Juiz decreta indisponibilidade dos bens de Waldez Góes e Pedro Paulo

O juiz  Luiz Carlos Kopes Brandão decretou a indisponibilidade dos bens dos ex-governadores Waldez Góes (PDT) e Pedro Paulo Dias (PP).
Os dois, quando governaram o Estado, determinaram as suas equipes que não repassassem aos credores os valores descontados dos servidores referentes aos empréstimos consignados em folha de pagamento.
O valor era descontado pelo governo do salário do servidor mas não ia para a conta dos credores.
Por causa disso, muitos servidores ficaram com o nome no Serasa e “sujo” na praça e moveram ações por danos morais contra o Estado. Os bancos credores também entraram na Justiça contra o Estado.

A apropriação indébita gerou um grande rombo nos cofres do Estado.
Leia a íntegra da decisão do juiz clicando aqui

  • Façamos com esses dois igual como fizeram com um tal ex-prefeito de Macapá que dizia no seu slogan de campanha que Macapá iria brilhar.(ESSE CARA NUNCA MAIS GANHOU ELEIÇÃO).

  • Até que enfim, Jústiça foi feita!!!! Agora eu quero ver chamarem o PEDRO PAULO de ladrão….As pessoas foram muito injustas com ele.

  • Como pode ir contra nossos governadores, investiguem quem ficou com a grana, acredito que o pessoal dos partidos sabem onde esta. Olhem a cupula e verao a coisa ficar feia.

  • Justiça antes tarde do que nunca…
    Vamos atrás desses bens pra indenizar o caos vivido pelas pessoas que tiveram problemas financeiras causados pela devassa que esses dois corruptos protagonizaram…
    E espero que os amapaenses reflitam o que ocorreu e não permita que esses “ratos” voltem a governar alguma coisa neste Estado.

  • O melhor para o povo da Amapá, não é somente que seja devolvido tudo o que foi surrupiado dos nossos bolsos, mas também é que façamos de tudo para evitar que esses dois jamais voltem ao poder novamente.

  • Quero vê os pucha saco de plantão divulgarem essa notica, todo caos que a nossa população vive hoje e fruta do que eles plantaram, colhemos o que plantamos, agora é vê para cré o tempo dirá que esta por traz de tudo.

  • ATÉ QUE ENFIM ALGUÉM TOMOU UMA ATITUDE CORRETA NESTE ESTADO. MAS QUE JUSTO AFINAL QUEM FOI PENALIZADO COM TODA ESSA HISTORIA FOI O SERVIDOR PÚBLICO, QUE TEVE SEU NOME JOGADO NO MAR DAS DIVIDAS. ESSES SENHORES PRECISAM NDEVOLVER MAIS, NÃO FOI SÓ ISSO.JUSTIÇA ,JUSTIÇA.

  • O MP e o Judiciário cumpriram seu papel Constitucional. Doravante observemos se essas pessoas citadas possuem BENS… eu seus nomes.

  • Bem, do Pedro Paulo tudo bem, mas do Waldez? Nosso ex-governador declarou à Justiça Eleitoral na ultima eleição que possuía em bens apenas 157 mil reais (acredite se quiser), a não ser q sua esposa seja solidária nessa lide, o q ele tem não paga nem as custas judiciais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *