Em março tem rodeio em Porto Grande

Entre os dias 4 e 6 de março acontece no município de Porto Grande, a 105 quilômetros de Macapá, a primeira etapa do Circuito Amapaense Rodeio. O evento está sendo organizado pela Federação de Rodeio Amapaense, com apoio do Governo do Estado, Prefeitura de Porto Grande e de várias empresas. A premiação inclui uma moto zero quilômetro para o cowboy campeão, e ainda a distribuição de R$ 10 mil reais para os participantes mais bem colocados.

O objetivo do circuito amapaense de rodeio é formar cowboys amapaenses. “Alguns participam dos rodeios promovidos durante a Expofeira. Eles até avançam nas principais fases, mas nas etapas seguintes da competição o pessoal que vem de fora acaba dominando o rodeio”, justifica Adriano Duarte, presidente da Federação de Rodeio Amapaense.

O cronograma do circuito inclui, além de Porto Grande, os municípios de Tartarugalzinho, Amapá, Cutias do Araguari, Oiapoque e Laranjal do Jarí. A final será no rodeio da Expofeira, que deve acontecer este ano em outubro. “Vamos levar a mesma estrutura utilizada na expofeira, como arquibancadas, camarotes, banheiros químicos, touros, cavalos, show pirotécnico e apresentações de artistas de renome”, acrescenta Duarte.

A federação quer aproveitar o sucesso que o rodeio vem alcançando nos últimos anos na Expofeira. Durante quatro dias da competição em 2009, por exemplo, a arena recebeu um público de quase 70 mil pessoas só para ver o duelo entre as feras e os cowboys.

A primeita etapa do Circuito Amapaense de Rodeio está sendo vista por empresários e especialistas em turismo como mais um atrativo em Porto Grande e nos demais municípios. Já que o evento agrega outros negócios como hotelaria, bares, restaurantes e ainda estimula o comércio informal, gerando renda e emprego durante os dias de rodeio.
(Texto: Seles Nafes, da Assessoria de Comunicação)

  • parabens pelo blog…
    Na musica country VIRGINIA DE MAURO a LULLY de BETO CARRERO vem fazendo o maior sucesso com seu CD MUNDO ENCANTADO em homenagem ao Parque Temático em PENHA/SC. Asssistam no YOUTUBE sessão TRAPINHASTUBE, musicas como: CAVALEIRO DA VITÓRIA, MEU PADRINHO BETO CARRERO, ENTRE OUTRAS…
    VIRGINIA DE MAURO a LULLY é o sonho eterno de BETO CARRERO e a mão de DEUS.

  • todo e qualquer ser humano,tem o direito de ir e vir, isto é certo!
    e gosto ñ se discute, o rodeio é uma paixão nacional, é uma cultura que st crescendo
    e mostrando a cara aqui no amapá… vamos respeitar! o amapá é um estado formado por pessoas de todo brasil, com isso costumes e tradições chegam com eles..
    isso só vem irriquecer o estado mais ainda…

  • joão Elton, vc está viajando… vá aprender um pouco mais sobre rodeio para poder falar a coisa certa. Esses animais são treinados para fazer isso independente de sedem, senão égua não participava de rodeio….

  • Ainda bem que Macapá está evoluindo com relação a diversão. Chega de marabaixo, brega, festival do camarão…A cidade está cheia de moradores de outros estados com outras culturas, que também merecem se divertir do jeito que gostam…. Agora só falta vir mais shows caipiras, principalmente na feira agropecuária…. Tomara que este ano alguém consiga enxergar isso e deixe de trazer para feira agropecuária aparelhagens com o “Bruno e Trio”… abraço

  • O leitor Raimundo Lopes não pode confundir o “bumba meu boi”, uma das milhares de manifestações do povo brasileiro, que todos deveríamos ter a possibilidade de conhecer, com algo que não é nosso. Nós não somos “cowboys”; vamos conhecer e divulgar a nossa cultura. Aliás, o rodeio é um verdadeiro “espetáculo de terror e tortura”. As pessoas que frequentam esses espaços deveriam saber o motivo que faz o animal pular, e os defensores e praticantes dessa tortura deveriam amarrar o sedem (artefato de couro:corda) nos seus órgãos genitais e dar uma puxada com força pra sentir a sensação. Certamente gritariam (ou berravam) de dor. Os animais ao sentirem a dor provocada pelo sedem amarrado ao seu corpo reagem, pulando. Mais uma vez a ganância do homem fala mais alto; organizam esses “espetáculos”; poucos ganham muito dinheiro, muitos pagam a conta, e os animais sofrem. Devemos acionar o ministério público, até porque o governo do estado está apoiando e isso é inaceitável e tem que ser questionado. VAMOS REJEITAR, BOICOTAR, ACABAR COM OS RODEIOS E QUALQUER OUTRA ATIVIDADE QUE PROVOQUE SOFRIMENTO NOS ANIMAIS.
    João Elton Rippel

  • Esse release tem a cara da imprensa marrom. Em vez te quesrionar os R$200 milhões de desvio da SEED, vem com essa de Bum Meu Boi. Fala sério só no Amapá, repórter da GLOBO faz isso…

Deixe uma resposta para Cawboy Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *