Incêndio

Um incêndio, que começou por volta de 1h30, na avenida Henrique Galúcio próximo a Tiradentes, no Centro, já destruiu uma loja e um hotel.
O incêndio começou na Tapeçaria Macapá passou para Belle Ville Hotel e até agora os bombeiros tentam impedir que o fogo se alastre e atinja principalmente o depósito da loja, onde há uma grande quantidade de TNT, material altamente inflamável.
Ana Alice Santos Alencar, proprietária do Hotel, está só com a roupa do corpo e a bolsa. Chorando muito ela contou ao blog que perdeu tudo. “Estou na rua, eu e meus filhos. Não temos mais nada“. Esta é a segunda vez que ela e a família perdem tudo em incêndio. A primeira foi em 1995, em Laranjal do Jari. “Depois que perdemos tudo num incêndio no jari vim pra Macapá sem nada, trabalhei muito, dei um duro danado, até que há 9 anos consegui alugar esse prédio e fazer um hotelzinho. Agora tô de novo sem nada e na rua com meus filhos”, disse.
Segundo ela, o Corpo de Bombeiros demorou a chegar ao local e para piorar falrou água para debelar o fogo.

  • É .. esse mal do Corpo de Bombeiros é fato!
    Quanto está abastecido o equipamento não funciona, quando funciona não há água suficiente.. Vai entender..
    Afinal sou vitima deles..
    Perdi minha residência e meu irmão no incêndio ocorrido nos Congós, dia 01/09/2009.
    🙁

  • Opa, o CIODES recebe as ligações e instantaneamente existe um profissional de cada orgão para dar encaminhamento.

    Não é demora do CIODES. Como o alex citou não tem como chegar com um caminhão com 5Mil litros de água em 3 minutos.

    Tenho certeza que o que era possível fazer foi feito.

  • Seria engraçado se não fosse trágico, mas falar em hidrantes em Macapá. Raramente temos água nas torneiras, “alvará” com quantidades suficientes para abastecer hidrantes.

  • É sistemático o problema,mas não falta empenho e preparo dos bombeiros, faltam condições , bombeiros não são heróis,são profissionais que precisam de equipamentos e condições adequados. O Alex tá certo em relação ao CIODS e a falta de hidrantes, mas ressalto a necessidade de trabalharmos a prevenção.

  • Militarismo é política, política é interesse…. Façam uma visita no bombeiro e peçam pra entrar nas viaturas… Só sucata…..Mas os militares, apesar de pouca folga, estão preparados e dispostos ao combate. Sem ferramenta o serviço é muito complicado….

  • Ola, Alcineia! Respeito e admiro muito o corpo de bombeiros, mas infelizmente o trabalho dos mesmos quanto ao combate ao fogo em prédios esta deixando a desejar. No incêndio que houve no SENAR a 3 semanas ocorreu o mesmo problema do incêndio no centro, falta de agua nos caminhoes pipa! No SENAR chegaram dois caminhoes praticamente sem agua para apagar o fogo, eu vi q depois que os bombeiros foram embora um funcionario do SENAR fazendo por conta propria o resfriamento do que havia restado! Sera que a crise tb bateu na corporaçao ou é falta de preparo mesmo!! Coisa séria isto! Deus nos livre e guarde de um incêndio!

    • O problema não é falta d’água nos caminhões, o problema é que não existe rede de hidrantes para reabastecimento de viaturas. E antes de vc dizer que os bombeiros são despreaparados, faça um treinamento de bombeiro e veja se é fácil….

      • OS CAMINHOES DO CORPO DE BOMBEIROS NÃO SAO CHEIOS POR COMPLETO, ELES FICAM PELA METADE ISSO TODO MUNDO JA SABE. QUANTO AO TREINAMENTO DE UM BOMBEIRO, ISSO NÃO TENHO O QUE FALAR POIS TEM QUE SER UM TREINAMENTO RIGIDO MESMO POIS É O CORPO DE BOMBEIROS E NÃO PRECISA FALAR MAIS NADA. SE TIVESSE UMA FORMA DE MOSTRAR PRA POPULAÇÃO OS MEDIDORES DE AGUA NOS RESERVATORIOS, TODOS IRIAM VER QUE OS MESMOS FICAM COM AGUA PELA METADE.

        • Não ficam não, os caminhões carregam 5 mil litros d’água. Faça uma visita ao bombeiro e comprove….

  • ja notaram que em todo incendio que ocorre a populaçao insite em dizer que as viaturas do corpo de bombeiros demoraram demais??? as viaturas do bombeiro nao tem asas, e nem tem poder de teletransportacao em segundos. o grande problema esta no tempo resposta da instituicao que controla as ligacoes, ciodes, criada no governo waldez, e tbm pelo grande numero de trotes em mcp. a falta de agua mostra a incapacidade do contigente e viaturas pagas pelos poderes… falta de concursos publicos e falta de investimentos em viaturas e/ou hidrantes. o combate ao incendio no centro de macapa destamadrugada foi bem feito, mesmo com todos os problemas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *