Guarda municipal em greve

Os guardas municipais decretaram greve a partir de hoje e fecharam parte da avenida FAB, em frente a Prefeitura de Macapá, onde estão fazendo uma grande e barulhenta manifestação.
Os motivos da greve estão numa carta que eles estão distribuindo ao povo e aos veículos de comunicação.
Eis:

“CARTA ABERTA AO POVO
O porquê da GREVE DOS GUARDAS MUNICIPAIS

O Sindicato dos Guardas e Inspetores Municipais de Macapá – SIGIMMA decretou GREVE GERAL da categoria a partir do dia 15/03/2011!! Esta foi a única saída encontrada pela classe, em face das infrutíferas negociações e conversas com o Prefeito ROBERTO GÓES, onde nunca tivemos uma solução ou acordo favorável para a efetivação do Plano de Cargo, Carreira e Remuneração – PCCR da GMM/ PMM.
É Importante destacar que a Lei Municipal (HÁ 02 ANOS CRIADA) que rege o PCCR da GMM, teve todo o seu processo de criação dentro da mais rigorosa análise por parte dos Vereadores, passando inclusive pela Comissão de Constituição e Justiça, passou ainda pela análise da Comissão de Ordem Financeira e após discussão e passando pela votação em 1ª e 2ª instancia da Comissão de Constituição naquela Casa de Lei a atual Vice Prefeita de Macapá e atual Secretária de Educação do Município de Macapá Sra. Helena Guerra, naquela oportunidade era a Presidente da Câmara e assinou a aprovação da Lei do PCCR da GMM.
Sendo que a previsão orçamentária para o pagamento e a efetivação do PCCR da GMM, foram deixados pelo então Prefeito João Henrique, e mesmo assim, o atual prefeito ROBERTO GÓES, a Vice prefeita e atual Secretária de Educação de Macapá Sra. HELENA GUERRA insistem em não pagar o que é de fato e direito dos Guardas e Inspetores Municipais. O curioso é que foram aprovados vários outros Planos e Leis, naquele mesmo período da Lei do PCCR da Guarda Municipal, dentre esses o AUMENTO DE SALÁRIOS do Prefeito Roberto Góes, da Vice Prefeita de Macapá e atual Secretária de Educação do Município de Macapá Helena Guerra, de todos os Vereadores e dos Secretários do 1º escalão da Prefeitura. Foi criado ainda para a filha da Vice Prefeita de Macapá e atual Secretária de Educação do Município de Macapá Helena Guerra, a Corregedoria Geral do Município de Macapá – AGORA PASMEM – essas e outras Leis e Planos estão em vigor e sendo pagas rigorosamente em dia, e por LUXO, DESCASO e DESRESPEITO com a Guarda Municipal, o PREFEITO ROBERTO GÓES, não cumpriu a Lei do PCCR da Guarda Municipal de Macapá até os dias de hoje.”

  • Agradecendo primeiramente a deus em seguida ao bom senso de nossos gestores municipais. Hoje foi entregue pelo sr. Roberto Góes, aos vereadores de MCP na pessoa do sr. Rilton amanajás. Guardas sei que neste momento em que se aproximam as eleições municipais, é que está finalmente saindo o tão esperado PCCR. mas é algo para toda a nossa vida. Esqueçam todas as bandeiras políticas, esse é o nosso momento. aproveitemos, mas ainda assim somente vou acreditar quando estiver o valor rajustado em nossas mãos, desejo a todos, sem distinção, UM FELIZ NATAL E UM PRÓSPERO ANO NOVO. que todos teham seus desejos realizados como nós que recebemos esse presente no final de ano.

  • MINISTÉRIO DO TRABALHO AJUDEM OS GUARDAS MUNICIPAIS QUE NO MÊS PASSADO NÃO RECEBERAM QUASE NADA, NÃO TEM COMO DAR COMIDA AOS FILHOS, SOCORRAM ESSA CATEGORIA DE TRABALHADORES .O PLANO FOI APROVADO SÓ FALTA SER CUMPRIDO . MINISTÉRIO PÚBLICO AJUDEM ESSE PROFISSIONAIS.

  • Camaradas Guardas Municipais de Macapá, estamos solidários com vossas lutas e parabenizamos pela coragem de exercer os seus direitos constitucionais, sabemos das dificuldades que nós guardas estamos enfrentando, além da falta de equipamentos adequadso para fazermos um bom serviço, ainda contamos com a falta de uma regislação específica para a legalidade dos nossos seviços, também não temos uma organização básica para podermos definir as nossas funções e nossos salários, mas estamos contando com suas presenças na III Marcha Azul Marinho que será realizada nos dias 23, 24 de maio de 2011 em Brasília, poderemos levar as nossas renvindicações para as instâncias superiores. Gm Palma – Manaus-AM

  • Parabens a todos os guardas e inspetores municipais que estão nesta luta pelo PCCR, este é um direito de fato, pois já é lei. Eu fico muito triste que a GM ainda recebe um salário base de $ 492,00, aproximadamente, como diz os jornais. Isto é inconstitucional, pois os GM recebem menos do que o mínimo que é de $ 545,00. Aonde está o Ministério Público? Será que nessa cidade as leis não são cumpridas? Só a luta nas ruas e o companherismo de toda GM trará bons frutos, o pagamento do plano de voces. No final DEUS os abençoarão.

  • é de direto que a guarda municipal precisa de estruturação. por isso apoio o movimento que os mesmos estão realizando. no sábado a categoria fez uma caminhada pelo centro de macpá e podemos observa como a classe está unida. acho que todas as classes q foram desrespeitada pelo prefeito saim para a rua e lutem pelos seus direitos, assim como a guarda está fazendo. quanto mais gente mais pressão que o prefeito e a prefeita vão sentir. é isso aí, lutar é o único jeito. força.

  • se você não lutar pelos seus direitos você não é digno de tê-los. Portanto, meus parabéns a categoria de guardas e inspetores municipais que vem lutando desde 2008 pelo direito adquirido em Lei aprovada e sancionada pelo prefeito João Henrique e o Roberto Góes deveria apenas cumprir. Meus parabéns. Estamos solidários a esta reivindicação infelizmente tiveram que recorrer à greve. Presidente do Sindicato da Fiscalização do Município de Macapá, Cristiane Zimerer

  • Diante de todo esse acontecimento é uma verdadeira covardia por parte do gestor municipal o que vem ocorrendo com os servidores, em especial, os guardas municipais que há mais de 02 anos, vêm sendo enganado por esse prefeito. Portanto, prefeito deixe essa arrogância, intransigência de lado e sente para apresentar propostas viáveis…

  • o descaso de nosso gestor municipal com a guarda municipal, reflete na imagem da mesma perante os municies em geral, prefeito cumpra a lei e cobre depois

  • ROBERTO GÓES vc começou muito bem sua administração, analise esses pedidos com calma.Os GM precisam ser estruturados. voce ainda tem muitas chances de reeleição.tire um pouco do salario dos propineiros da EMTU, ganham muito e nao fazem nada. fique atento! valeu !

  • Toda solidariedade aos Guardas Municipais. Não tem como negar que eles têm direito a plano de cargos e salários, agora se o prefeito acha absurdo o que foi aprovado, que proponha outro, mas que os guardas consigam melhorias com ela.
    Outro fato, na mesma data de aprovação do plano dos guardas municipais, foi aprovado o aumento salarial dos vereadores e do prefeito, como todos sabemos, só os guardas não receberam.

    • A Guarda Municipal é um órgão integrante da defesa social do Estado do Amapá. Está diretamente subordinada ao prefeito de Macapá, tendo como principal atribuição a proteção de bens, serviços e instalações do poder público municipal.

      Atualmente, a instituição conta com um efetivo total de 572 integrantes, sendo 51 inspetores e 521 guardas municipais, que estão sob o comando geral do inspetor de carreira. Sua estrutura organizacional é composta por departamentos, divisões, companhias de guardas, grupamentos operacionais (Defesa Civil, Grupamento Ambiental, Grupamento Tático Operacional), projetos sociais, parceiros institucionais, tais como: policia civil, a partir do canil integrado e policia militar em ações de segurança conjuntas no município de Macapá.

      • Complementando o Sandro assim como as outras forcas ainda e composta por banda de musica todos tecnicos. Profissionais serios que tambem precisam de valorizacao profissional por isso nosso manifesto e justo.PCCR ja.

    • Aos imbecis que teimam em criticar de forma equivocada, somente reconhecem o valor da guarda quando precisam e ela está lá pronta para ajudar. acorda! sai na rua, e conhece a realidade antes de criticar profissionais que somente querem condições de trabalho.

    • Sr. Mauro, sou esposa de um oficial militar, alem de ser socióloga e professora, penso que antes de fazer tal pergunta, o Sr. deveria se infrmar melhor a respeito, credio eu que uma instiuição como a Guarda, não seria criada a Deus dará e sem senhuma função. Esse é o retrato de um país ignorante, o Estado precisa investir pesado na educação, sob todos os aspectos, pra que pessoas não saiam questionando ou falando bobagens a respeito do que desconhecem. A despeito, aos guardas municipais, os professores são solidários a causa, força e persistência!!!!

    • esse cidadao, que perguntou para que serve a guarda,logo da prave que ele e um completo imbecil deve ser mas um da panelinha do gesto roberto goes ,peço a ele que procure sabe realmente para que serve a guarda municipal ,e se um dia voce precisa do serviço da guarda tenho certeza que sua pergunta vai muda,pois os guardas ja ajudaram de pessoas comuns ate policiais militares em perigo,bombeiros,policias civis e outros como ex deputado mandi e a ex vereadora helena guerra e atual vice prefeita que como voce tinha esse pensamento imbecil e apos passarem por situaçao de risco hoje tem outro pensamento,ate porque na hora do perigo quem estava la? A guarda ,rsrssrsrsr .isso e a guarda e muito mais .

  • Muito sei sobre PCCR, pois por um ano e meio estive no DPA/GMM; mas me abstenho sobre juízo de valor em lealdade aos bons profissionais que servem lá. Penso que foi um equívoco bilateral.

  • Quero manifestar minha solidariedade com todas as classes que reinvindicam melhorias salariais. Mas não posso deixar de registrar que no Amapá tanto Leis Municipais como Estaduais,são aprovadas pela Assembléia Legislativa e pelas Câmaras de Vereadore e não valem. Precisamos que a imprensa faça um levantamento de quantas Leis estão por ai e não pegam no nosso Estado. Não é possível que nossos representantes aprovem Leis quando não são inconstitucionais é claro e os Executivos não respeitem a vontade do Povo representado pelos Vereadores e Deputados.

  • EU ACHAVA QUE O PREFEITO, DIANTE DO PROCESSO QUE RESULTOU EM SUA DETENÇÃO DE QUASE DOIS MESES, E MAIS O FATO DELE HAVER AFIRMADO QUE SUA PRISÃO O FEZ “REFLETIR” SOBRE MUITAS COISAS, FARIA ELE EXECUTAR O PLANO DOS GUARDAS MUNICIPAIS QUE JA SE ARRASTA A DOIS ANOS. HOUVE INCLUSIVE UMA AUDIÊNCIA EM QUE O PROCURADOR DO MUNICIPIO DE MACAPÁ HAVIA RECONHECIDO A DIVIDA DA PMM COM A CATEGORIA E TERIA PEDIDO UM PRAZO DE 10 DIAS PARA SE MANIFESTAR. RESTA AGORA CONFIAR SOMENTE EM DEUS QUE É A UNICA PESSOA QUE NÃO FALHA QUANDO PROMETE ALGO. POIS COMO DIZ A PALAVRA DE DEUS em Jeremis 17:5 Assim diz o SENHOR: Maldito o homem que confia no homem, e faz da carne o seu braço, e aparta o seu coração do SENHOR! Que Deus ajude aos Guardas Municipais!!!

    • é verdade meu caro… A LEI FOI FEITA PARA SER CUMPRIDA E NÃO DISCUTIDA. Lei é Lei. Será que a OAB do Amapá, teria algum argumento ou alguma alternatva para ajudar os Guardas Municipais a terem a efetivação da Lei do PCCR??? se alguém souber, me esclareça por favor, afinal ninguém conhece mais de Leis do que a OAB!!

      • Sandro e por falar em OAB, Amapá, é simplesmente uma instituição decorativa quanto suas ações em defesa das leis. Não que ela seja uma fiscalizadora, mas, sim uma observadora e com isso incentivar a sociedade para lutar em suas ações. A gente vê OAB’s de outros estados brigando pela sociedade, brigando para que sejam cumpridas as leis… Aqui a OAB não existe. Só existe para que os novos bacharéis em direito faça uma prova para tirarem a carteirinha para advogar, só! Infelizmente é assim. Vou voltar e não vou votar. Não sou advogado, só um cidadão que observa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *