte: Veja e  Agência Estado)

  • É COM TRISTEZA QUE O POVO DO AMAPÁ, ASSISTE MAIS UMA PROMESSA DO GOVERNO TRANSPARENTE IR PELOS ARES. PROMESSA DE CAMPANHA REVITALIZAR A CEA.EU FAÇO EU CONSIGO .DINHEIRO TEM O QUE FALTA É GESTÃO.GOVERNO DE INCOMPETENTES.

    • Uma coisa… eu reconheço deste governo, fez uma proposta, pelo menos a única, coisa que em 8 anos anteriores só criavam grupos de trabalhos para apontar uma solução e nada. Neste 55 anos de CEA como distribuidora de energia no Amapá, acho que 50 anos servindo a classe politica, claro, mas nada comparado, como nos últimos 15 anos de serviços aos políticos. E o povo, pelo patrimônio, o que fez? Estava bom como está, só bastava não faltar energia em casa, tudo tranquilo. Fazer o quer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *